Pesquisar neste blog

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Sete desejos - Paulo Filho Dantas

“Sete sonhos motivaram meu viver
Sete anos enfrentados com solidão
Sete vultos observaram-me perder
Sete poemas  tirados dum coração

Sete vezes que não pude perdoar
Sete ofensas direcionadas a mim
Sete montanhas ouviram o chorar
Sete lágrimas derramadas assim

Sete ilhas me isolaram do mundo
Sete abismos que não tem fundo
Sete livros que não tirei da mente

Sete desejos, espadas em tormento
Sete versos remoem o pensamento
...Sete amores perdidos lentamente”.

Paulo Dantas Magno Filho

Nenhum comentário: