Pesquisar neste blog

domingo, 25 de julho de 2021

Livro Sabores, saberes e fazeres da Chapada do Apodi

No livro Sabores, saberes e fazeres da Chapada do Apodi, os autores nos convidam a saborear um banquete imaginário, gustativo e culinário pelo estilo alimentar da população de Apodi, Caraúbas, Felipe Guerra, Governador Dix-Sept Rosado. Aromas, sabores e temperos podem ser “degustados” estética e imageticamente por meio de um texto descritivo, poético, encantador e apaixonado, preparado com carinho, esmero, sabedoria e dedicação. Um passeio gostoso por práticas e hábitos alimentares reveladores de modos de vida singulares, em que saberes e fazeres herdados de gerações anteriores são transmitidos e significados no seio da família e entre pessoas conhecidas como referências culturas para essa população. 

Baixar ou ler o livro neste link

sexta-feira, 2 de abril de 2021

Brasil Total 2003 - Paixão de Cristo no Sìtio do Góis

O Ano era 2003. O sítio do Góis estava sendo destaque a nível nacional e internacional através da emissora Tv Globo. Acompanhe, A Paixão de Cristo contada e encenada pelos moradores do Polo Góis.

Um grupo de assentados de uma comunidade rural, no alto oeste potiguar, mostra que o teatro pode existir até em lugares distantes dos centros urbanos. Agricultores, vaqueiros, artesãos e donas de casa, fazem teatro em pleno sertão. Todos da comunidade do sítio do Góis (300km de Natal) participam do espetáculo. 
Direção Denise Azevedo, Roteiro Geider Henrique Xavier e Kátia Campos, Produção: Glácia Marillac e Buca Dantas 
Foi ao ar em 2003.

Copiado do Canal Brasil Total RN

terça-feira, 23 de março de 2021

Apodi:186 anos de emancipação política - vídeos

Hoje (23) o município de Apodi /RN completa seus 186 anos de emancipação política. Veja a homenagem feita pela prefeitura através desses vídeos que emocionam a todos os apodienses.

Vídeo 01


Vídeo 02


Os vídeos são de parceria:
✔️Secretaria de Educação 
✔️Secretaria de Esporte e Turismo 
✔️Secretaria de Assistência e Mulher 

Com a ideia do  Projeto Quintas da Cultura

sexta-feira, 12 de março de 2021

Convite Live 15 anos da AAPOL


A AAPOL – Academia Apodiense de Letras sob a coordenação da sua Presidente Vilmaci Viana (Vivi), irá comemorar antecipadamente os 186 anos de emancipação política da cidade de Apodi e os 15 anos da AAPOL, no dia 22 de março às 17 horas na sede da AAPOL localizada na Rua Padre Jonas Magno Pinto, 145 – Centro (Beco da Cultura), com a seguinte programação cultural (on-line), através do Instagram da jornalista Leylla Carla @leyllacarlads - Live “15 anos AAPOL”:

• Inauguração do “Beco da Cultura de Apodi” EM FRENTE A ESCOLA FERREIRA PINTO.
• Exposição do memorial em Banner do Ex-Prefeito Valdemiro Pedro Viana
• Exposição de artes plásticas “Apodi dos Encantos” Artistas: Marcos Leite, Talles Silva e Lizanias
• Exposição do acervo do Museu do Livro de Apodi
• Apresentação do Sarau Lítero Musical com o cordelista Janailson Cardoso e os poetas e poetisas da Academia Apodiense de Letras


...............................................................
Contato: Vilmaci Viana (Vivi) (84) 9.9687-4555
(Toda programação seguirá o protocolo estabelecido pela OMS – Organização Mundial de Saúde).

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Monografia sobre José Martins de Vasconselos: um poeta no Jornalismo impresso


Mário Gerson Fernandes de Oliveira, em 2013, apresentou a Monografia José Martins de Vasconselos: um poeta no Jornalismo impresso ao Departamento de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN como requisito parcial para a conclusão e obtenção do grau de Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo.


José Martins de Vasconcelos nasceu a 11 de novembro de 1874, no município de Apodi/RN e faleceu em Mossoró-RN, em 22 de dezembro de 1947. Era considerado um entusiasta da Literatura e do Jornalismo.

domingo, 17 de janeiro de 2021

Associação de Córrego elege nova diretoria

Na manhã de hoje (17), os sócios da Associação de Mini Produtores de Córrego e Sítios Reunidos - AMPC, realizaram hoje eleição e posse da nova diretoria para o mandato 2021/2022.  A eleição seguiu os protocolos de segurança em virtude da pandemia da Covid-19. 

Veja a relação dos diretores eleitos:
Presidenta: Irenilde Oliveira de Sousa 
Vice-presidenta: Rita Maria Neta 
1° tesoureiro: Vicente Benigno Neto 
2° tesoureiro: Francisco Edson da Silva 
1ª Secretária, Clarisse de Oliveira Torres 
2ª secretária: Ronimeire Torres da Silva 

Foram eleitos também o conselho fiscal efetivo: 
Isaac Wallacy de Sousa 
Rita Tôrres de Lima Silva 
Reginaldo Câmara da Costa 

Suplentes: 
Antonia Zilma da Silva 
Antonio Deuzimar Marcolino 
Maria da Saúde Gomes Pinto 

A missão da diretoria da AMPC de Córrego nesse tempos difíceis de pandemia é continuar o trabalho coletivos em defesa dos moradores da região da Areia de Apodi. A associação funciona desde o ano de 1991 e tem em sua trajetória um conjunto de ações em defesa dos agricultores familiares. 

Parabéns e boa sorte a nova direção! 

Diretoria eleita




Ex-presidente Vicente entregando documentação da AMPC a nova gestora Irenilde.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Carnaval de 2021 de Apodi é cancelado em virtude da pandemia da Covid- 19

Através de uma entrevista coletiva a imprensa local na noite de ontem, (13), o prefeito do Apodi Alan Silveira anunciou o cancelamento do carnaval de rua 2021. O anuncio foi feito face a pandemia que persiste e atinge uma segunda onda de cunho quase igual a primeira onda. 

O prefeito Alan Anunciou que devido ao grande fluxo de pessoas que frequentam um dos maiores carnavais de rua do estado, não será viável a realização do carnaval 2021. “O carnaval de rua de Apodi triplica o número de habitantes durante os dias de folia e como ainda as pessoas não estão imunizadas, não temos como controlar uma situação assim”, disse. “Assim, torna-se uma atitude plausível não realizarmos o carnaval esse ano”, comentou. “A primeira etapa da vacinação, contemplara pessoas idosas e não atingirá a população que participa ativamente do carnaval, portanto inviável a realização do carnaval", informou. 

O carnaval de Apodi, se constituiu num dos maiores carnavais de rua do estado e ganhou uma notoriedade que perpassa outros estados. Assim, muitos foliões de outros estados vêm brincar em Apodi. O carnaval tornou-se uma grande fonte de renda para o município. Num entanto, o prefeito Alan disse que o próximo ano, com todo mundo imunizado, um dos maiores carnavais de rua estará de volta. 

Dessa forma, em uma atitude louvável e de respeito a vida, o prefeito Alan Silveira, juntamente com sua equipe informa que o carnaval de rua esse ano está cancelado.

Matéria copiada do blog do professor Toinho

Lei de criação do distrito de Córrego, Apodi /RN

O distrito de Córrego, Apodi /RN, foi criado através da lei 1132/2017 na gestão do prefeito Alan Alan Jefferson da Silveira Pinto. O projeto de lei foi de autoria da vereadora Soneth Ferreira.
 

LEI MUNICIPAL Nº 1132/2017 28 DE ABRIL DE 2017
Cria o Distrito de Córrego e dá outras providências.

O PREFEITO MUNICIPAL DE APODI-RN faz saber, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo Art. 66 inciso IV da Lei Orgânica, e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º - Em consonância com o art. 21, da Lei Complementar Estadual nº 102/92, fica criado o distrito de Córrego, constituído de núcleo urbano e rural, já existente naquela localidade.

Art. 2º - O Núcleo Urbano do Distrito de Córrego, submeter-se-á as normas disciplinares importas à Administração Urbana da Sede do Município.

Art. 3º - Caberá ao Prefeito Municipal, através de ato regulamentar, estabelecer normas de implantação e funcionamento da administração do Distrito.

Art. 4º - Caberá ainda ao Prefeito Municipal, regulamentar a delimitação do território do distrito, fixando os seus limites, descrevendo-os integralmente, trecho a trecho e indicando os acidentes geográficos.

Art. 5º - Fica estabelecido o prazo de 18 (dezoito) meses para o Executivo Municipal implantar, oficialmente, o distrito como subdivisão, administrativa do município.

Art. 6º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Gabinete do Prefeito Municipal em Apodi/RN, em 28 de abril de 2017

Alan Jefferson da Silveira Pinto
Prefeito Municipal

Luciano Marcos Diógenes de Moura
Secretário de Administração e Planejamento Portaria nº 00131/2017

quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Lei de criação do Distrito de Soledade, Apodi /RN

O Distrito de Soledade foi criado através da lei 284/97 na gestão do Prefeito Evandro Marinho de Paiva. 

LEI Nº 284/97 De 03 de novembro de 1997
Cria o Descrito de Soledade e dá outras providências.

O PREFEITO MUNICIPAL DE APODI/RN. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 10 – Em consonância com o art. 21, da lei Complementar Estadual nº 102/92, fica criado o Distrito de Soledade, constituído de núcleo urbano e Rural, já existentes naquela localidade.

Art. 2º - O Núcleo Urbano do Distrito de Soledade, submeter-se-á as normas disciplinares impostas à Administração Urbana da Sede do Município

Art. 3º - Caberá ao Prefeito Municipal, através de ato regulamentar, estabelecer normas de implantação e funcionamento da administração do Distrito.

Art. 4º - Caberá ainda ao Prefeito Municipal, regulamentar a integralmente, trecho a trecho e indicando os acidentes geográficos.

Art. 5º - Fica estabelecido o prazo de 18 (dezoito) meses para o Executivo Municipal implantar, oficialmente, o Distrito como subdivisão administrativa do município;

Art. 6º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 7º - Revogam-se as disposições em contrário.

Palácio Francisco Pinto, em Apodi – RN, em 03 de novembro de 1997.

Evandro Marinho de Paiva 
Prefeito Municipal

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Impostômetro

 Veja quando já foi arrecadado de impostos esse ano no nosso município! 

Lei de criação do Distrito de Melancias, Apodi/RN

Distrito de Melancias foi criado através da Lei Nº 275/97 De 05 de junho de 1997, no mandato do prefeito Evandro Marinho de Paiva. Veja a lei de criação 

LEI Nº 275/97 De 05 de junho de 1997 
Cria o Distrito de Melancias e dá outras providências. 


O PREFEITO MUNICIPAL DE APODI/RN. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: 

Art. 10 – Em consonância com o art. 21, da lei Complementar Estadual nº 102/92, fica criado o Distrito de Soledade, constituído de núcleo urbano e Rural, já existentes naquela localidade. 

Art. 2º - O Núcleo Urbano do Distrito de Melancias, submeter-se-á as normas disciplinares impostas à Administração Urbana da Sede do Município 

Art. 3º - Caberá ao Prefeito Municipal, através de ato regulamentar, estabelecer normas de implantação e funcionamento da administração do Distrito. 

Art. 4º - Caberá ainda ao Prefeito Municipal, regulamentar a delimitação do território do distrito, fixando os seus limites, descrevendo-os integralmente, trecho a trecho e indicando os acidentes geográficos. 

Art. 5º - Fica estabelecido o prazo de 18 (dezoito) meses para o Executivo Municipal implantar, oficialmente, o Distrito como subdivisão administrativa do município; 

Art. 6º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. 

Art. 7º - Revogam-se as disposições em contrário. 

Palácio Francisco Pinto, em Apodi – RN, em 05 de junho de 1997. 

Evandro Marinho de Paiva 
Prefeito Municipal 

domingo, 10 de janeiro de 2021

Secretários municipais de Apodi - janeiro 2021

Ariana Cinthia Dantas de Paiva, Secretária Municipal de Administração e Planejamento. Portaria 01/2021. 

Luciano Marcos Diógenes de Moura, Secretário chefe do Gabinete do Prefeito. Portaria 02/2021. 

Juniano Marquezan de Almeida Morais, Secretário Municipal Tributação e Finanças. da Secretaria Municipal de Tributação E Finanças – SEMTF. Portaria 03/2021. 

Elthon Rosemberg Silveira de Souza, Secretário Municipal de Agricultura Recursos Hídricos Meio Ambiente e Pesca. Portaria 04/2021. 

Itamara Isis Silveira de Sena, Secretária Municipal de Desenvolvimento Assistência Social, Mulher e Igualdade Racial Social. Portaria 05/2021. 

Luis Sabino da Costa Neto, Secretário Municipal de Saúde. Portaria 06/2021. 

Francisco Elmo Alves Torres, Secretário Municipal de Educação e Cultura. Portaria 07/2021. 

Elison Mayard Costa de Lima, Secretário Municipal de Turismo, Juventude Esporte e Lazer. Portaria 08/2021. 

Alan de Melo Rodrigues, Secretário Municipal de Urbanismo Transporte Obras e Serviços Urbanos. Portaria 09/2021. 

Alan Costa Fernandes, Controlador Geral do Município. Portaria 10/2021. 

Francisco das Chagas da Silva, Tesoureiro. Portaria 11/2021.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

2020 - vereadores eleitos em 15 de novembro

1º Railton Diógenes (MDB) - 1.500 votos - 6,48%
2º Filipe da Saúde (PL) - 1.433 votos - 6,19%
3º Junior Carlos (PSB) - 1.217 votos - 5,26%
4º Charton Rego (MDB) - 1.121 votos - 4,84%
5º Ednarte Silveira (MDB) - 1.092 votos - 4,72%
6º Laete (MDB) - 978 votos - 4,23%
7º Adailton Targino (MDB) - 929 votos - 4,01%
8º Gilvan Alves (Republicanos) - 904 votos - 3,91%
9º Andreazo Alves (PL) - 869 votos - 3,76%
10º Júnior Souza (MDB) - 697 votos - 3,01%
11º Carlin de Dandao (PSB) - 656 votos - 2,84%
12º Ângelo de Dagmar (Solidariedade) - 631 votos - 2,73%
13º Alexandre Bevenuto (PT) - 565 votos - 2,44%

2016 Vereadores eleitos em 02 de outubro

1º  Junior Carlos - PSB- 1553 votos
2º  Soneth Ferreira - PP -  1507 votos
3º  Gilvan Alves - PT do B - 1377 votos
4º  Laete - PTN - 1185 votos
5º  Genivan Varela - PC do B - 1070 votos
6º  Charton Rêgo - PT do B - 1065 votos
7º  Bebé Gama - PT do B - 984 votos
8º  Paulo de Telecio - PSD - 931 votos
9º  Chico de Marinete - PC do B - 895 votos
10º Andreazo Alves - PSDB - 865 votos
11º Junior Souza - PMDB - 856 votos
13º Costinha - PSDC - 814 votos

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Nota de pesar: AAPOL emite nota de pesar pelo falecimento de Sêu Lalá

A academia Apodiense de Letras com muito pesar informa o falecimento do confrade Alaires de Freitas Dias.

O Mestre Lalá.Na África, quando se perde uma pessoa assim como o Mestre Lalá, [se queima, pois a cremação é costume por lá], se diz que se perdeu uma biblioteca inteira pelo tanto de literatura oral que um Mestre leva consigo.

Creio que em tempo oportuno, a AAPOL possibilitou a Lalá uma convivência pelo justo reconhecimento. Que a sua memória de fato se imortalize por nós e os q virão. Aos familiares e confrades nossos sentimentos, Deus esteja.

Nossas condolências a família
Academia Apodiense de Letras

domingo, 22 de novembro de 2020

FACUC 2020 terá Sarau Alumiar com Dionízio do Apodi, Renata Soraya e convidados(as)

 

Será uma noite linda, com uma programação cheia de gente belíssima para fazermos a travessia desse momento com muita poesia. Será dia 27, às 20h. o ALUMIAR - o sarau da gente, Edição Especial da FACUC Córrego. Todos convidados! Vai ser massa!

Dionízio e Renata já realizam esse sarau que junta artistas de várias freguesias e vem mais uma vez nessa parceria abrilhantar nossa feira

Se você quiser receber o certificado de participação no evento clique no link para se inscrever:

Clique no link abaixo e ative o sininho para ser lembrado pelo YouTube no dia e horas marcados

sábado, 21 de novembro de 2020

Deusinha poetisa, através de rima, te convida pra FACUC 2020

A FACUC nota mil 
Nosso povo já espera 
Uma expectativa gera 
Em torno desse Brasil 
Comunidade gentil 
É esta do meu lugar 
Você pode comprovar 
Assistindo a nossa feira 
Não estou de brincadeira 
Só quero lhe convidar. 

Cultura modo de ser 
Nesses tempos atuais 
Atividades legais 
Você não pode perder 
No canal vá se inscrever 
De sua casa, assistir 
Dá like, se divertir 
Comentar, compartilhar 
Que a FACUC vai deixar 
O povo todo a sorrir. 

Inicia na verdade 
Esta feira, meu povão 
Palestra: Preservação 
Da Biodiversidade 
Parceiros com humildade 
De entidades de valor 
Sérgio Santos, consultor 
Reginaldo e comitiva 
Da COOPAPI, na ativa 
E a L'occitane à favor 

Do SEBRAE vem o analista 
Somos um povo de sorte 
O Franco Ramos, bem forte 
Mediador realista 
A palestrante é artista 
Diz: Como impulsionar 
Suas vendas e aumentar 
A presença digital 
Júlia Viana, legal 
Dar palestra de encantar. 

Nosso mestre em capoeira 
Seu nome: Paulo do Vale 
Ele quer que você fale 
Nessa arte que é de primeira 
Necessária e verdadeira 
E Eduardo tem valor 
Vem sendo mediador 
Desta live neste dia 
Em tempos de pandemia 
A dança, transmite amor. 

Vai também ter inspeção 
De produtos, que legal 
Que é de origem animal 
Terá nesta região 
Ronimeire, em ação 
Que também faz parceria 
Doutora em agronomia. 
Será extraordinário 
Polastry veterinário 
Fará palestra do dia. 

De prevenção e resposta 
A tal urgência obstetrícia 
Não é coisa fictícia 
Pois o palestrante aposta 
Dessa parte o povo gosta 
Ruiter Almeida enfermeiro 
No comando, o companheiro 
Wbiraci, que amor tem 
Colabora com o bem 
Core Resgate, parceiro. 

Tem o Sarau Alumiar 
Que já é sucesso aqui 
Dionízio do Apodi 
Que vem nos apresentar 
A live espetacular 
Com a Renata Soraya 
Fixe na tela, não saia 
Relaxe em casa, à vontade 
Pra falar da ansiedade 
Vem Janne! Que é sua praia. 

Vem Raérica Soares 
É mediadora e atriz 
Na enfermagem é feliz 
Transmite paz pelos ares 
Com Janne formando os pares 
Que tem o astral lá em cima 
Já finalizando a rima 
Ainda tenho que citar 
Quem vem para arrebentar 
Cantando, é Renário Lima. 

10 
Cultura é transformação 
Aqui tem diversidade 
A nossa comunidade 
Com amor no coração 
Convida a população 
Pra assistir, participar 
De casa pode mandar 
Comentário por aqui 
Para o coordenador 
Que tem o nome: Caubi 

Autora da Rima: 
DEUSINHA POETISA. 
CÓRREGO APODI-RN 

Mais informações sobre a FACUC 2020: abre.ai/facuc

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

FACUC 2020 realiza palestra sobre prevenções e respostas às urgências obstetrícias


Uma mulher grávida inspira cuidados. É uma fase delicada na vida da mulher, ela precisa se cuidar, levar uma vida saudável, comer bem, tudo para garantir a saúde dela e do bebê. Mas se uma mulher grávida passal mal, desmaiar ou cair, você sabe o que fazer? 

SAIBA COMO AJUDAR E QUE CUIDADOS SE DEVE TER EM SITUAÇÕES DE URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS OBSTETRÍCAS.

Mediador: 
Wbiraci Cabral Mediador

Formação em bombeiro profissional civil em 2014 Idealizador e coordenador de projetos sócio educativos de PREVENÇÃO E RESPOSTAS AS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS desde de 2015 


Ruiter Almeida
enfermeiro graduado pela faculdade enfermagem nova esperança de Mossoró FACE E/FAMENE. Especialização em urgência e emergência especialização em Obstetrícia.

A palestra ocorre no dia 27 de novembro, as 15 horas no canal do YouTube

Inscrições: abre.ai/facuc

Aproveite e já clique no link da live e ative o sinhinho para ser lembrado no dia e hora do evento:


FACUC 2020 traz palestra sobre inspeção de produtos de origem animal com Pollastry Diógenes

 


A inspeção de produtos de origem animal está orientada para a preservação da saúde pública, através da inocuidade alimentar e para a defesa do consumidor, assegurando a integridade dos produtos. Nesta perspectiva, a FACUC 2020 traz uma palestra/live, mediada pela doutora em agronomia Ronimeire Torres que conta com o médico veterinário Pollastry Diógenes que estará abordando a temática. 

Data e horário
27/11/2020, sexta-feira, às 09h. 
Link de inscrição: abre.ai/facuc2020
Aproveite e já acesse o link da palestra/live abaixo e ative o sininho para ser avisado pelo YouTube no dia e hora do evento:https://www.youtube.com/watch?v=1F7mTFjUVUc  

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Noite de 26 de novembro tem live sobre capoeira com mestre Paulo do Vale na FACUC 2020




Nesta live será tratada um pouco sobre os praticantes do esporte, nosso amor, nossa cultura, nosso patrimônio histórico, nossa capoeira.

Conversaremos com o nosso mestre Paulo Sérgio do Vale, "mestre Paulo do Vale"

Data e horário
26/11/2020, às 20h

Inscreva-se no evento para receber certificado: 

Assistir a live no link abaixo. Aproveite e já ative o sininho para ser lembrado na hora do evento: 





SEBRAE-RN realiza palestra na FACUC 2020 sobre como vender mais nas plataformas digitais



Quer ficar por dentro dos principais conteúdos que englobam o meio digital e saber as estratégias para vender mais na internet? Então não perca nosso encontro na VIII FEIRA DE ARTE E CULTURA DE CÓRREGO. O SEBRAE/RN irá trazer e debater alguns conteúdos bastante pertinentes, como: e-commerce, impulsionamento nas redes sociais, presença digital, ferramentas digitais e muito mais!

Franco Marinho Ramos - analista do SEBRAE/RN, Escritório Regional do Oeste.

Formado em Engenharia Agronômica pela ESAM, com Especialização em Agribusiness pelo PENSA / UFPB. Analista do SEBRAE/RN, Escritório Regional do Médio Oeste, em Mossoró. Gestor do Projeto de Fruticultura do SEBRAE/RN.

Julia Viana - palestrante

Técnica em Redes de Computadores pelo Instituto Metrópole Digital (UFRN) e formada em Gestão da Tecnologia da Informação pela Universidade Potiguar, já trabalhou nas empresas Alesat Combustíveis, Arena Society e Walt Disney World. Atuou durante 1 ano como Trainee da Unidade de Inovação e Tecnologia do Sebrae RN, aonde era uma das responsáveis pela curadoria do SEBRAELAB, espaço de coworking que visa o fomento de inovação e criatividade dentro de empresas, e atualmente faz parte da equipe do Escritório Regional de Mossoró dando apoio ao desenvolvimento da gestão das empresas da região Oeste do RN


Data da palestra: 27/11/2020
Hora: 15h

Link para inscrições na palestra: abre.ai/facuc2020

Link para assistir a palestra: Aproveite e ative o sininho para ser lembrado no dia

Mande esse link para alguém que você gosta! 

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

COOPAPI e empresa francesa de cosméticos palestram na VIII FACUC dia 26

 Na VIII edição da Feira de Arte e Cultura de Córrego - FACUC 2020 a Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável - COOPAPI e a L’occitane Bresil apresentam uma palestra/live. O evento ocorre no dia 26 de novembro, às 09 horas e tem o objetivo de compartilhar o resultado de parceria realizada entre as duas empresas em um trabalho feito com material genético (bagre de caju) de produtores locais com foco na preservação da biodiversidade, geração de renda e tecnologia social, para fabricação de produtos cosméticos da  marca francesa.


A l’occitane Bresil e COOPAPI tem uma parceria de produção de perfumes a partir do material genético do caju produzido pelos cooperados!  

A l’occitane Bresil
Foi a paixão pela Provence, no sul da França, sua natureza e suas histórias que inspiraram Olivier Baussan na criação da L’occitane en Provence, em 1976.

Uma marca que transmite o estilo de vida do Mediterrâneo e as tradições provençais em produtos de alta-qualidade, para cuidados corporais e fragrâncias elaboradas com ingredientes naturais e emblemáticos da região.

Com esse olhar curioso e apaixonado, Olivier Baussan encontrou no Brasil um lugar em que a diversidade da natureza e a paixão por viver são encantadoras. Um país que inspirou o nascimento de uma nova marca, feita no Brasil: L’Occitane au Brésil.

Mais informações

Aproveite e já ative o lembrete da palestra clicando no link abaixo para não perder nada do evento! 


Programação da VIII FACUC edição 2020

 

A equipe da Feira de Arte e Cultura de Córrego divulga programação do evento. Todas as atividades serão onlines e você participa de casa através do canal da FACUC Córrego no YouTube.

PROGRAMAÇÃO

26/11/2020 - QUINTA-FEIRA 
08:00h Abertura: 
09h.: Palestra: Preservação da Biodiversidade: Resultados da parceria L’occitane Bresil e COOPAPI 
Palestrantes: Sérgio Santos – Consultor L’occitane Bresil 
Reginaldo Câmara – presidente da Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável – COOPAPI. 
15h.: Palestra: Como impulsionar suas vendas aumentando sua presença digital 
Franco Ramos - analista do SEBRAE RN 
Júlia Roberta Viana - trainee do SEBRAE/RN 
19h.: Live: Prática de capoeira em tempos de pandemia 
Mediador: Carlos Eduardo aluno de capoeira 
Palestrante: Mestre de capoeira Paulo do Vale 

27/11/2020 - SEXTA-FEIRA
09h – Palestra: Inspeção de Produtos de Origem Animal 
Palestrante: Pollastry Diógenes - Médico veterinário 
Mediadora: Ronimeire Torres – dra em Agronomia 
15h.: Palestra: Prevenções e Respostas às Urgências Obstetrícias. 
Palestrante: Ruiter Almeida - enfermeiro 
Mediador: Wbiraci Cabral – Bombeiro Civil - Colaboradores do Bem / Core Resgate 
20h.: Sarau Alumiar Especial da FACUC com Dionízio do Apodi, Renata Soraya e convidados(as) 

28/11/2020 - SÁBADO 
15h.: Palestra: Ansiedade em tempos de pandemia 
Palestrante: Janne Dias - psicóloga 
Mediadora: Raérica Soares - técnica em enfermagem e atriz 
20h: Live Delivery com Renário Lima – artista da terra 

29/11/2020 - DOMINGO
09h. Encerramento. Música ao vivo 

Mais informações: Acesse o site e inscreva-se no evento para acompanhar as atividades!

sexta-feira, 9 de outubro de 2020

Tese de Eleneide Gurgel: Diversidade genética e qualidade de fruto de Cereus jamacaru (Cactaceae)

Tese: Diversidade genética e qualidade de fruto de Cereus jamacaru (Cactaceae)
Autor(a): Eleneide Pinto Gurgel
Programa: Pós-Graduação em Fitotecnia 
Instituição: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
Publicação: 2020
Fonte do artigo: Envio da autora


Resumo:
O mandacaru (Cereus jamacaru DC.), é uma cactácea nativa do bioma Caatinga, considerada uma planta de grande importância para a população do semiárido, pois, seus frutos são utilizados na alimentação humana e animal. No entanto, essa espécie ainda é subexplorada, principalmente pela ausência de uma cultivar que reúna características agronômicas desejadas. Portanto, o objetivo deste trabalho foi estudar a diversidade genética de C. jamacaru utilizando descritores morfológicos e moleculares da planta, e físico-químicos de seus frutos, bem como a caracterização pós-colheita de seus frutos. Foram utilizados 30 genótipos de mandacaru, coletados em três municípios potiguares, Apodi, Patú e Upanema. Foi observada diversidade genotípica e fenotípica entre os genótipos estudados, o que mostra que os caracteres morfológicos da planta e físico-químico dos frutos estão sofrendo plasticidade de acordo com as características ambientais a que estão expostas. Os frutos provenientes da população de Apodi-RN são maiores. Os frutos coletados em Patú-RN exibiram coloração de casca mais intensa, e tem os maiores teores de compostos bioativos e atividade antioxidante. Os frutos colhidos na população de Upanema apresentaram maior doçura. O descritor de maior importância para a divergência fenotípica foi o peso médio dos frutos. Os genótipos AP-06 e UP-01 por apresentarem maior distância genética podem ser utilizados em futuros cruzamentos que visem o melhoramento genético da espécie.



quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Tese de Janduí Evangelista: A relação entre música e felicidade em Santo Agostinho

Tese: A relação entre música e felicidade em Santo Agostinho 
Autor(a): Janduí Evangelista de Oliveira 
Programa: Integrado de Doutorado em Filosofia 
Instituição: Universidade Federal da Paraíba 
Publicação: 2019 
Fonte do artigo: envio do autor


Resumo:
O emprego da música na busca da felicidade não é privilégio de nossa época, onde estão em moda as chamadas musicoterapias com vista ao bem-estar do homem frente ao mal-estar da complexa sociedade pós-moderna. Ao contrário do que se possa supor, essas duas temáticas estão presentes nas investigações filosóficas desde o nascimento da filosofia. Nesse sentido, em Atenas, encontram-se as primeiras apologias da felicidade, dissociada do mundo sensível e inteiramente relacionada à boa vida da alma. Igualmente, enquanto componente curricular da educação grega, a música exercia um papel de grande relevância, pois suas conexões com outros campos do saber ultrapassam o sentido comum do que se costuma entender por música, isto é, como um fenômeno audível, que pode ser percebido sensorialmente. Contudo, apesar de estarem presentes nas investigações filosóficas, a música e a felicidade sempre foram tratadas isoladamente, independentes e praticamente sem nenhuma vinculação. Em vista disso, decorre o erro de se compreender a música apenas como um produto destinado ao lazer, o que implica na compreensão de uma felicidade desconectada da interioridade humana. Esse tipo de abordagem da música e da felicidade como coisas desconexas, se estendeu também pela Idade Média com algumas variações, conforme discutiremos a seguir, quando tratarmos do pensamento de Santo Agostinho. Para tanto, apresentaremos as principais raízes filosóficas do pensamento greco-romano, que inspirou Agostinho e ao mesmo tempo, exporemos suas particularidades no tocante a estas questões. Assim, ao lermos aquilo que o Bispo de Hipona abordou no conjunto geral de sua obra sobre a música e a felicidade, é digno notar que ele procurou que seria evitar admitir aquilo que, para ele, foi um grande equívoco das investigações anteriores, o de defender que a verdadeira felicidade dependeria exclusivamente do esforço pessoal de cada um, à medida que para ser feliz bastava tão somente viver em conformidade com a razão. E por outro lado, evitou limitar o valor da música somente à ciência da boa modulação e por isso procurou moderar o prazer sensível em função dos prazeres espirituais. Com isso, a música é elevada à categoria de uma fruíção transcendente e suprassensível, ponto de encontro do humano com o divino, fonte da verdadeira felicidade. Portanto, nota-se a existência da convergência entre a música e a felicidade, uma vez que, se a verdadeira felicidade está ao alcance do Sumo Bem, que em última instância é Deus, a verdadeira música é aquela que favorece a ascensão ao Sumo Bem. Logo, a música estabelece uma harmoniosa ponte entre a beleza sensível e a Beleza Suprema e Criadora, fonte da autêntica felicidade. Porém, a investigação da influência da música sobre a felicidade não é fácil, pois tem-se intensificado em nossos dias a oferta desmedida e uma procura desenfreada por felicidade, assim como, a produção e consumo da música entendida apenas como um elemento voltado para as paixões humanas. Por essa razão, defendemos que o hábito de ouvir uma boa música contribui efetivamente, para a conquista da felicidade, sobretudo, porque a música que habitualmente ouvimos, tende a representar traços importantes da nossa personalidade, ideias e princípios morais. Com isso, esperamos desenvolver a sensibilidade do nosso leitor, à fim de criar nele o hábito de ouvir música com mais cuidado.  Primeiramente, porque a música não é um simples aglomerado de sons; ela tem um ritmo e, ao mesmo tempo, coesão e harmonia; possui uma estrutura e uma profundidade própria, que pode ser posta a serviço da felicidade humana. Para tanto, se faz necessário mostrar, de fato, o que é a felicidade e a música para Santo Agostinho e depois trabalhar os aspectos, que nos permite mostrar a relação existente entre elas.

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Tese de Ady Canário: Conexões de Saberes na UFERSA: uma análise das práticas discursivas inclusivas de estudantes

Tese: Conexões de Saberes na UFERSA: uma análise das práticas discursivas inclusivas de estudantes 
Autor(a): Ady Canário de Souza Estevão 
Programa: Pós-Graduação em Estudos da Linguagem 
Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Norte 
Publicação: 2015 
Fonte do artigo: UFRN 


Resumo: 
Este trabalho tem por objetivo investigar as práticas discursivas inclusivas dos estudantes habitantes do programa conexões de saberes em uma universidade pública. A pesquisa situa-se no âmbito da linguística aplicada, área do conhecimento que toma como foco a linguagem sob o olhar interdisciplinar e constitui-se por um corpus composto pelo perfil, memoriais e entrevista coletiva. Essa investigação, no campo das humanidades, tomou a perspectiva teórica da análise do discurso francesa, a partir dos postulados de Michel Pêcheux sobre discurso, interdiscurso, memória discursiva e produção de sentido, entrecruzando com os estudos educacionais e sociais sobre as políticas públicas de ações afirmativas. Compreendendo a linguagem como uma prática discursiva, a análise do discurso revelou efeitos de sentido na construção de saberes e fazeres dos estudantes oriundos de espaços populares impactados pelo programa. Conclui-se que o discurso dos estudantes produz uma discursividade inscrita em enunciados sobre as vivências, trajetórias e experiências quanto ao acesso e permanência na universidade.

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Tese de Luanda Rêgo: Perda de calor e desempenho de codornas criadas em diferentes densidades e submetidas a dietas com diferentes níveis de óleo de soja

Tese: Perda de calor e desempenho de codornas criadas em diferentes densidades e submetidas a dietas com diferentes níveis de óleo de soja
Autor(a): Luanda Rêgo de Lima 
Programa: Pós-Graduação em Engenharia Agrícola 
Instituição: Universidade Federal do Ceará 
Publicação: 2019 
Fonte do artigo: UFC 


Resumo: 
As codornas são animais homeotérmicos, ou seja, são capazes de manter a temperatura corporal constante mesmo quando ocorrem variações da temperatura do ambiente. Em países de clima tropical, como o Brasil, as aves enfrentam grandes dificuldades em controlar a temperatura corporal dentro dos galpões. Assim, com o intuito de minimizar os efeitos do estresse térmico, pode-se utilizar estratégias nutricionais, onde se realiza a substituição parcial de carboidratos por óleo baseando-se na redução do incremento calórico da ração por meio do uso dos lipídeos como fonte de energia. Sendo assim, o objetivo desse estudo foi avaliar o efeito de diferentes densidades e níveis de inclusão de óleo de soja no desempenho e perda de calor em codornas de corte. Para a condução do experimento foram utilizadas 450 codornas, com 7 dias de idade, alojadas em galpão convencional dividido em 30 boxes. As aves foram distribuídas em delineamento experimental inteiramente casualizado (DIC) em esquema fatorial 3x2, sendo seis tratamentos com cinco repetições de 14 (215,6 cm².ave-1 ) e 16 (188,6 cm².ave-1 ) codornas. Os níveis de inclusão do óleo de soja foram: 0, 2, 4%. Os dados ambientais, temperatura e umidade relativa do ar assim como os dados fisiológicos, temperatura retal e superficial, foram coletados durante seis semanas. Foi estimada a perda de calor por radiação com o auxílio da termografia de infravermelho. Foi avaliada a concentração de amônia, pH e umidade para caracterizar a qualidade da cama com 21 e 42 dias com o intuito de estimar sua influência no conforto e desempenho das aves. Nesse mesmo período, foi medida a temperatura da cama para observar a variação ao longo dos boxes. Com base nos resultados encontrados, foi constatado que os níveis de inclusão de óleo de soja não afetam o desempenho e rendimento das codornas, bem como não influenciam na perda de calor ao longo do ciclo de vida desses animais. A densidade de alojamento influenciou o consumo de ração, onde as aves criadas na densidade de 188,6 cm2 .ave-1 obtiveram o menor consumo médio da dieta, sem impacto no ganho de peso e na conversão alimentar, possibilitando a criação com maior número de aves por boxe.

