Pesquisar neste blog

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Professores do Campo planejando atividades com livro de escritor apodiense Manoel Gerogino

Neste dia (23/06/2015), na sede da Secretaria de Educação e Cultura de Apodi os professores da Educação do Campo do município de Apodi realizaram planejamento de atividades para o 2° semestre deste ano coordenados pelos professores Nilson Freitas e Maria Aleane.

Ness atividade foi sugerido o planejamento de atividades através de um Projeto de Leitura sobre o dia do escritor (25 de julho). Para isso foram doados a cada um dos professores o livro: Pensamentos: A terapia do intelecto do escritor apodiense Manoel Georgino, A ideia é que os professores leiam a obra e a partir das reflexões possam levar à sala de aula para incentivar os alunos a registrarem também seus pensamentos. 

Para o secretário de educação e cultura Caubí Torres a secretaria tem a missão também de divulgar os trabalhos dos escritores apodienses e nada mais justo do que criar os projetos de educação para serem inseridos em sala de aula. 





Manoel Georgino do Carmo - apodiense atualmente mora na cidade de Mossoró-RN, na qual exerce as funções de professor, diretor de uma Unidade Básica de Saúde e músico do conjunto “Tremendões de Mossoró” e escritor. 


segunda-feira, 8 de junho de 2015

Geraldo Targino - ex-vereador


GERALDO TARGINO, nasceu no Sítio Soledade, município de Apodi/RN, no dia dia 17 de maio de 1954, filho de Odilon Targino da Costa e Francisca Targino da Costa (Preta Targino), é o terceiro dos oito filhos do casal. 

Cursou o 3º ano primário na Escola Isolada do Sítio Soledade, vindo posteriormente estudar em Apodi no ano de 1968, onde em 1970, concluiu o Curso Primário. Em 1971 fez o curso de datilografia com a professora Toinha de Guilherme, no mesmo período trabalhou como frentista no posto de combustível Gonzaga Melo. Voltando para Soledade, começou a trabalhar nos fornos de cal como motorista, depois dos dezoito anos, já habilitado, passou a viajar para os Estados de Pernambuco e Paraíba. Foi o Primeiro Carreteiro da cidade de Apodi.

Foi Gerente de transportadora de carga na cidade do Recife, capital de Pernambuco nos anos 1981/1982. Voltando a Apodi, foi trabalhar como vendedor de cal nos Estados da Bahia, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, para usinas de acuçar, siderúrgica, fábrica de papel, tratamento de água, etc.

Casou-se aos 29 de julho de 1978 com Antonia Targino de Morais, como gostava muito de criança, logo tiveram filhos. Adotivo: Antonio Carlos Targino de Morais, vindo posteriormente nascerem quatro filhos biológicos: Maria Verônica de Morais Targino, Allyson Pedro Targino de Morais, Francisca Aline Targino de Morais e Geraldo Targino Filho.

Em 1992 foi eleito vereador de Apodi, foi Presidente da Câmara Municipal de Apodi em 1995. Foi nomeado pelo Detran RN, Chefe da Unidade do mesmo em Apodi, deixando em pouco tempo por ser parlamentar, deixando em seu lugar o seu sobrinho Adailton José Targino. Em 1997 foi Coordenador de Transportes do Município de Apodi até 1999. Em 2000 foi Secretário de Obras, Urbanismo e Transportes , na mesma época trabalhava na organização dos festejos da nossa Paróquia até o ano de 2014, como Presidente das Comissões, trabalho voluntário onde está até hoje, como representante do Conselho Municipal de Defesa Civil(Comdec), trabalho esse junto ao 16ª Batalhão de Infantaria motorizada com sede em Natal.  

sábado, 6 de junho de 2015

Programação III Expotec e I Semadec do IFRN Campus Apodi


A Semadec terá início na próxima segunda-feira (08) pela manhã, com a realização da II corrida rústica do Campus Apodi que começará às 7h. Já a Expotec terá início às 14h com uma mesa-redonda, tendo como tema a gestão dos recursos hídricos do Rio Grande do Norte.

Os eventos acontecerão durante toda a semana, com minicursos, oficinas, palestras, apresentações de trabalhos científicos, exposições e apresentações culturais. 

O encerramento ocorrerá na sexta-feira (12), com o II "ARRAIÁ SÓ DO BOM". 

Lembrando que todos os eventos são abertos ao público externo.



Portal do IFRN

Por você tudo esquecia - Paulo Filho Dantas

"Foi no lume da paixão que surgia
Que avistei cova dos meus desejos
Primevos, tempo em que me aturdia
Os pensamentos d'outro'ra insejos
Em tua voz que nunca mais ouvia
E em teu rosto, fugazes lampejos
Por despertar em manhãs vazias
Tu brincavas esbanjando gracejos
Por onde andas criatura divina?
Falta faz um ser que me alucina
Por você eu tudo o mais deixaria
Por você vivo preso ao passado
Por você consinto tudo, calado
Por você tudo deixava, esquecia".