Pesquisar neste blog

sábado, 30 de junho de 2012

Programa Despertar para Deus

O Programa "Despertar para Deus" é mais uma programa de rádio de nossa paróquia que tem por objetivo a evangelização através do meios de comunicação. O programa é apresentado pelo Padre Maciel, Eliésio de Bom e convidados. Vai ao ar de segunda à sexta de 5h às 6h.
Acompanhe também:
- Programa Palavra Boa - FM Luta : de segunda a sexta das 18h às 19h - Apresenta comunicadores de Deus.
- Programa Fortes na Fé: FM Cidade: Todo domingo das 11h às 13h: Apresenta Neguinha, Alcione, Gutemberg.
- Palavra de Fé: FM Cidade: Todo sábado das 8h às 9h: Apresenta Josivan e Ministros da Palavra
- Caminhos da Igreja: Rádio Vale AM: Todo domingo das 7h às 8h. 


quarta-feira, 27 de junho de 2012

Padre Pedro Neefs


PADRE PETER MARINUS MARIA NEEFS, ou simplesmente “PADRE PEDRO NEEFS”, natural da cidade de Breda, Holanda, nasceu no dia 03 de fevereiro de 1929. Dez anos mais tarde, em 1939, o mundo passava por outro grande impacto, conseqüência da eclosão da 2ª Guerra Mundial. No ano de 1940, foi enviado ao Seminário Menor, onde começou os estudos teológicos. Convidado por um grupo de padres do Sagrado Coração de Jesus, chegou ao Brasil, em 1952, para concluir o seminário maior. No Brasil, Peter Marinus Neefs traduziu o nome para o português e manteve seu sobrenome, assim se transformou em Pedro Neefs. Foi ordenado no dia 1º de dezembro de 1957, no Recife-PE. Em 1957, retornou a Holanda para ser ordenado padre e celebrar sua primeira missa. Dois anos mais tarde foi enviado a cidade de Beberibe-CE para realizar o trabalho de pároco. No entanto, suas idéias não foram aceitas, sendo "expulso" da paróquia pelos superiores. Em 1965, Pedro Neefs foi transferido para a paróquia de São João Batista e Nossa Senhora da Conceição, sediada na cidade de Apodi, substituindo o padre Manoel Balbino da Silva, permanecendo em Apodi por um período de quase cinco anos, ou seja, até o ano de 1970, quando foi substituído pelo saudoso e conterrâneo, Padre André Demertetelaeere. Nessa cidade ele foi responsável por grandes conquistas, não para si, e sim, para a população apodiense, como foi o incentivo para a criação de FUNDEVAP e a construção do Estádio Antônio Lopes Filho. 

Na diocese de Mossoró, padre Pedro encontrou apoio. Segundo ele, na realidade era uma diocese com padres muito avançados. Porém, diante do trabalho de repressão e das diferenças de pensamento na própria igreja, padre Pedro disse que nessa época descobriu na diocese de Mossoró "que existia uma igreja oficial e uma igreja do povo". Nesse período, estava sendo inaugurada a Universidade Regional do Rio Grande do Norte (FURRN). Diante de um boato que seria candidato a prefeito na cidade, fruto do apoio popular e do trabalho desempenhado pelo padre, ele foi afastado pela diocese Santa Luzia de Mossoró dos trabalhos como pároco da Paróquia de São João. 

Em 5 de agosto de 1979, o padre Pedro Neefs, ícone das lutas e causas sociais, chegava para atuar no município na Paróquia de Santana, na cidade de Campo Grande , quando ainda se chamava Augusto Severo.Nessa cidade sua trajetória de formação política conquistou, na época, seu ápice. O trabalho desenvolvido em toda paróquia foi o de defender os mais necessitados, principalmente na luta pela reforma agrária, que ganhou força após a disseminação de suas idéias, já que não existia até então. Ao chegar à cidade o pároco se aproximou do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, que prestava assessoria a toda a população ligada ao campo. O holandês ainda se vinculou aos jovens, onde o trabalho de formação política foi vital na busca do seu ideal. "Na semana santa de 1980, juntou 80 jovens de Campo Grande e fundou o grupo de jovens, que foi o primeiro grupo da cidade", destacou a coordenadora da Cooperativa Sertão Verde, Zuleide Araújo.Em 1986, o padre defendeu o direito ao trabalho de várias mães de família apoiando a criação da Associação Comunitária dos Trabalhadores Avulsos e Artesãos de Augusto Severo (ACTAS), que se tornou responsável por absorver toda a produção, vendendo-a em Natal e no mercado exterior, como Holanda."Como eu não pertencia a nenhum partido político, fiquei mais livre para o ideal da minha vida de mudar e transformar a vida e a cabeça do povo que botava a culpa em Deus sem assumir o atraso e a pobreza reinante. Quis ensinar que devemos ter nosso futuro em nossas mãos", disse padre Pedro Neefs. O trabalho do padre é contínuo e permanente. Hoje, mesmo estando vivendo em Recife, onde passa por um tratamento de saúde, o pároco continua trabalhando em prol das pessoas que precisam de apoio e ensinamento.Um das grandes vitórias conquistadas recentemente foi o direito de voltar a andar, mesmo que aos poucos, depois de passar vários anos prostrados em uma cadeira de rodas. 

Padre Pedro Neefs se transformou numa rocha do Oeste - Um fantasma entre as décadas de 1970 e 1990 rondou o Oeste potiguar: era o espectro de novas concepções voltadas aos ideais libertários e igualitários de uma nova teologia. Os fazendeiros, políticos e católicos mais conservadores se juntaram em uma santa campanha difamatória contra essa tentativa de mudança. Porém, tiveram grupos - jovens, trabalhadores rurais, dentre outros oprimidos -, que se uniram a um padre, de origem holandesa, para que a construção de uma comunidade menos desigual fosse posta em prática. Depois de Apodi, o religioso ainda trabalhou na diocese de Mossoró, sendo mandado várias vezes ao Vaticano em trabalho oficial da igreja. Em 1979 voltou ao Rio Grande do Norte, dessa vez para atuar na cidade de Augusto Severo, hoje Campo Grande. 

É membro da cadeira nº 17 de da Academia Apodiense de Letras, fundada em 23 de março de 2006, que tem como titular o saudoso Dr. Francisco Alcivan Pinto.

Faleceu em 25 de junho de 2012 em Recife - PE, e seu corpo foi sepultado em 27 de junho em Campo Grande - RN. 

Fonte: Oeste News

Veja um artigo sobre a atuação de Padre Pedro Neefs na formação política no oeste Potiguar clicando aqui

Programa Palavra de Fé



Todo sábado o “Programa Palavra de Fé” na rádio cidade FM 87,9. Mais um programa nas ondas do rádio na responsabilidade da Igreja Católica.

Reflexão da palavra de Deus, notícias eclesiais, hinos com a participação dos ouvintes. Próximo sábado acontecerá o décimo sexto programa. Todos ligados!!!

O programa vai ao ar todo sábado das 8:00 às 9:00hs. Apresentação dos Comunicadores de Deus!

Fonte: http://apodiariooblog.blogspot.com.br/

terça-feira, 26 de junho de 2012

APAVA realiza eleições e escolhe nova diretoria

Junior, novo presidente da APAVA
Na ultima terça feira dia 12, os sócios da associação dos produtores de arroz do Vale do Apodi – APAVA, estiveram reunidos em caráter ordinário na comunidade de Trapia i com o propósito de escolha dos novos diretores que assumirão a gestão da entidade nos próximos 4 anos. Com uma participação significante dos sócios nova diretoria foi eleita por unanimidade com 34 votos válidos.
No mesmo dia aconteceu a posse dos novos diretores e passam a representar legalmente a entidade os seguintes produtores rurais:

DIRETORIA EXECUTIVA
PRESIDENTE: FRANCISCO JOSÉ DE MORAIS JUNIOR
VICE-PRESIDENTE: LUIS VANDILSON DE OLIVEIRA
1º TESOUREIRO: FRANCIMAR MOREIRA CÂMARA
2º TESOUREIRO: FRANCISCA ALCIONE M. S. OLIVEIRA
1º SECRETÁRIO: FRANCISCO CARLOS G. DA SILVA
2º SECRETÁRIO: ANTONIO LAERCIO F. MARINHO

CONSELHO FISCAL EFETIVOS
1. EDILSON VIANA DE MORAIS
2. JOSÉ FRANCISCO O. PAULINO
3. ANTONIO ALDO M. JUNIOR

CONSELHO FISCAL SUPLENTES
1. FRANCISCO GAMA DA S. JUNIOR
2. GENIVAL FIRMINO LEITE DOS SANTOS
3. ANTONIO FIRMINO FERNANDES

Assumia desde o dia 04 de abril o vice-presidente Cosme Moreira e este deu as boas vindas aos novos diretores explanando a importância da associação para o desenvolvimento da agricultura familiar.
Ontem aconteceu a confraternização de acolhida desses diretores e quem também, marcou presença além dos associados e seus familiares, foram representantes de entidades parceiras como a Coopervida, UFERSA, CPT, CEAPAC, STTR.
Na oportunidade, o novo presidente agradeceu ao trabalho dos diretores da ultima gestão dando ênfase ao ex-presidente Bebé Gama, pelo seu excelente trabalho que tanto colaborou para o crescimento da APAVA e conclui explicando a importância da CONAB para a melhoria do preço justo pago ao produtor.
“Esperamos crescer cada vez mais... Vamos comprar uma escopadeira para vendermos nossos produtos com um preço ainda melhor”. Conclui o presidente.
O tesoureiro Francimar Câmara apresentou o quanto a entidade incentivou a produção de arroz vermelho no Vale do Apodi e acrescentou a necessidade de incentivo para outros produtos como o Feijão.

Fonte: http://marmotaapodiense.blogspot.com.br/

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Agenda Arcanjus - hoje no Córrego

Na Festa de Padroeiro São Pedro 2012.

Associação dos Produtores de Arroz do Vale do Apodi (APAVA) - entidade

A Associação dos produtores de Arroz do Vale do Apodi - APAVA surgiu em 24 de novembro de 2005, inicialmente com a participação de 24 sócios de comunidades rurais da Região do Vale do Apodi e hoje conta com mais de 80 associados/as.
A APAVA tem como objetivo geral contribuir para o crescimento e desenvolvimento da produção do arroz com o espírito do cooperativismo e associativismo levando aos/as produtores/as associados/as o desenvolvimento rural sustentável, proporcionando qualidade de vida aos/as agricultores/as do vale do Apodi.
Os objetivos específicos da Associação é colaborar com a iniciativa de revitalizar a cadeia produtiva do Arroz, contribuir na formação de seus associados/as para fortalecer a organização social, trabalhando com prioridade as questões de ética, gênero, geração, direitos, cidadania e respeito ao meio ambiente; por iniciativa própria ou em conjunto com outras organizações, realizar ações que visem à preservação do meio Ambiente e a exploração de atividades produtivas baseadas na agroecologia; promover o serviço e comercialização do Arroz em parceria com organizações governamentais ou não governamentais e indo além para mercados diversos.
Há três anos a Associação dos Produtores de Arroz do Vale do Apodi, destina sua produção de Arroz Vermelho para comercializar através da COOAFAP, no qual é comercializado através do PAA e outros mercados, como O PNAE, feiras e eventos locais, regionais e nacionais. E a partir de então com a necessidade de buscar sua autogestão, os associados/as tem como visão inovadora elaborar projetos e fazer seu controle de gestão a partir da Associação, com o objetivo de Fortalecer cada vez mais essa Cadeia produtiva do Arroz.
A APAVA recentemente foi beneficiada através de um projeto do Programa de Desenvolvimento Solidário, no qual foi construída a Unidade de Beneficiamento do Arroz, propiciando o desenvolvimento e o crescimento econômico sustentável da cadeia produtiva do arroz como também contribuir para uma melhor qualidade de vida dos rizicultores/as do Vale do Apodi.
O arroz vermelho é um alimento que está presente na mesa do brasileiro, isso garante ao produtor de arroz cultivar a rizicultura com mais intensidade de forma sustentável e responsável. A produção atual está centralizada na produção de pequenos lotes de agricultores inseridos numa associação que trabalha com o cooperativismo, interagindo para o desenvolvimento da APAVA.

Como surgiu à idéia
A idéia surgiu a partir de uma necessidade de consolidar a cadeia do Arroz do Vale do Apodi, onde antes os agricultores/as realizavam seus plantios quase todo comprometido com o atravessador que disponibilizava todos os insumos para os produtores e eles o pagariam após a colheita do arroz.
Hoje com a Associação dos Produtores de Arroz do Vale do Apodi – APAVA, é possível ver o cooperativismo e o associativismo presente na vida do pequeno agricultor/a, propiciando uma mudança de vida através do trabalho coletivo realizado pela a associação que hoje passa a produzir de forma independente e comercializar sua produção pela Cooperativa da Agricultura Familiar de Apodi – COOAFAP, que hoje escoa toda a produção do arroz através das compras governamentais do PAA/ DOAÇÃO e FORMAÇÃO DE ESTOQUE e o PNAE.
Com esse avanço os produtores não mais comercializam para atravessador possibilitando a comercialização do arroz pelo o preço justo que garanta a continuidade da cultura do arroz no vale do Apodi. 


domingo, 24 de junho de 2012

Espetáculo "O Auto de São João Batista - por Rokátia Kleania


Na verdade, eu já dei pessoalmente os meus parabéns ao Alex Cassiano, roteirista e diretor do espetáculo AUTO DE SÃO JOÃO BATISTA, apresentado ontem, à noite, no adro da matriz de Apodi. Mas faço questão de registrar aqui também meus cumprimentos a ele e toda sua equipe pelo belíssimo trabalho realizado que tornou o AUTO DE SÃO JOÃO BATISTA uma realidade em Apodi.

Não preciso nem dizer que fiquei encantada com o espetáculo. Eu, não! Todos!

Ao término da encenação, a plateia se encontrava em estado de êxtase. Parecia não acreditar no que seus olhos acabavam de assistir.

Não foi à toa que a referida peça simplesmente fascinou a todo público presente nas duas noites de espetáculo. Com um magnífico roteiro, uma ótima iluminação e cenário, um rico figurino, além de uma belíssima trilha sonora, o AUTO DE SÃO JOÃO BATISTA, salvo as devidas proporções, nada ficou a dever ao Auto da Liberdade e ao Chuva de Balas, apresentados na vizinha cidade de Mossoró.

Além do ineditismo daquela apresentação, pois jamais havia se presenciado um espetáculo daquela grandeza em nossa cidade, surpreendeu-nos bastante a qualidade da encenação, uma vez que sabemos do curto espaço de tempo disponível e das gigantescas dificuldades encontradas pelos organizadores para a produção do primeiro auto na cidade de Apodi. Isso sem falar no fato de que o elenco foi formado basicamente por jovens estudantes apodienses sem qualquer experiência teatral.

Mas Alex, o nosso Júnior Costa e toda trupe mostrou que, quando são dados apoio e oportunidades, pode-se fazer bonito e, mais do que isso, pode-se descobrir grandes talentos que encontram-se escondidos ou adormecidos em nossa cidade.


É oportuno lembrar aqui que o AUTO DE SÃO JOÃO BATISTA não foi apenas uma mera apresentação teatral. Ele serviu muito mais do que se pode imaginar à primeira vista. Se analisarmos com um olhar mais apurado, veremos que aquela encenação proporcionou aos jovens envolvidos uma experiência ímpar que poderá mudar de vez os rumos de suas vidas. Se você acha que estou exagerando, procure conversar com alguns daqueles garotos sobre o que aprenderam e vivenciaram durante o período de produção da peça. Observe a forma como, hoje, após essa vivência, eles veem o teatro, a cultura, a vida. Depois venha aqui e me desminta, se não perceber em seus olhares e em suas falas um brilho insólito de alegria.

O auto proporcionou ainda à nossa comunidade conhecer com mais profundidade e de forma lúdica, a história do seu próprio padroeiro, pois certa estou de que muitos pouco conheciam sobre a real biografia de João Batista.


Afora isso, aquela primorosa peça teatral pôde comprovar o que o nosso pároco, Pe. Maciel Rodrigues, tanto defende, e eu concordo: uma festa de padroeiro para ser bonita, bem participativa e fazer sucesso não precisa de grandes bandas, muito menos de bebida alcoólica.

Apodi mostrou isso durante todos esses dias.

Ontem, quando olhei aquele público (mais de duas mil pessoas) ali, quieto, atento, com um ar de felicidade e contemplação ao assistir àquele espetáculo, tive certeza de que estamos no caminho certo. E é nele que devemos continuar. Afinal testemunhei em cada um daqueles rostos que o prazer e alegria que a arte proporciona, além de mais saudável, é muito mais intensa e duradoura do que a de qualquer droga, seja ela lícita ou ilícita.

Ao Pe. Maciel, meus parabéns pela organização da festa de São João.

A toda trupe do AUTO DE SÃO JOÃO BATISTA, minha admiração pelo magnífico trabalho que culminou com aquele belíssimo espetáculo.

Aos apoiadores (comércio, indústria, ONGs, poder público, imprensa e demais colaboradores) meu muito obrigada, por tornar noites como a de ontem uma realidade em nosso município.

Como plateia, aplaudo a todos. Como cidadã agradeço. Como educadora, fico imensamente feliz com as portas que se abrem para a cultura e a cidadania de nosso município.

Que este seja apenas o primeiro de muitos eventos no calendário cultural de nossa Apodi.

Copiado do Blog da Professorinha

Fotos: http://apodiariooblog.blogspot.com.br

Programação da Festa de São Pedro 2012

Vimos convidar-lhe para participar da nossa Festa de São Pedro 2012.
De 21 a 30 de junho de 2012.
Sítio Córrego, Apodi RN.
Tema: São Pedro, um olhar sobre a Juventude.

PROGRAMAÇÃO:
Dia 21 – QUINTA-FEIRA. Novena. Tema: Juventude, forte apelo de renovação – Mt 13, 44. Pregador: Cortêz - Irmão Ministro da Palavra.

Dia 22. SEXTA-FEIRA. Novena. Tema: Juventude, alegrai-vos sempre no Senhor – Fl 4, 1-4. Pregador: Josivan Alves, Irmão Ministro da Palavra.
Evento social: Apresentação do filme Cartas para Deus. No Centro Comunitário. Resp.: Equipe da Estação Digital.
Dia 23. SÁBADO. Novena. Tema: Juventude, ide e fazei discípulos entre todas as nações- Mt 28, 19. Pregador: Deivid Franklin – Seminarista
Evento social: Ensaio das quadrilhas

Dia 24. DOMINGO. Novena. Tema: Juventude e a sociedade moderna – Mt 19, 16-22. Pregador: Gilberto Leite - Irmão Ministro da Palavra.
Evento social: Quadrilhas

Dia 25. SEGUNDA-FEIRA. Novena. Tema: Jovens, vós sois os embaixadores de Cristo – ICor 12, 4-20. Pregador: Rogério de Paiva - Irmão Ministro da Palavra.
Evento social: Banda Arcanjos

Dia 26. TERÇA-FEIRA. Novena. Tema: Jovem, Cristo te chama- 1Sm 3, 1-21. Pregador: Luiz Paiva - Irmão Ministro da Palavra.
Evento social: Escolha da Garota Junina

Dia 27. QUARTA-FEIRA. Novena. Tema: Jovens, vós sois o presente jovem da Igreja – Lc 15, 11-32. Pregador: Pastoral da Pessoa Idosa.
Evento social: Banda Palavra Boa

Dia 28. QUINTA-FEIRA. Novena. Jovens, sentinelas do amanhã- Is 21, 1-11. Pregador: Jorge Tôrres - Irmão Ministro da Palavra.
Fogueira de São Pedro.

Dia 29. SEXTA-FEIRA. Novena. Juventude, adorem o Senhor – Mt 2, 2. Pregador: Pastoral do Batismo.
Ir deixar a imagem de São Pedro na Capela de São Francisco

Dia 30. SÁBADO. Procissão e Missa de encerramento com Padre Maciel.
Sorteio de brindes doados por devotos.
Todas as noites haverá barraca com comidas típicas.
Org. Comunidade de Córrego, Apodi RN.

Projeto de leitura "Era uma vez" da Escola Zenilda Gama

Monteiro Lobato, Emília, Dona Benta, Tia Anastácia, todo elenco do Sitio do Pica-pau (professores e alunos da escola fantasiados com personagens) e uma platéia atenta esteve presente hoje (22), na abertura do projeto de leitura “era uma vez...” que a escola Estadual Maria Zenilda Gama Torres irá desenvolver como um dos seus planos de metas para o ano letivo de 2012. As turmas do ensino fundamental de 6º ao 9º ano e da correção de Fluxo serão atendidas pelo projeto.


Pastor Welliton souza - Monteiro Lobato

Aluna Alana Monaliza 7º ano - Emília

Professoras Gedélia e Antonia - Dona Benta e Tia Anastácia

Alunos (as) atentos ao lançamento do projeto

Vice diretora Rosa Chaves e a Professora Maria de Jesus

Segundo a professora de Língua Portuguesa Maria de Jesus Câmara, umas das professoras que está à frente do projeto de leitura, o trabalho tem como um dos objetivos superar as deficiências de leitura e escrita dos educando, bem como elevar o nível de aprendizagem dos mesmos.
Toda turma do sítio do Pica-pau representada por funcionários e alunos

O projeto irá até o final do ano letivo e trata-se de um projeto interdisciplinar onde todas as disciplinas e professores estarão envolvidos. A vice-diretora Rosa Chaves informou que o projeto será também estendido aos alunos do ensino médio da escola, só que bem ao nível dos alunos. 
Diretora Aloma em um momento com os funcionários da escola

A Escola Zenilda Gama tem feito um esforço no sentido desenvolver um trabalho diferenciado que venha a cima de tudo de encontro a melhorias do processo ensino aprendizagem de sua clientela.

Copiado do Blog do Toinho

sábado, 23 de junho de 2012

Governança, inovação e sustentabilidade na gestão do Território da Cidadania Sertão do Apodi (RN)

Artigo: Governança, inovação e sustentabilidade na gestão do Território da Cidadania Sertão do Apodi (RN)
Artigo publicado sobre resultados do Projeto de pesquisa: Inovação, Diversidade e Sustentabilidade na Gestão de Territórios Rurais.
 
Autores: Emanoel Márcio Nunes, Thiago Ferreira Dias, Fátima de Lima Torres, Antonio Caubí Marcolino Torres e Francisco Barbosa Sobrinho.
 
Evento: V Encontro da Rede de Estudos Rurais
 
Publicação: 2012
 
Fonte do artigo: Google Docs

Envie seu artigo científico sobre Apodi para tudodeapodi@hotmail.com e postaremos no blog.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Blog Igreja Congregacional de Apodi

O blog Igreja Congregacional de Apodi, tem como objetivo levar aos e-leitores informações sobre a igreja e notícias do mundo cristão.
O blog ainda está em seus primeiros passos, contudo, contudo sua equipe deseja que com a ajuda dos visitantes possam melhorá-lo, para oferecer informações doutrinárias, apresentar sermões e manter os seguidores bem como o público em geral, informado a respeito das notícias do mundo cristão em todos os seus aspectos. 

Responsável: Pr. Joziran Vieira.
Email: joziran_vieira@hotmail.com.

Clique aqui para acessar:
iecapodi.blogspot.com
Informações enviadas por: Pr. Joziran Vieira.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Artigo Proposta de índice de qualidade de água para a Lagoa do Apodi, RN, Brasil - Jorge Filho

Artigo: Proposta de índice de qualidade de água para a Lagoa do Apodi, RN, Brasil.
Autores: Jorge Luis Oliveira Pinto Filho, Edna Guilherme dos Santos e Maria Juliana Jamille Barra Souza. 

Submetido em outubro/2011 e aceito em abril/2012.

Clique para ver ou baixar


Envie seu artigo científico para tudodeapodi@hotmail.com para publicação.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Cinema para Todos apresenta filme neste dia 22/06

Atenção: Sexta a noite (22/06/2012), tem o filme "Cartas Para Deus", no Centro comunitário NIA DOMO na comunidade do Sítio Córrego as 20:30 h.
Todos estão convidados!
 O evento faz parte da programação da festa de São Pedro 2012 e quem promove é o Cinema para Todos e a Estação Digital Espaço Virtual MIDEP Apodi/RN.







*Este filme foi programado para passar no dia 12/05, porém teve que ser reemarcado.

Agenda Arcanjus hoje no São João de Apodi


Fotos da EXPOFRUIT 2012 em Mossoró RN

Evento: Caravana da COOPAPI na EXPOFRUIT 2012
Data: 15 de junho de 2012
Local: Mossoró RN

domingo, 17 de junho de 2012

Fotos da Formação do Programa Conquista - Módulo I

Evento: Formação do Programa Conquista Módulo I
Data: 11 a 15 de junho de 2012
Local: Escola Estadual Edgar Barbosa - Natal RN.

Inscrições para o Sisu começam dia 18/06

Começa nessa segunda-feira, dia 18 de junho, as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre. Serão oferecidas 30.548 vagas em 56 instituições de ensino superior de todo o Brasil. O prazo se encerra no dia 22. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente pela internet.




Fonte: Veja

Convite a cantoria do ano

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Igreja de Cristo em Apodi

A Igreja de Cristo no Brasil teve início no Nordeste, na cidade de Mossoró (Rio Grande do Norte). Organizada em 13 de dezembro de 1932 por membros oriundos da Assembléia de Deus naquela mesma localidade, os quais voluntariamente entregaram suas credenciais de Ministros àquela igreja irmã, por motivos doutrinários.
Líderes iniciais
Pastores:
- Manoel Higino de Souza
- João Vicente de Queiroz
- Gumercindo Medeiros
- Eustáquio Lopes da Silva
Presbíteros:
- Cândido Barreto
- Tomaz Benvindo
Evangelistas:
- João Morais
- Domingos Barreto
- Francisco Alves
Todos os líderes organizadores encontram-se atualmente na glória do Senhor Jesus Cristo. O último pioneiro que permaneceu mais tempo entre nós, foi o Pr. João Vicente de Queiroz, que pastoreou a Igreja de Cristo em Fortaleza-CE., por longos anos, de 1946 a 1997, tendo passado a morar com o Senhor Jesus no dia 17 de agosto de 1997, com mais de 91 anos. 

O início
Houve uma divergência doutrinária entre os dois Missionários da Assembléia de Deus no Nordeste, Samuel Nysrtron e Gunnar Vingren, com respeito a salvação de graça por meio da fé, sem o concurso dos méritos próprios, e a segurança eterna do crente genuíno. A divergência foi evidenciada em algumas publicações, a qual se tornou tema de convenções.

Com essas publicações contraditórias acerda da doutrina da segurança e salvação eterna do crente genuíno, pela graça e pela fé em CRISTO JESUS, um grupo de irmãos elegeu o Pr. Manoel Higino de Souza, para fazer uma carta ao missionário Nils Kastberg, pedindo para marcar uma convenção aonde ele achasse melhor, afim de que estudassem esses pontos doutrinários, para que nenhum crente nosso viesse a errar quanto a essa doutrina.