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Tese de Wallace Edelky: Adubação suplementar com enxofre como atenuador dos efeitos do estresse salino em plantas de alface hidropônica

Tese: Adubação suplementar com enxofre como atenuador dos efeitos do estresse salino em plantas de alface hidropônica
Autor(a): Wallace Edelky de Souza Freitas 
Programa: Pós-graduação em Agronomia/Fitotecnia 
Instituição: Universidade Federal do Ceará 
Publicação: 2018 
Fonte do artigo: UFC


Resumo: 
A alface é uma das hortaliças mais cultivadas no Brasil, difundindo-se praticamente por todo território nacional, inclusive nas regiões semiáridas do Nordeste, onde a água de boa qualidade está cada vez mais escassa. Diante dessa situação, torna-se importante para os setores hortícolas o desenvolvimento de pesquisas e técnicas que permitam o cultivo de plantas com o uso de águas salinas. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos da adubação foliar com enxofre em plantas de alface cultivadas em sistema hidropônico e sob estresse salino. O experimento foi conduzido em arranjo fatorial 2 x 3, sendo as plantas submetidas a dois níveis de salinidade na solução nutritiva (0 e 40 mM de NaCl) e a três níveis de adubação suplementar com enxofre (0,0; 1,5 e 3,0 g L-1 ), com quatro repetições. Foram analisados caracteres fisiológicos e bioquímicos e a nutrição mineral da parte aérea das plantas. O crescimento, a fotossíntese e a condutância estomática das plantas foram reduzidos pelo estresse salino, porém, naquelas que receberam o tratamento com enxofre suplementar, essa redução foi atenuada. Em condições naturais de cultivo, o tratamento com enxofre a 1,5 g L -1 também proporcionou um melhor crescimento e desenvolvimento das plantas. O estresse salino aumentou a relação Na+ /K + nas folhas das plantas de alface, porém isso foi menos acentuado nas que foram suplementadas com enxofre. Nas plantas sob estresse salino, os danos de membrana foram menores naquelas adubadas com enxofre, as quais também apresentaram menores teores de peróxido de hidrogênio, maior atividade das enzimas antioxidantes peroxidase do ascorbato e catalase. De modo geral, a salinidade da solução nutritiva reduziu os teores dos nutrientes analisados na parte aérea, porém, para potássio e fósforo, essa redução foi minimizada pelo fornecimento de enxofre suplementar. Conclui-se que a adubação suplementar com enxofre atenuou os efeitos deletérios da salinidade no crescimento e nas trocas gasosas das plantas de alface, e que isso, pelo menos em parte, deveu-se a um sistema antioxidativo mais eficiente, associado a uma melhor absorção de fósforo e potássio e uma menor relação Na+ /K+ .

domingo, 4 de outubro de 2020

Tese de Anânkia Ricarte: Patossistema Cucumis melo L.-Podosphaera xanthii: Variabilidade patogênica, identificação de fontes de resistência e estudo de herança

Tese: Patossistema Cucumis melo L.-Podosphaera xanthii: Variabilidade patogênica, identificação de fontes de resistência e estudo de herança
Autor(a): Anânkia de Oliveira Ricarte
Programa: Pós-Graduação em Fitotecnia 
Instituição: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
Publicação: 2019
Fonte do artigo: UFERSA


Resumo:
Dentre as enfermidades que ocorrem no meloeiro, tem-se o oídio, causada principalmente pela espécie fúngica Podosphaera xanthii. A utilização da resistência genética é a forma mais eficiente para evitar o patógeno. No entanto, a alta variabilidade do patógeno reduz a vida útil das cultivares resistentes, o que dificulta o controle da doença. Tornam-se necessários levantamentos frequentes sobre as raças fisiológicas que estão causando oídio, bem como a identificação de acessos que possuam genes de resistência, com posterior conhecimento sobre o controle genético envolvido, a fim de obter cultivares resistentes às raças prevalentes do patógeno. Diante do exposto, o trabalho teve como objetivos: a) Caracterizar a variabilidade da população de P. xanthii em regiões produtoras de melão no Estado do Rio Grande do Norte; b) Identificar acessos de meloeiro resistentes; c) Conhecer a herança da resistência presente no acesso AM-55 às raças 3.5 e ‘Br06’ de P. xanthii. Foram realizados experimentos no período de 2015 a 2018, nos quais analisou-se isolados monospóricos provenientes de folhas infectadas com oídio em meloeiro cultivado em condições de campo e ambiente protegido. Os isolados foram inoculados em um conjunto de linhagens diferenciadoras de raças de oídio e, com base na resposta de resistência ou suscetibilidade apresentada por cada uma delas, foi possível identificar a raça dos isolados. Foram identificadas as raças 1, 2F, 3.5, 5, ‘Br01’, ‘Br02’, ‘Br03’, ‘Br04’, ‘Br05’ e ‘Br06’, com prevalência das raças 3.5 e 5 causando oídio em meloeiro. Este é o primeiro registro da presença da raça 3.5 no Brasil. Em 2017, 47 acessos que fazem parte da coleção ativa de germoplasma da UFERSA foram inoculados com três isolados de oídio coletados na região de Pau Branco-RN, Alagoinha-RN e Baraúna-RN. Dez dias após a inoculação, as plantas foram avaliadas e os dados foram analisados de acordo com o teste não paramétrico de Kruskal-Wallis. Foi observada a existência de variabilidade entre os genótipos, os acessos AC-02, AC-32 e AC-59 foram identificados como resistentes, por não apresentarem colonização e reprodução do patógeno. No estudo de herança, utilizou-se os genitores ‘Védrantais’ (suscetível) e o AM-55 (resistente), bem como as populações F1 e F2, obtidas do cruzamento entre os genitores. As plantas foram inoculadas com isolados das raças 3.5 e ‘Br06’, além de avaliadas e classificadas com base em uma escala de notas variando de 1 a 4. Plantas que receberam notas 1 ou 2 foram consideradas resistentes, e plantas com notas 3 ou 4, suscetíveis. Aplicou-se o teste de Qui-quadrado (χ2) na população segregante (F2) para testar o possível modelo genético e ligação gênica por meio da análise da reação na geração F2 às duas raças simultaneamente. A herança da resistência presente no AM-55 às raças 3.5 e ‘Br06’ de P. xanthii é monogênica e recessiva. Os genes que conferem resistência às duas raças estão ligados, e a distância entre eles é de 9 cM.

sábado, 3 de outubro de 2020

Dissertação de Simone Cabral: Políticas Públicas e Poder Local: O conselho que fiscaliza os recursos do FUNDEF como mecanismo de controle social ou de poder clientelístico local?"

Dissertação: Políticas Públicas e Poder Local: O conselho que fiscaliza os recursos do FUNDEF como mecanismo de controle social ou de poder clientelístico local?"
Autora: Simone Cabral Marinho dos Santos
Programa: Pós Graduação em Sociologia
Universidade: Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Publicação: 2002
Fonte do artigo: (envio da autora)


Resumo:
A Constituição Federal de 1988 marcou o processo de redemocratização do país, abrindo novos espaços de mediação dos interesses do Estado e da sociedade civil. Os espaços de participação são redefinidos, assumindo um viés institucional. Nesse momento, os conselhos aparecem como um mecanismo deliberativo e com a promessa de assegurar o controle social. A sociedade civil é, então, chamada para acompanhar e intervir nas ações governamentais, como as políticas públicas educacionais. O FUNDEF (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério) é um programa governamental de caráter deliberativo. Instituído em âmbito nacional como resposta do governo federal às reformas no campo das políticas públicas educacionais, privilegia o processo de descentralização dos recursos financeiros para a educação, aqui especificamente, para o ensino fundamental. A sua implementação condiciona a criação do Conselho de Acompanhamento e Controle Social dos Recursos do FUNDEF, o CACS, um mecanismo de controle social, cuja finalidade é garantir o acompanhamento e a fiscalização dos seus recursos pela sociedade. Apesar do otimismo frequentemente depositado nos mecanismos de controle social, dado às experiências bem sucedidas, os limites do seu potencial participativo, particularmente o CACS, é maquiado pelo poder político local, que tem no clientelismo o tratamento tradicional de conduzir a coisa pública. É o caso do município de Apodi-RN.

sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Tese de Vanessa Morais: Substituição da metionina pela betaína na dieta de Codornas de corte (Coturnix coturnix coturnix)

Tese: Substituição da metionina pela betaína na dieta de Codornas de corte (Coturnix coturnix coturnix)
Autor(a): Vanessa Raquel de Morais Oliveira 
Programa: Pós-graduação em Ciência Animal 
Instituição: Universidade Federal Rural do Semi-Árido 
Publicação: 2018
Fonte do artigo: UFERSA 


Resumo:
A betaína é um derivado do aminoácido glicina, encontrado na maioria dos organismos. Devido sua função como doador de grupos metil e seu baixo custo, tem sido utilizada como substituto parcial a metionina em rações de frangos de corte. Assim, objetivou-se avaliar o efeito da suplementação de betaína em substituição parcial às exigências de metionina+cistina, sobre o desempenho produtivo, rendimento de carcaça e resposta imune de codornas europeias, bem como a viabilidade econômica da inclusão da betaína nas rações. Foram utilizadas 920 codornas europeias, no período de 1 a 42 dias de idade, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos, dez repetições e 23 aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de quatro rações experimentais, sendo o tratamento 1, uma ração controle a base de milho e farelo de soja sem suplementação de betaína; tratamento 2, ração com redução de 5% da exigência de metionina+cistina sem suplementação de betaína; tratamento 3, ração com redução de 5% da exigência de metionina+cistina com suplementação de betaína e tratamento 4, ração com redução de 10% da exigência de metionina+cistina com suplementação de betaína. Para as variáveis estudadas observou-se efeito significativo (P<0,05) dos tratamentos sobre o ganho de peso das codornas no período de 1 a 21 dias de idade, sendo todos os tratamentos superiores ao tratamento controle. Aos 42 dias de idade, observou-se que todos os tratamentos foram superiores ao tratamento controle para peso ao abate e peso eviscerado. O peso de coxa+sobrecoxa apresentou resultado satisfatório nos tratamentos com utilização de betaína, porém, não diferiram do tratamento com redução de 5% de metionina + cistina sem suplementação de betaína. Não houve efeito dos diferentes tratamentos para consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar no período de 22 a 42 dias de idade. Da mesma forma, os tratamentos não influenciaram (P>0,05) o peso dos órgãos linfoides, fígado e parâmetros sanguíneos das codornas aos 42 dias de idade. No entanto, a análise econômica das rações mostrou uma redução no preço por quilo de ração e melhor eficiência econômica com a suplementação de betaína. Logo, a betaína pode substituir até 10% as exigências de metionina+cistina de codornas europeias, sem comprometer o desempenho produtivo, características da carcaça, qualidade física da carne e resposta imune das aves. 

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Tese de Pollyana Soares: Levantamento de solos e classificação da capacidade de uso das terras no Projeto de Assentamento Moacir Lucena, Apodi-RN

Tese: Levantamento de solos e classificação da capacidade de uso das terras no Projeto de Assentamento Moacir Lucena, Apodi-RN
Autor(a): Pollyana Mona Soares Dias 
Programa: Pós graduação em Manejo de Solo e Água 
Instituição: Universidade Federal Rural do Semi-Árido 
Publicação: 2018 
Fonte do artigo: UFERSA 


Resumo:
O solo é um dos principais recursos naturais usados nas práticas agrícolas, no entanto, o processo aplicado na sua utilização, pode torná-lo esgotável, sendo necessário determinar o uso e manejo do solo adequado, que só pode ser conseguido por meio do conhecimento dos diversos atributos envolvidos, realizando mediante um levantamento do meio físico. Sendo assim, o presente estudo propôs fazer o levantamento dos solos no Projeto de Assentamento Moacir Lucena no município de Apodi, com sua caracterização morfológica, físico-química juntamente com a classificação da capacidade de uso da terra em comparação com o uso atual. O Projeto de Assentamento Moacir Lucena, RN encontra-se na Chapada do Apodi e foi subdividido em sete áreas representativas para o estudo: Perfil 1 (Área do IBAMA em Recuperação), Perfil 2 (Área da Lagoa), Perfil 3 (Área de Preservação Permanente ou Área do IBAMA), Perfil 4 (Área de Manejo Agroecológico), Perfil 5 (Área Coletiva de Plantio), Perfil 6 (Área Coletiva de Cajueiro) e Perfil 7 (Área Coletiva de Cajueiro 2). Foram coletadas amostras deformadas e indeformadas de solos nas respectivas áreas, nos horizontes dos supracitados perfis e realizadas analises físicas (granulometria, argila dispersa em água, relação silte/argila, densidade do solo, densidade de partícula, porosidade total, grau de floculação), análises químicas (pH, condutividade elétrica, carbono orgânico total, Ca+2, Mg+2, K+ , Na+ , P, Al3+, soma de bases, capacidade de troca de cátions, percentagem de saturação por bases, saturação por alumínio, percentagem de sódio total), teste de infiltração com infiltrômetro de anéis, resistência mecânica do solo à penetração e classificação da capacidade de uso da terra. Os resultados foram analisados submetendo-os a técnicas de estatística multivariada, por meio da matriz de correlação, análise de agrupamento e a análise fatorial com extração dos fatores em componentes principais Os solos foram classificados da seguinte maneira: Perfil 1 (LATOSSOLO VERMELHO-AMARELO Eutrófico argissólico); Perfil 2 (CAMBISSOLO HÁPLICO Carbonático típico); Perfil 3 (LATOSSOLO AMARELO Eutrófico argissólico); Perfil 4 (ARGISSOLO AMARELO Eutrófico típico); Perfil 5 (CAMBISSOLO HÁPLICO Tb Eutrófico típico); Perfil 6 (LATOSSOLO AMARELO Eutrófico argissólico) e Perfil 7 (LATOSSOLO AMARELO Eutrófico argissólico). De modo geral, os solos são pouco intemprerizados, com limitações físicas referentes a profundidade efetiva e resistência mecânica do solo à penetração. A velocidade de infiltração básica calculada variou de média para o Argissolo (Perfil 4), alta para Latossolo (Perfil 1), muito alta para os demais perfis (Camissolos (Perfil 2), Cambissolo (Perfil 5), Latossolo (Perfis 7, 3 e 6). Ocorreu variação quanto a resistência mecânica do solo à penetração, entre 1332 a 6769 kPa, e sua classificação de baixa a muito alta, mostrando variabilidade para as diferentes profundidades, classes e usos do solo. O assentamento apresenta intensidade de uso considerada abaixo da capacidade, a área em recuperação pertence ao Grupo B, terras impróprias para cultivos intensivos, mas ainda adaptadas para reflorestamento e vida silvestre e, Classe VI, terras adaptadas no caso do assentamento, área de reflorestamento para preservação, com problemas simples de conservação e cultiváveis apenas em casos especiais de culturas permanentes protetoras do solo, a área da lagoa pertence ao Grupo C, são as terras não adequadas para cultivos anuais, perenes, pastagens ou reflorestamento, porém apropriadas para proteção da flora e fauna silvestre, recreação ou armazenamento de água, principalmente no período chuvoso e, Classe VIII, impróprias para cultura, pastagem ou reflorestamento, que podem servir apenas como abrigo e proteção da fauna e flora silvestre, como ambiente para recreação ou para fins de armazenamento de água, a área de uso coletivo e áreas de cajueiros pertencem ao Grupo A, com terras passíveis de utilização com culturas anuais, perenes, pastagens e/ou reflorestamento e vida silvestre e Classe II, terras cultiváveis com problemas simples de conservação e/ou de manutenção de melhoramentos. No entanto, por área de preservação permanente, as áreas do IBAMA, da lagoa e preservação permanente em recuperação não podem ser exploradas economicamente.

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Tese de Thaisy Gardênia: Produção e qualidade pós-colheita de batata-doce cultivada no Semiárido Nordestino

Tese: Produção e qualidade pós-colheita de batata-doce cultivada no Semiárido Nordestino 
Autor(a): Thaisy Gardênia Gurgel de Freitas
Curso: Pós-Graduação em Fitotecnia
Instituição: Universidade Federal Rural do Semiárido
Publicação: 2018
Fonte do artigo: UFERSA


Resumo: 
As práticas pré-colheitas podem alterar o sistema de produção e a qualidade de raízes de batata-doce, influenciando sua capacidade de armazenamento. O objetivo deste estudo foi avaliar a produção, qualidade e a conservação pós-colheita de raízes de batata doce cultivadas no semiárido nordestino. Foram implantados no campo três experimentos em delineamento em blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas com quatro repetições. O primeiro experimento foi realizado em dois locais (Russas-CE e Upanema-RN), com três idades de colheita (120, 145 e 180 dias) e três tamanhos de raízes (pequenas, médias e grandes). O segundo experimento foi realizado com cinco doses de nitrogênio (10, 40, 75, 110 e 150 kg ha-1 ) e cinco tempos de armazenamento (0, 15, 30, 45, 60). O terceiro experimento foi realizado com cinco doses de potássio (0, 50, 100, 150 e 200 kg ha-1 ) e cinco tempos de armazenamento (0, 15, 30, 45, 60), realizados na cidade de Russas-CE e com a colheita realizada aos 165 dias após o plantio. As raízes foram levadas para o Laboratório de Tecnologia de Alimentos da UFERSA, onde foram higienizadas, caracterizadas e armazenadas em câmara fria. As seguintes análises foram realizadas: Rendimento de raízes, número de raízes por planta, massa média de raízes, firmeza, sólidos solúveis, pH, acidez titulável, ratio, açúcares solúveis totais, açúcares redutores, amido e perda de massa nos experimentos onde se avaliou armazenamento. Os dados foram submetidos à análise de variância, sendo o fator quantitativo (Tempo), analisados por regressão, utilizando o programa SISVAR. As raízes de batata-doce apresentaram maior rendimento e características de qualidade superior quando colhidas em Upanema-RN aos 180 dias. A maior produção de raízes foi observada nas raízes cultivadas na dose 150 kg ha-1 de nitrogênio. As características de qualidade não sofreram alterações significativas na mesma dose. No experimento avaliando doses de potássio, observou-se maior produção de raízes no cultivo sob dose de 150 kg ha-1 . Durante o armazenamento, verificou-se que aos 60 dias de armazenamento as raízes estavam com a qualidade desejada para comercialização.

terça-feira, 29 de setembro de 2020

Tese de Pedro Filho: Análise comparativa de parâmetros bioquímicos e fisiológicos de um genótipo de feijão-de-corda (Vigna unguiculata L. Walp.) Suscetível e seu mutante derivado, resistente, infectados com o vírus do mosaico severo do caupi (CPSMV)

Tese: Análise comparativa de parâmetros bioquímicos e fisiológicos de um genótipo de feijão-de-corda (Vigna unguiculata L. Walp.) Suscetível e seu mutante derivado, resistente, infectados com o vírus do mosaico severo do caupi (CPSMV) 
Autor(a): Pedro Filho Noronha de Souza 
Programa: Pós-Graduação em Bioquímica 
Instituição: Universidade Federal do Ceará - UFC 
Publicação: 2016 
Fonte do artigo: UFC 



segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Tese de Manoel Freire Rodrigues: Revolta e Melancolia: uma leitura da obra de Lima Barreto

Tese: Revolta e Melancolia: uma leitura da obra de Lima Barreto 
Autor(a): Manoel Freire Rodrigues 
Programa: Pós-Graduação em Teoria e História Literária 
Instituição: Universidade Estadual de Campinas 
Publicação: 2009 
Fonte do artigo: UNICAMP 


Resumo: 
Elaborada sob o signo do inconformismo e orientada pelo ideal de uma literatura militante, a obra de Lima Barreto expõe ao mesmo tempo as agudas contradições da sociedade brasileira dos primeiros anos da república e as agruras da vida íntima do escritor, cuja biografia é o sintoma vivo daquelas mesmas contradições que alimentam os seus textos. Se os diários revelam a dimensão mais íntima e pessoal de Lima Barreto, oferecendo um roteiro biográfico para a leitura de sua ficção, os escritos circunstanciais constituem uma espécie de roteiro ideológico em que o Autor, por meio de textos militantes, denuncia as iniqüidades da sociedade brasileira do seu tempo. Assim, alimentada pelas injunções históricas imediatas e pelas circunstâncias biográficas do romancista, a escrita de Lima Barreto dá voz ao protesto mudo dos vencidos, modulada pela revolta do injustiçado e a melancolia do fracassado.

domingo, 27 de setembro de 2020

Tese de Xavier Freire: O fim do passe e a modernização conservadora no futebol brasileiro (2001-2006)

Tese: O fim do passe e a modernização conservadora no futebol brasileiro (2001-2006) 
Autor(a): Francisco Xavier Freire Rodrigues 
Programa: Pós-Graduação em Sociologia 
Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul 
Publicação: 2007 
Fonte do artigo: UFRGS 


Resumo: 
A presente tese tem como tema o fim do passe e a modernização conservadora no futebol brasileiro. O nosso objeto de investigação consiste nos impactos provocados pelo fim do passe no futebol brasileiro no período de 2001 a 2006, buscando apreender as características do processo civilizatório na sociedade brasileira mediante a análise da nova regulamentação das relações entre clubes e jogadores. Tem como recorte empírico 12 clubes de futebol das séries A, B e C do campeonato brasileiro. Analisa-se o novo sistema de transferências de jogadores de futebol que surgiu com a Lei Pelé (nº 9.615/98), os processos de modernização, flexibilização das relações de trabalho e contratuais e a construção de um habitus profissional no futebol brasileiro. O fim do passe é resultado de um conjunto de mudanças na legislação e na estrutura administrativa do futebol, que teve início com a criação do Clube dos Treze, em 1987, consolidando-se com a promulgação da Lei Pelé, e mais especificamente com o artigo que estabelece liberdade de trabalho ao jogador de futebol. Pode-se concluir, então, que mesmo tendo em vista que a Lei Pelé altera o sistema de relações de trabalho dos atletas profissionais, caminha-se para uma regulamentação de característica híbrida, mantendo institutos do antigo passe. Portanto, a modernização conservadora do futebol brasileiro se caracteriza pelo fato de que a extinção do passe pela Lei Pelé (nº 9.615/98) não garantiu a plena liberdade de trabalho para os jogadores devido aos Decretos e Medidas Provisórias que buscam preservar os interesses dos dirigentes e empresários através do sistema de multas rescisórias e indenizações por formação e por promoção do atleta, pois não foi suficiente para abolir os mecanismos de negociação e venda de jogadores e as correspondentes taxas de intermediação.