Pesquisar neste blog

domingo, 31 de março de 2013

Nenê Holanda - ex-prefeito




FRANCISCO DE HOLANDA CAVALCANTE, vulgo ‘Nenê Holanda’, nasceu no casarão da Fazenda Passagem Limpa, à época no município de Apodi, hoje no de Severiano Melo, nascido em 8 de novembro de 1918, filho de Laurindo Holanda Cavalcante e de Laurinda Holanda Cavalcante.

Casou-se em 31 de outubro de 1954, com Maria do Carmo Holanda, natural de Apodi, nascida em 21 de julho de 1927, filha de Inácio Gabriel Maia e de Alzira Magna Maia. Foi o segundo prefeito constitucional de Apodi, eleito em 21 de março de 1948 e tomou posse em 31 de abril de 1948, juntamente com seu companheiro de chapa, na pessoa de Antonio Lopes Filho, que governaram o Apodi até 31 de março de 1953. Foi o primeiro prefeito constitucional de Itaú, eleito em 3 de outubro de 1954, juntamente com seu companheiro de chapa o saudoso Rui Bessa Nunes.

Nené Holanda abaixo de Deus, no Apodi e região, não tinha outro, ele salvava. Essa é uma frase corriqueira na camada mais humilde da população apodiense, que define muito bem o que bem o farmacêutico Francisco Holanda Cavalcante representava para o povo de Apodi. Ele foi um dos poucos exemplos de que o poder nem sempre é capaz de transformar as pessoas. Neném Holanda também foi candidato a deputado estadual, fato que poucos apodienses, itauenses e severianenses sabem, tamanha era a sua descrição. Faleceu no dia 11 de maio de 2008

Fonte: Jota Maria -  http://jotaemeshon-academiaapodiensedeletras.blogspot.com/

Veríssimo Gama - professor

VERÍSSIMO MÁXIMO GAMA, nasceu no sítio Caboclo, Apodi RN, no dia 01 de outubro de 1902. filho de Eduardo Ferreira Gama e de Frutuosa Ferreira Gama. Casado com Maria Moreira de Oliveira,

Veríssimo Gama foi um dos melhores professores que o Apodi já teve. Começou seu ofício de ensinar no ano de 1935, com sua escola particular no sítio Caboclo, neste município, posteriormente ensinou na Escola Isolada do Sítio Lagoa Redonda, lecionando como professor da rede estadual de ensino nesse estabelecimento de ensino até o ano de 1965.

De 1965 até a sua morte, em 1970, ensinou no Curso de Alfabetização de Adultos, no sítio Caboclo de patrono de uma Escola Municipal situada no bairro Bico Torto, inaugurada em 23 de março de 2006; de uma Rua, situada no bairro Cruz de Almas, criada em 2003; e é patrono da cadeira nº 36 da Academia Apodiense de Letras. Faleceu no ano de 1970.

Copiado do: Academia Apodiense de Letras

Carnaubais da Lagoa Poty - Mônica Freitas


Ai que belas carnaúbas que enfeitam as visões dali
Árvores divinas que fazem a beleza do nosso recanto
Filhas das palmeiras que em existem no Apodi
Formidáveis palmas que iluminam nossa vida aqui

São estas carnaúbas que fazem parte da nossa história.
É nessa história que estão as ceras de abelha,
que estão os belos artesanatos olhados com glória:
os chapéus, as cestas, as bolsas e as esteiras

Todos e todas deviam render graças a ti
Carnaubais da vida e dos nossos ancestrais
Carnaubais da nossa Lagoa Poty
Só vocês deveriam enfeitar nossos festivais

Consórcio Mamona X Culturas alimentícias em diferentes arranjos espaciais

Dissertação: Consórcio Mamona x Culturas alimentícias em diferentes arranjos espaciais
Autor: Antonio Francelino de Oliveira Filho
Curso: Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia
Universidade: Universidade do Ceará
Publicação: 2013
Clique para ver ou baixar a dissertação



Envie sua dissertação para tudodeapodi@hotmail.com e nós postaremos com prazer no blog.

sábado, 30 de março de 2013

O Tempo Sangra - Mônica Freitas


Há possibilidade do tempo sangrar?
Dígamos que sim!
Quando a luz dos olhos de uma criança
se apaga pelo ato violento do homem.

Quando a liberdade humana não é mais possível
porque o próprio homem resolve prendê-la.
Quando olhamos o céu e vemos apenas fumaça:
de dor, de aflição, de falta de amor, de solidão.

O tempo sangra por que Deus criou o homem para a vida,
mas o próprio desfaz a criação suprema:
mata a vida, fere sua própria alma...
desfaz os sonhos do criador.

MM Empreendimentos

Histórico:
MM Empreendimentos é uma empresa de publicidade brasileira fundada em outubro de 2008, por Marcos Morais, abrangendo boa parte do autoteste potiguar, sempre com criatividade e inovação, abrigando diferentes atividades profissionais. Buscando concluir com perfeição as necessidades de cada cliente e serviços que nos são entregues. A seu favor temos frota de carros, estúdio de gravações com os melhores locutores do Brasil, e rádio Cidade FM com mais de 15 anos, maior audiência na cidade de Apodi, abrangendo muitos locais do interior norte rio grandense. Hoje contamos com alguns parceiros de níveis nacionais e internacionais.

Uma gestão planejada é fundamental para a trajetória de sucesso de qualquer empresa.

VISÃO Ser uma agência ainda mais moderna, surpreendendo os clientes e o mercado pela criatividade e eficiência, unindo formas tradicionais de publicidade com mídias alternativas e formatos não convencionais.

VALORES Prioridade nas solicitações do cliente, respeito ao profissional, admiração pelo trabalho bem realizado, harmonia de equipe, cooperação nas tarefas, transparência na gestão esuperação das metas pessoais e da empresa.

MM Divulgações: A nossa missão é divulgar com criatividade e excelência, alcançando os objetivos de cada cliente e trazendo crescimento mútuo para nossa organização e colaboradores e agora a MM Divulgações conta com 3 carros de som.

Rádio Anuncie no rádio porque os nosso ouvintes de hoje serão seu clientes de amanhã, propaganda não é despesa, é investimento, venha para a MM Empreendimentos divulgue com a gente e faça da sua empresa uma marca consagrada.

MM STÚDIO Produzimos áudios criativos, como: vinhetas simples e cantadas, jingles comerciais e políticos, spot em off e produzidos, mensagens, narrações de textos, cerimonial entre outros.

ESCOLHA UM DOS NOSSOS SERVIÇOS
STÚDIO - CARRO DE SOM - RÁDIO

RUA: SENADOR SEVERO GOMES 318
BAIRRO : LAGOA SECA.
FONE: 91123689/ 99016600- Apodi-RN
ANUNCIE AQUI SEU NEGÓCIO PARA TODOS!

Infoirmações enviadas por Marcos Morais

sexta-feira, 29 de março de 2013

Alvaní de Freitas Dias - professora

ALVANI DE FREITAS DIAS, natural de Apodi, nascida a 6 de dezembro de 1929, filha de Domingos de Freitas Dias e Adolfina Dias de Freitas. Após de estudar o Primário muitos anos depois da idade apropriada obteve o diploma do Logos II.

Mantinha em sua residência uma escola particular cujo objetivo principal era obter algum sustento para sua família.

Educadora modesta exerceu o magistério por 26 anos como professora primária na Escola Estadual Ferreira Pinto que em suas aulas costumava introduzir a oração e a entoação de hinos, também disciplinava seus alunos para o espírito de patriotismo, ensinando-lhe o Hino Nacional que era entoado diariamente. Foi outra mulher que se destacou como professora abnegada.

Seu nome ficará eternamente na memória do povo apodiense, primeiramente por um elevado número de bons alunos atuais e futuras gerações de estudantes, devido sua grande abnegação no magistério, e em segundo, por ser seu nome patrono da Escola Estadual e do CAIC de Apodi; como também de ser patrona da cadeira de nº 7 da Academia Apodiense de Letras, cujos confrade é seu irmão Alaires Dias de Freitas, o nosso velho conhecidíssimo Lalá. Faleceu em sua terra natal no dia 20 de novembro de 1993.

Copiado do: Portal Oeste News

Rascunho - Mônica Freitas


Difícil é sentir o peso da vida sem saída.
Não sabemos mexer os dedos da alma
O desespero deixa a pele dolorida
Ficamos o tempo inteiro inativos, sem calma

Não temos fome, nem pensamos na vida
corremos ao vento solto, isolados do mundo ativo
Fazemos planos, desejamos viver sem comida
O coração parece nem estar vivo

A fome não vive com a tristeza em punho
somos falsos, somos pobres, somos fracos
O sonho se perde e passamos a viver o rascunho

O rascunho do amor, da felicidade, do fulgor do céu
Perdemos o cântico da vida alegre e morremos
Nada é concreto porque sustentamos os sonhos ao léu.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Páscoa 2013 da Turma Conquista de Córrego





Nesta quarta-feira (27/03) aconteceu a confraternização da Turma Conquista Córrego, Apodi RN.
Clique aqui para ver mais fotos

Padre Jonas Magno Pinto


PADRE JONAS MAGNO PINTO, natural de Apodi, nascido em 29 de agosto de 1918. Jonas 12º de 16 irmãos, filho de Miguel Ferreira Pinto e de Joana Magno Pinto, foi batizado na Matriz do Apodi em 16 de setembro de 1918 e 12 de agosto de 1920, com quase dois anos, apresentou-se para a Santa Crisma diante de Antonio dos Santos Cabral.

Desde pequeninho, Jonas demonstrou tendência para o sacerdócio através da piedade simples e humilde. Com 21 anos, entrou no Aspirantado Salesiano de Jaboatão-PE, em 1939 e em 1942 fez o noviciado, professando na Congregação Salesiana aos 31 de janeiro de 1943.

Cursou Filosofia no Instituto Filosófico Salesiano São João Bosco de Natal-RN, de 1943 a 1945.

O tirocínio prático levou Jonas a conhecer a Amazonas e trabalhar durante os anos de 1946 a 1948 nos Seminários diocesanos de Manaus e Belém.

Segue depois para Jaboatão onde fez a profissão perpétua em 31 de janeiro de 1949. Daí vai para São Paulo, no Instituto Teológico Pio XI -- onde concluiu os estudos seminarísticos com o curso teológico.

Ao chegar Jonas ao Instituto Pio XI houve até um pitoresco. Naquele ano, era esperado na Casa um novo catequista. Jonas era gordo e já certa idade. E, com sua imponência, se sobressaia entre os jovens clérigos. E foi apresentado a todos como o novo padre catequista e assim fora cumprimentando a todos por muitos clérigos que saudavam beijando-lhe as mãos como acontecia naqueles tempos, e Jonas seriamente os aceitava.

Recebeu a Ordenação Sacerdotal no dia 8 de setembro de 1952, das mãos do bispo Dom Paulo Rolim Laureiro.

Depois de Padre, exerceu o Ministério Sacerdotal em várias comunidades.

Foi Coordenador Pastoral (Catequista) de 1953 a 1959 em Baturité-CE.

Desenvolveu com amor o Paroquisto em várias paróquias – 1960 a 1964 na Paróquia de Nazaré – Salvador-Bahia.  Ficando na Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora em 1971 a 1976, Paróquia de São Gonçalo – Rio Grande do Norte, de 1979 a 1981.

Exerceu o ministério de Diretor por duas vezes. Em 1965 a 1967 no Liceu de confessor e capelão do Colégio Nossa Senhora do Carmo das Irmãs Beneditinas.

TRAÇOS MARCANTES DE SUA PERSONALIDADE HUMANA.

Padre Jonas era portador de registro do MEC, como professor de História e Geografia, matérias que ele dominava não só pelos conhecimentos teóricos, mas possuidor de uma memória espetacular. Guardava das pessoas e fatos até os pormenores. Os alunos pendiam de seus lábios. Ele conhecia o Brasil, não só porque teve oportunidade através de seus estudos, mas também pelo interesse de conhecer.

Pesquisador da História da Igreja e do Episcopado conhecia a história de cada um dos bispos, muitas vezes com detalhes.

Fazer amigos era em Padre Jonas um dom natural. Gostava de conversado, tudo queria saber, indagava sempre novas notícias – por onde passava deixava amigos. Amigos que não o abandonaram até os últimos momentos, muitos destes sentiram sua morte como a de um irmão.

Deixou em sua agenda particular, escrita de seu próprio punho, este pensamento: “A felicidade está sempre onde nós a pomos e nunca a pomos onde nós estamos”, mas sempre colocou sua felicidade onde estava, por isso deixou amigos autênticos por onde passou.

Diabético há mais de 25 anos, os últimos anos foram difíceis para ele. No dia 14 de julho de 1983, com dificuldade, participou da concelebração com o Reitor Mor por ocasião do Centenário da presença dos Salesianos no Brasil, no Santuário do Sagrado Coração de Jesus. No dia seguinte, baixou ao Hospital Tri-Centenário de Olinda, dos Franciscanos, e, assistido pelas irmãos hospitaleiras, ficando hospitalizado por mais de um mês. Quando submeteu a uma cirurgia no pé direito que, apesar de toda dedicação do Dr. Luciano, jamais cicatrizou. Voltando para casa, não mais assumiu compromissos apostólicos. Faleceu em Recife-Pe, a 8 de abril de 1984.

Copiado do: Portal Oeste News

Mordaça - Mônica Freitas

Ela não é acionada apenas no sequestro,
nem somente na violência do ter,
pode ser construída na vida, no amor,
na serenidade do bem-querer, do não-fazer,
Origina-se no sonho, na inocência, no querer.

Com ela não falamos, muitas vezes não durmimos,
não comemos, não andamos para frente,
sonhamos atiçados, mas não realizamos.
Somos fracos passarinhos de asas cortadas,
verozes crocodilos sem dentes.

Mordaças se fazem até na porcedência,
da profissional política da malandragem brasileira
Esta, retrata-se de argumentação convencida
é súdita por se fechar e se render à barreira
que impede o homem de falar besteira.

Quando assim nasce e se cria,
a mordaça faz mal a coletividade.
desconstrói a democrática sociedade,
constrói as bareiras da informação e faz
crescer as estradas da corrupção.

Copiado do: Portal das Letras Poty

quarta-feira, 27 de março de 2013

Comemoração da Pascoa e Encerramento do Projeto 178 anos de emancipação

Aconteceu nesta quarta-feira na Escola Municipal Lourdes Mota, a culminância do projeto que trabalhou os 178 anos de Emancipação Política de Apodi.


Os professores trabalharam com os alunos durante alguns dias em sala e os trabalhos foram apresentados durante os dois turnos. Foram vários trabalhos que mostraram a criatividade de nossos alunos. Os Professores e alunos estão de parabéns pelo belo trabalho.


E aproveitando o momento, a Equipe Gestora, Professores e Alunos, também comemoram a chegada da Páscoa. A equipe gestora agradece a todos (Professores, Alunos e demais funcionários) pelo belo trabalho


Copiado do: Blog do Toinho.

Isabel Aurélia realiza celebração de páscoa

Hoje quarta-feira (27/03) foi realizada na Escola Municipal Isabel Aurélia Tôrres, uma celebração ecumênica de Páscoa , com a participação de toda a escola desde a educação infantil ao ensino fundamental aos quais os alunos e professores fizeram exposição e demonstração de símbolos religiosos.

Alunos turno matutino


Equipe turno Matutino

Apresentação dos simbolos da páscoa 2º Ano professora Ecineide









Alunas do 4º Ano professora Flávia




Equipe turno vespertino

Diretor Esiélio Bento

Alunos turno vespertino

A noite foi a vez da Turma do Projeto Conquista do Telecurso de Ensino Médio que funciona na escola  também comemorar a páscoa.





Projeto Capacitar da Fundação Dario Pereira

O vereador e empresário Bráulio Ribeiro, mantenedor da Fundação Dario Pereira, esteve acompanhado dos instrutores Jean Carlos, Jorge Luis, Leonardo Oliveira e Marcilio Reginaldo, na sede da Água cristalina e Essência do Campo nesta terça, dia 26 apresentando o Projeto Capacitar da Fundação Dario Pereira para os funcionários. O objetivo de apresentar e expor o Projeto foram devido à parceria da Fundação e o SENAR, que possibilitará a capacitação não dos funcionários, como também dos seus familiares e o publico em geral, especialmente as famílias, crianças e adolescentes assistidos pela Fundação.

O Projeto visa despertar o empreendedorismo rural, individual, artístico e cultural envolvendo capacitações nas mais diversas áreas. O vereador faz uma convocação da população em geral para fazer o cadastramento na sede da Fundação, começando agora com o SENAR como parceiro e posteriormente a Fundação buscará apoio do Sistema S para ampliar a oferta de Cursos e Capacitações. 

Descaminhos - Mônica Freitas

Enquanto sonhamos com o sol,
a lua, o mar, os beijos e o olhar
também vagamos pelas veredas de pedras
não traçamos a estrada, nem encontramos nada.

Somos calados e às vezes gritantes vozes
porque não achamos o amor, viramos algozes
selamos a sina, nos penduramos nas crinas
sem segurança nos vemos em nossos cavalos ferozes

São so descaminhos da vida que nos fazem perder-se
são as lutas e os sonhos frustrados, os brios fadados
que nos fazem enveredar chorando, descaminhar caminhando
embora sempre esteja Deus em nossa frente
o caminho mais certo mostrando.

Copiado do Blog: Portal das Letras Poty

Homenagem ao dia internacional da mulher - Carla Priscila

Neste 08 de março
Já temos muito que comemorar;
As coisas que conquistamos
Que tivemos que ir buscar;
Ainda não temos o que merecemos
Ainda há muito que melhorar;

Ressurgimos de um passado
Tão marcado pela opressão;
Éramos seres dominados
Sem vontade, sem razão;
Com funções tão definidas
E sem direito a opinião;

O ato de governar
Era mera cogitação;
Governávamos a cozinha
Pilotávamos o fogão;
O nosso papel era servir
Sem mostrar indignação;

Mas este passado sucumbiu
E o que de resto aqui sobrou;
Foram mulheres bravas como leoa
E delicadas como uma flor;
Que ampliaram suas funções
E é de si o seu senhor;

Hoje assumimos vários papeis
E quem é que pode reclamar;
Somos mãe, esposa, amiga
E uma profissional exemplar;
Ainda sobra tempo pra fazer a unha
Nossa beleza lapidar;

Não desejamos o mundo aos nossos pés
Mas apenas o que nos convém;
Ser tratadas com respeito
Sem preconceito ou desdém;
Na sociedade ser pilar
E não ser sombra de ninguém.

CARLA PRISCILA ANDRADE QUIRINO (APODI-RN)

Biblioteca Pública Municipal Válter de Brito Guerra

Escritor Válter de Brito Guerra - Patrono da Biblioteca Pública Municipal de Apodi. 

Fundada em 1941 pelo então prefeito de Apodi, o Padre Origens Monte, com a denominação de Machado de Assis, cuja denominação perdurou-se de 1941 até 2003, quando a Câmara Municipal aprovou unanimidade o Projeto de Lei do vereador Antonio de Souza Maia Júnior e decretado pelo Prefeito José Pinheiro Bezerra dando nova denominação a Banda de Musica, passando a ser chamada de biblioteca Pública Municipal VÁLTER DE BRITO GUERRA.

Sediada na Rua Benedito Alves, s/nº - Centro, porém, antes já havia sido instalada no antigo prédio do IBGE, na Rua Nossa Senhora da Conceição, posteriormente funcionou por vários anos na Praça Francisco Pinto, prédio onde funcionou a Câmara Municipal, depois funcionou na Rua Raimundo Nonato. No Bairro Malvinas e mais recente na Rua Manuel Nogueira

A Biblioteca Valter Guerra funciona diariamente pela manhã, à tarde e à noite, atraindo cerca de 300 estudantes, pesquisadores e leitores de romances. Possui um acervo de mais de cinco mil livros de romances, literaturas, enciclopédias e livros de atualidade.

Em 1993 a biblioteca Valter Guerra estava quase fechando e o prefeito José Pinheiro Bezerra, em seu primeiro mandato (1993/1996) providenciou novas instalações com novos móveis para acomodar os livros.

Infelizmente não foi possível conseguir a relação de todos os coordenadores da Biblioteca Pública Municipal de Apodi, apenas conseguimos os nomes de alguns deles, assim vejamos:
1978 – JOSÉ NARCISIO GUERRA
1999 – MARIA ALZENEIDE DE OLIVEIRA

Fonte: Blog Oeste News 


Homenagem a Válter Guerra - nosso grande historiador - Manoel Georgino


O fundo da alma sente
Os olhos vendem tristeza
O lugar perde a beleza
O ancião perde a vista
O lar ganha solidão
Os filhos perdem a firmeza
Mas todos têm a certeza
Do valor que tem um artista
A cultura jorra lágrimas
Sobre as páginas do momento
Traduzindo um pensamento
Nas veias de um repentista
Os livros viram sermões
Os sermões anunciam a glória
Deixando em nossa memória
O valor que tem um artista

O povo sente a ausência
A literatura um vazio
A escola um calafrio
O observador perde a vista
Mas a cultura renasce
Dando uma volta ao passado
Mantendo assim preservado
O valor que tem um artista
A paisagem se esconde
Na tristeza do presente
Quando todo mundo sente
O coração pessimista
Mas um escritor não morre
Apenas anuncia a glória
De poder mostrar na história
O valor que tem um artista
Apodi perdeu um crânio
Decifrado em Walter Guerra
Mas ta fincado na terra
Seu valor positivista
Nosso lugar tem a honra
De enriquecer o passado
Deixando ali preservado
O valor que tem um artista
O seu presente é um recinto
Completamente fechado
Mas é sempre iluminado
Pra ninguém perder de vista
Pois jamais esqueceremos
O bom da literatura
Colando em nossa cultura
O valor que tem um artista
Mesmo que eu fique sentido
Pelo seu padecimento
Traduzindo um sentimento
Em valor coletivista
A sua alma enriquece
O nervo do pensamento
Mostrando em cada momento
O valor que tem um artista
O som vem das vibrações
Das cordas de uma viola
Do pássaro que numa gaiola
Canta como um musicista
E entra em nossa mente
Viajando no passado
Pra poder deixar gravado
O valor que tem um artista
As palavras saem suaves
Atravessam as ribanceiras
Despencam nas cachoeiras
De um sertão repentista
Trazendo a mensagem forte
Desafiando a ciência
Pra ficar na consciência
O valor que tem um artista
Constitui nosso dever
Abraçar um cidadão
Que surgiu do nosso chão
Com sangue nacionalista
E escreveu nossa história
Verdadeira e transparente
E hoje o povo é consciente
Do valor que tem um artista
Fique em paz no outro plano
Que Deus fez pra humanidade
Toda a sua humildade
Ta na voz de um repentista
Que tem boa compreensão
Dos dons da sabedoria
Lembrando no dia a dia
O valor que tem um artista
Assim todos saem ganhando
Ajuda a literatura
Enriquece a cultura
Com caráter equilibrista
Para poder manter vivos
Os segredos do saber
E assim nunca esquecer
O valor que tem um artista

Obra: Encantos do Meu Sertão
Escritor e Poeta: Manoel Georgino

terça-feira, 26 de março de 2013

Conselho Municipal da Criança e dos Adolescentes-CMDCA

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO
NOMEACAO DO CONSELHO MUNICIPAL DA CRIANCA E DO ADOLESCENTE

PORTARIA Nº 0115/2013

De 28 de janeiro de 2013

Dispõe sobre nomeação dos seguintes Membros do Conselho Municipal da Criança e dos Adolescentes-CMDCA

O PREFEITO MUNICIPAL DE APODI-RN, no uso das suas atribuições legais e tendo em vista o que dispõe Art. 66 IV e VIII da Lei Orgânica do Município e demais legislação pertinente.

RESOLVE:
Art. 1 Ficam nomeados os seguintes membros do conselho Municipal da criança e do adolescente-CMDCA, as seguintes representação.

INSTITUICOES GOVERNAMENTAIS
Secretaria Municipal de desenvolvimento e Assistência Social
Titular: Kenia Ferreira de Paiva
Suplente: Kedna Midian da Silva Gama

Secretaria Municipal de Educação
Titular: Maria da Natividade Marinho Câmara
Suplente : Maria do Carmo Soares de Oliveira

Secretaria Municipal de Saúde
Titular: Dario Gurgel de Morais
Suplente: Francisca Gilvaneide Holanda do Carmo

Secretaria Municipal de administração e Planejamento
Titular: Jose Humberto de Freitas
Suplente: Maria da Saúde Leite de Freitas

INTITUICOES NÃO-GOVERNAMENTAIS
PDA Santa Cruz
Titular: Antonia Verônica Pinheiro de Assis
Suplente: Claudemir de Andrade Costa

FUNDEVAP
Titular: Sebastião Menezes Neto
Suplente: Francisco Viana de Paiva

SINTER-RN
Titular: Ozamir Lima de Souza
Suplente: Luzia Gomes Pinto

STR-APODI
Titular: Antonia Gilvana Mota Souza
Suplente: Plínio Tavares Barbosa

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE.

Palácio Francisco Pinto, em Apodi-RN, 28 de janeiro de 2013.

FLAVIANO MOREIRA MONTEIRO
Prefeito Municipal de Apodi-RN

ELTON JOHON ALVES DA SILVA
Secretário de Administração e Planejamento
Portaria de Nº 0001/2013

Conselho Municipal de Assistência Social - CMAS

SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO
PORTARIA Nº 0303/2013 DE 14 DE MARÇO DE 2013

Dispõe sobre nomeação dos Membros do Conselho Municipal de Assistência Social - CMAS.

O PREFEITO MUNICIPAL DE APODI-RN, no uso das suas atribuições legais e tendo em vista o que dispõe Art. 66 IV e VIII da Lei Orgânica do Município e demais legislação pertinente.

RESOLVE:

Art. 1º - Ficam nomeados os seguintes Membros do Conselho Municipal de Assistência Social - CMAS, com a seguinte representação:

INSTITUIÇÕES GOVERNAMENTAIS
Secretaria Municipal do Desenvolvimento e Assistência Social
Titular: Maria Gilvaneide da Costa Alves
Suplente: Valéria Samantha Pereira da Costa

Secretaria Municipal de Educação
Titular: Pedro Neri Bandeira de Souza
Suplente Maria da Conceição Marinho da Costa

Secretaria Municipal de Finanças
Titular: Jerffeson Moreira Gama
Suplente: Railton Alves de Freitas

Hospital Regional Hélio Morais Marinho:
Titular: Maria da Saúde Paiva de Góis
Suplente: Elsa Pereira Marinho

IFRN – Campus Apodi/RN:
Titular: Rilza Sousa de Góis Costa
Suplente: Noelma Guimarães Martins

INSTITUIÇÕES NÃO GOVERNAMENTAIS:PDA Santa Cruz:
Titular: Engride Katiusse Ferreira da Silva
Suplente: Manoel Odair de Oliveira Alves

Usuários do CRAS:
Titular: Francisca Alcivaneide da Costa Morais
Suplente: Antonia Desterro de Albuquerque

CRESS:
Titular: Claudia Maria Mota Oliveira
Suplente: Neucira Barboza de Morais

Usuários do programa Bolsa Família:
Titular: Anael Alves Medeiros
Suplente: Maria Lidiane da Mota Lima

COEVAP:
Titular: Maria Rosineide Pereira Tôrres Oliveira
Suplente: Dário Gurgel de Morais

Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE.

Palácio Francisco Pinto, em Apodi-RN, 14 de Março de 2013.

FLAVIANO MOREIRA MONTEIRO
Prefeito Municipal de Apodi-RN

ELTON JOHON ALVES DA SILVA
Secretário de Administração e Planejamento
Portaria 0001/2013

segunda-feira, 25 de março de 2013

Vozes - Mônica Freitas


Como fantoches o povo andava
se não fossem bravos os comunicadores
como cegos seríamos guiados
se nos faltassem as suas informações
como pálidos e enverdecidos cordões sociais
seriam as sociedades
se não soassem ao ar
as vozes fortes dos homens do povo

devem ser consideradas essas vozes
como sons que embalam a vida
devem ser guardadas e entoadas
pelos próprios homens que as espalham
devem ser respeitadas quando adequadas
devem ser caladas quando corrompidas
admiradas quando verdadeiras
e checadas quando duvidadas

Mas, principalmente...devem ser valorizadas,
pois emergem do meio dos pobres ou dos nobres
e chegam às ouças, às vezes, como a brisa suave
que embala o sono e acorda a noite escura
informam a luz e a escuridão
Mas não separam o homem da profunda emoção.

Copiado do Blog: Portal das Letras Poty

Fundação Dario Pereira Participou do Projeto Apodi, Fato e Nomes




A fundação Dario Pereira Participou do Projeto Apodi, Fatos e Nomes, no dia 22 março, uma iniciativa da Escola Municipal Isabel Aurélia Torres através da professora de Cultura do RN Leila Maia com o apoio dos demais professores, gestores e apoio pedagógico da Escola Municipal Isabel Aurélia Torres, na comunidade de Córrego, Apodi RN. Trata-se de um projeto histórico sócio-cultural, onde os alunos orientados a pesquisar e expor sobre a história do município de Apodi e busca mostrar os valores da nossa terra, isto é, os nomes que fizeram parte da cultura do nosso município.

O Vereador e empresário Bráulio Ribeiro, mantenedor da Fundação Dario Pereira, atendendo o convite da escola esteve acompanhado de crianças e instrutores Jean Carlos, Leonardo Oliveira e Marcilio Reginaldo. O vereador Silveira com o objetivo de apresentar e expor os trabalhos culturais e realizar oficinas praticas para o publico participantes do Projeto da Escola. Na oportunidade foi apresentado também o trabalho em escultura de animais pré- históricos. Pinturas e molduras de gesso feito e a base de papelão, revista e jornais e outros materiais recicláveis, trabalho realizado pelo artista plástico Jean Carlos com a participação de Crianças assistidas pela Fundação Dario Pereira.

O Vereador e Fundação têm demonstrado seu interesse não só pelo empreendedorismo, como também pelo social, gerando empregos e incentivando a cultura através de suas empresas, e as que por ele são administradas. O projeto da fundação é uma ótima aula prática para alunos, e as escolas que queiram solicitar a Exposição Cultural da Fundação é só enviar o convite.

"Participar deste Projeto é mais um caminho que se abre para a Fundação poder demonstrar sua atuação em ouras Escolas do Município. A Escola do Córrego esta no caminho Certo, é uma escola inovadora com laboratório de informática, equipada e com um corpo de Professores e Diretores de visão futurista, com um olhar voltada para a comunidade, pois precisamos de parceiros assim para tocar esse importante projeto, que tem despertado jovens para a cultura, tirado outros do mundo das drogas e transformado e preparado os mesmo em profissionais e cidadãos de bem"comentou Bráulio Ribeiro.


Copiado do Blog: Blog do Josenias Freitas

domingo, 24 de março de 2013

CHCTPLA - Viagem a Viçosa

Relatório da Viagem a Viçosa, realizada no Domingo, dia 10 de Março de 2013, na responsabilidade da Pesquisadora Lucia Tavares e dos senhores Tarcílio Torres e Raimundo Torres.

O objetivo principal da viagem foi ver o local onde foram mortos brutalmente cerca de 70 Índios Tapuias Paiacus, em sua maioria jovens.
Vejamos as fotos, com algumas descrições dos locais, os quais visitamos na referida data:

 
Inicio da estrada que nos levou ao local onde os Tapuias Foram assassinados. 

Um fato curioso: Segundo o Sr. Francisco Vileno,
neste local, o esposo matou a mulher- esta era índia. 

Local onde está sepultada a mulher indígena que o próprio marido degolou. 

Antiga estrada entre Viçosa e Portalegre-Rn. Local por onde passaram os 70 Tapuias Paiacus, em direção a Cadeia de Natal- Lucia Tavares, Raimundo Torres e seu Francisco Vileno- Nosso Guia.

 
Riacho em Viçosa- RN. Local próximo a serra de Portalegre
Foto em 10.03.2013- Pesquisadora Lucia Tavares e Tarcilio Torres. 

Antiga estrada entre Viçosa e Portalegre-Rn. Local por onde passaram os 70 Tapuias Paiacus com destino a cadeia de Natal. Porém, os mesmos foram brutalmente assassinados logo à frente.

Percebe-se a esquerda, a serra de Portalegre. 

É exatamente neste local, onde estão sepultados os jovens Tapuias Paiacus- filhos do nosso querido Apodi. Estes foram brutalmente assassinados no dia 03 de Novembro de 1825. ( Conforme consta nos manuscritos de 1910, do nosso Historiador Nonato Mota)- bisavó de nosso amigo Antônio Praxedes Filho. 

Demarcação do local onde estão sepultados os Tapuias Paiacus do nosso Apodi.
Segundo seu Francisco Vileno, o dono dessas terras nunca permitiu que plantasse ou realizasse qualquer atividade na mesma, pois falava que neste local estavam enterrados os índios.
Local de difícil acesso.
Observação: Convém ressaltar que, da Rn a este local da foto, é cerca de 6 Km.


Pesquisadora Lucia Tavares com peça lítica fabricada e utilizada pelos Tapuias Paiacus que estiveram no local. 

Peças líticas encontradas na visita ao Município de Viçosa-Rn, realizada em 10 de Março de 2013.

 
Tarcilio Torres, Lucia Tavares, a senhora Maria do Socorro da Silva, esposa do Sr. Francisco Vileno. 


Pesquisadora Lucia Tavares, Raimundo Torres, a senhora Maria do Socorro da Silva-esposa do Sr. Francisco Vileno.


Agradecemos ao Sr. Francisco Vileno, por nos ajudar nesta importante missão de resgatar a história dos nossos antepassados. A ele, e a muitos outros, que tem se dedicado, de forma totalmente voluntária, e nos ajudado tanto, na busca desse nosso objetivo, recebam os mais sinceros agradecimento, em nome de todos que fazem o CENTRO HISTÓRICO – CULTURAL TAPUIAS PAIACUS DA LAGOA DO APODI-CHCTPLA