Enviaram, então, uma carta solicitando a referida convenção, mas a resposta, que foi negativa, demorou a chegar. Então, combinaram com todos os irmãos que tinham o mesmo pensamento, para estudarem o assunto com profundidade na Bíblia, jejuarem e orarem em busca de uma resposta do Senhor Jesus, desde o dia 20 de maio de 1932 a 13 de dezembro de 1932. Neste momento chegou a resposta da carta negando a realização da convenção, contrariando a expectativa de todos, o missionário Nils Kastberg, disse “estar de acordo com os ensinos da salvação condicional, e quem estivesse aborrecido que saíssem para onde quisessem...”.

Diante desse impasse, e por não ter outra alternativa, todos os líderes acima mencionados, devolveram voluntariamente suas credenciais de Obreiros, à liderança da Assembléia de Deus, respectivamente de Pastores, Presbíteros e Evangelistas.

Assim sendo, no dia 13 de dezembro de 1932, tomaram a decisão histórica de definitivamente organizarem o trabalho da IGREJA DE CRISTO, em Mossoró-RN. Inicialmente a denominação surge com o nome de “Assembléia de Cristo” e em 1934 passou ao nome definitivo de Igreja de Cristo. Para não confundir a Igreja de Cristo que é o Seu corpo e Templo do Espírito Santo, com o prédio e a organização institucional, por revelação da Palavra de Deus, conforme Mc.11:17a; Is.56:7; At.17:24b, decidiram transcrever à frente dos prédios onde se reúnem, a expressão: CASA DE ORAÇÃO DA IGREJA DE CRISTO. 

O Desenvolvimento
Podemos dividir a história da Igreja de Cristo nos seguintes momentos:

1932-1960 (O Primeiro Amor)
Neste período a igreja vive uma grande motivação evangelizadora o que provocou um grande crescimento, abriram-se trabalhos em Apodi, Itáu, Caraúbas, entre outros.

Década 1970 (O Grande Avivamento)
Esse grande avivamento iniciou-se na Igreja de Cristo em Parque Araxá, Fortaleza - CE, na década de 70. Revolucionou a Igreja no Ceará e com grandes repercuções no Rio Grande do Norte, resultando calorosas reuniões de oração, curas, milagres, revestimento de poder e dons espirituais, surgindo vários trabalhos e novos obreiros. O grande fruto desse período foi a criação do Seminário da Igreja de Cristo na cidade de Fortaleza, que contribuiu com a formação de diversos obreiros.

Década de 1990
A Igreja tem vivido definições organizacionais internas, como projetos de apoio aos obreiros, projetos de missões e nova estrutura organizacional em nível nacional e regional.

Uma Igreja de vanguarda
A Igreja de Cristo foi uma igreja de vanguarda. Vanguarda é aquilo que está na dianteira do exército. A igreja por toda a sua história foi considerada uma igreja à frente de outras em seus ensinos e prática:
- Enquanto surgiam pelo Brasil diversas denominações pentecostais que defendiam a perseverança como condição para a salvação, a Igreja de Cristo foi o único grupo pentencostal que apontava para a obra eterna de Deus pela salvação e segurança do crente em Jesus. Afirma que se Deus que se Deus é eterno e sua obra também é, logo a salvação não pode jamais ser perdida (cf. Jo 10:28).
- O “Batismo com o Espírito Santo” era a regra geral entre todos os pentecostais que o batismo se dava como uma segunda bênção para o crente que falasse em línguas. A Igreja de Cristo, no entanto, foi o primeiro e único na época a defender que o crente recebe o batismo do Espírito Santo no momento da conversão (cf. Gl 3:5; Lc 24:49).
- A Igreja de Cristo teve acesso as mais diversas denominações, desde as chamadas tradicionais até as pentecostais. A Igreja de Cristo sempre desenvolveu o espírito de unidade do corpo de Cristo, nos mais diversos segmentos do protestantismo.
- A Igreja de Cristo também se destaca pelo fato de se ter iniciado no Nordeste brasileiro. Foi o primeiro grupo cristão que começou no Nordeste e se espalhou pelo Brasil.

A Igreja em Apodi está sob os cuidados pastorais do pastor David Marroque Teixeira, desde 1.991.
Casa de oração da Igreja de Cristo em Apodi
Fonte de pesquisa: http://icapodi.blogspot.com.br


sábado, 2 de junho de 2012

O monstro Labatut - da Chapada do Apodi

A Chapada do Apodi é uma formação montanhosa localizada na divisa dos estados do Rio Grande do Norte e Ceará.
No Rio Grande do Norte está distribuida em quetro municípios: Apodi, Baraúna, Felipe Guerra e Governador Dix-Sept Rosado. No Ceará abrange cinco municípios: Alto Santo, Jaguaruana, Limoeiro do Norte, Quixeré e Tabuleiro do Norte. E foi nessa região, no alto sertão nordestino, que um personagem da nossa história virou lenda de assombração.
General Pedro Labatut
Segundo Câmara Cascudo a lenda é uma reminiscência do militar francês Pedro Labatut, que em 1831 veio para o Ceará reprimir a Insurreição iniciada no sertão cearense, conhecida como a Revolta de Pinto Madeira. O movimento era uma reação às mudanças políticas causadas pela abdicação de D.Pedro I. Dizia-se que o general Labatut era extremamente violento e cruel. Fuzilou muitos negros e surrou muitas pretas. Em virtude da sua incontrolável crueldade acabou virando monstro na boca do povo.
O MONSTRO LABATUT
Martins de Vasconcelos, no seu livro "Histórias do sertão" escrito em 1918, relata o que ouviu do povo: "Labatut é um bicho pior que o lobisomem, pior que a burrinha, pior que a caipora, e mais terrível que o Cão-Coxo. Ele mora, como dizem os velhos, no fim do mundo, e todas as noites percorre as cidades para saciar a fome, porque ele vive eternamente esfaimado. Anda a pé. Os pés são redondos, as mãos compridas, os cabelos longos e assanhados, corpo cabeludo,como o porco espinho, só tem um olho na testa como os cíclopes da fábula e os dentes são como as presas do elefante! Ele gosta muito mais de meninos, porque são menos duro que os adultos! Ao sair a lua, ele que anda ligeiro, entrará pelas ruas num trote estugada, pairando às portas para ouvir quem fala, quem canta, quem assobia e quem ressonar alto e zás! Devorar!... Os cães dão sinal. latindo-lhe atrás!"


Fonte: http://papjerimum.blogspot.com.br

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Convite show de Louvor e Adoração em Lagoa Rasa amanhã


Você está sendo convidado(a) para um evento diferente, voltado a família, voltado a formação cristã...
São tantas festas regadas a drogas, cachaças e tantas outras coisas, que uma vez por outra temos que ter algo que nos oferte um momento com Deus, principalmente para nossa juventude, que cada dia mais caminha pra desgraça, e o que temos a oferecer é mais e mais opções para isso.


Genildo Cardoso - compositor

ANTONIO GENILDO CARDOSO, nasceu em 04 de março de 1970, filho de Francisco Cardoso e Maria Salizete Cardoso. 

Iniciou seus estudos no Sítio São Lourenço, Apodi RN onde morava de 1980 a 1984. Parou de estudar e retornou no Centro de Atenção Integral a Criança e ao Adolescente - CAIC de Apodi de 2004 a 2007. Concluiu o ensino médio em 2010 na Escola Gerson Lopes. 

É casado com Joana Monteiro e pai dos Luiz Jailton e Antonio Jadson. 

Iniciou sua vida profissional de locução na Rádio Cidade e trabalhou de 1998 a 2000. De 2001 a 2004 na Rádio Lagoa FM. Em 2005 trabalhou na Rádio Alternativa FM. Retornou a Rádio Cidade em 2006 onde trabalha até hoje. Está com o programa Forrozão da Cidade das 1600 às 18:00h. 

Ele fica triste pela inexistência de apoio e investimentos em politicas públicas para valorização da cultura e dos artistas locais. Agradece aos amigos que sempre o incentivam na sua profissão, aos empresários locais e a imprensa em geral. 

Já compôs 50 músicas, 4 delas nas vozes de Damião Moreira, Neno Gama, Henrique e Santiago, Forró da Veia. 

Lançou recentemente o cd Uma Grande paixão com as seguintes faixas. 
01 - A resposta da Carta 
02 - Amiga 
03 - Assuma que me ama 
04 - Locutor (part. Caline Vanuce) 
05 - Quebrar a Cara 
06 - Volte amor 
07 - Refaz o nosso amor 
08 - Não vai ser fácil 
09 - Te amo de verdade 
10 - Uma grande paixão 
11 - Taxista 
12 - Papudinho Apaixonado 
13 - Não desligue o telefone 
14 - Dona do meu coração 
15 - É tanta saudade 

Entre em contato com Genildo Cardoso para venda de cds e contatos para shows 
(84) 9113-1365 – claro e (84) 9625-7946 – tim