Pesquisar neste blog

Geografia


Economia 

Segundo Válter Guerra a Economia do município de Apodi é, sem dúvida, uma das mais promissoras do Rio grande do Norte, levando-se em conta os recursos naturais do território.

Dispondo de áreas cujas terras se prestam às mais variadas culturas e fruticultura, conta também o Apodi com reservas hídricas em grande quantidade, principalmente nas regiões do Vale e da Chapada, onde estudos e levantamentos afirmam considerável quantidade de água subterrânea, suficiente para irrigar milhares de hectares. A barragem do Santa Cruz, em Apodi, cujas obras foram reiniciadas em 1998, com capacidade para acumular 600 milhões de metros cúbicos d’água é um fator dos mais importantes para a implantação de culturas irrigadas no Vale e na Chapada, a exemplo do Vale do Açu, com a construção da barragem Armando Ribeiro Gonçalves.

A pecuária, atividade de expressivo valor para a economia local tem resistido as constantes crises de seca que têm se manifestado com freqüência na região. Até bem pouco tempo Apodi ocupava o 3º lugar do rebanho bovino do estado, só ultrapassado por Mossoró e Caicó. E o município que ocupa o primeiro lugar como criador de caprinos e ovinos juntos. Com o maior número de cabeças para caprinos.
Vem aumentando o número de estabelecimento comerciais, industriais e de prestação de serviços, graças ao incentivo que vem sendo dado pelas agencias do Banco do Brasil e do Banco do Nordeste do Brasil. Desse modo, novas perspectivas se abrem para a economia de Apodi, que conta com grandes recursos naturais, que poderão ajudar Apodi a alcançar uma nova fase de desenvolvimento.



Nenhum comentário: