Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 1 de junho de 2013

Nomes dos sítios

Nascem os sítios e fazendas, que são batizados de acordo com as características do lugar. Inspirados na fé, muitos dão às suas terras, nomes de Santos, aves, animais, vegetais, acidentes geográficos, também deram nomes a sítios, fazendas e povoados. Há, no registro de batismo dos lugares uma interessante miscelânea de topônimos. Quase todos relacionados com fatos e ocorrências neles registrados.

Eis alguns nomes de Santos: Santo Antônio (dado pelo Juiz Caldeira, quando de passagem para Portalegre, conduzindo os índios) em 1761; São Lourenço, São Lourencinho. São Vicente. 

Nome de aves e animais: Marrecas, Caboré, Sabiá, Veados, Sonhim, Tamanduá, Bezerro.
De vegetais: Angicos, Carnaubinha, Trapiá, Espinheiro, Carnaúba Seca, Xique-Xique, Cipó.
De acidentes geográficas: Lagoa Comprida, Lagoa Redonda, Serrote, Riacho Preto, baixa Funda, Serrada Picada (nome antigo), Córrego das Missões (antigo).

De pessoas: João Pedro, João Dias, data de Romualdo, data do Abreu, Sitio do Góis. 
Outros nomes: Outeiro (talvez o primeiro nome de lugar (sítio), Santa Cruz (muito antigo), Santa Rosa, Missões, Casado, Ponta, Cotó, Consulta, Soledade, Brejo, Olheiro, Baixa Fechada, Lages, Poço Verde, Malassombrado, Saquinho, Letreiro, Cabeludo, Remédio, Bom Lugar, Melancias, Sítio do Padre, Córrego, Boa Vista, Manoino e muitos outros. Alguns não existem mais com os nomes antigos como Outeiro, Letreiro. Remédio, etc.

Fonte: Apodi, Sua História - Válter de Brito Guerra

Nenhum comentário: