Pesquisar neste blog

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Tese de Luanda Rêgo: Perda de calor e desempenho de codornas criadas em diferentes densidades e submetidas a dietas com diferentes níveis de óleo de soja

Tese: Perda de calor e desempenho de codornas criadas em diferentes densidades e submetidas a dietas com diferentes níveis de óleo de soja
Autor(a): Luanda Rêgo de Lima 
Programa: Pós-Graduação em Engenharia Agrícola 
Instituição: Universidade Federal do Ceará 
Publicação: 2019 
Fonte do artigo: UFC 


Resumo: 
As codornas são animais homeotérmicos, ou seja, são capazes de manter a temperatura corporal constante mesmo quando ocorrem variações da temperatura do ambiente. Em países de clima tropical, como o Brasil, as aves enfrentam grandes dificuldades em controlar a temperatura corporal dentro dos galpões. Assim, com o intuito de minimizar os efeitos do estresse térmico, pode-se utilizar estratégias nutricionais, onde se realiza a substituição parcial de carboidratos por óleo baseando-se na redução do incremento calórico da ração por meio do uso dos lipídeos como fonte de energia. Sendo assim, o objetivo desse estudo foi avaliar o efeito de diferentes densidades e níveis de inclusão de óleo de soja no desempenho e perda de calor em codornas de corte. Para a condução do experimento foram utilizadas 450 codornas, com 7 dias de idade, alojadas em galpão convencional dividido em 30 boxes. As aves foram distribuídas em delineamento experimental inteiramente casualizado (DIC) em esquema fatorial 3x2, sendo seis tratamentos com cinco repetições de 14 (215,6 cm².ave-1 ) e 16 (188,6 cm².ave-1 ) codornas. Os níveis de inclusão do óleo de soja foram: 0, 2, 4%. Os dados ambientais, temperatura e umidade relativa do ar assim como os dados fisiológicos, temperatura retal e superficial, foram coletados durante seis semanas. Foi estimada a perda de calor por radiação com o auxílio da termografia de infravermelho. Foi avaliada a concentração de amônia, pH e umidade para caracterizar a qualidade da cama com 21 e 42 dias com o intuito de estimar sua influência no conforto e desempenho das aves. Nesse mesmo período, foi medida a temperatura da cama para observar a variação ao longo dos boxes. Com base nos resultados encontrados, foi constatado que os níveis de inclusão de óleo de soja não afetam o desempenho e rendimento das codornas, bem como não influenciam na perda de calor ao longo do ciclo de vida desses animais. A densidade de alojamento influenciou o consumo de ração, onde as aves criadas na densidade de 188,6 cm2 .ave-1 obtiveram o menor consumo médio da dieta, sem impacto no ganho de peso e na conversão alimentar, possibilitando a criação com maior número de aves por boxe.

Nenhum comentário: