Pesquisar neste blog

sábado, 11 de janeiro de 2014

Coisas de gente grande - Paulo Filho Dantas

“Tolice pensar sem sentir,
Inútil querer sem desejar,
Nada vale ser livre e iludir,
Ver os sonhos, um a um, acabar

Desespero poder e não conseguir,
Tragédia cair lágrima sem chorar,
Inebriaguez é melhor que mentir
Toque de perto querer abraçar

Inevitável na vida prosseguir
Desesperançosa se torna a partir
De um longo e incerto esperar

Cômica comigo a aturdir
Minha mente ameaçando cair,
No infinito mar azul vou cantar’’.

"Caminhos do Meu Ser"
Paulo Dantas Magno Filho

Nenhum comentário: