Pesquisar neste blog

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Estarei deitado ao lado de iguais como agora estou em pé - Lucas Maurílio

Sempre que passo por ali
olho para eles.

As pessoas agradecem por estarem vivas,
não considero errado,
mas elas esquecem de olhar para os mortos.

Todos passam por problemas e prazeres
para, enfim, chegar lá.
Alguns vão por vontade própria.
Outros aguentam firme e levam a sabedoria para a terra fofa.
E tem aqueles que nem percebem que foram.

Aquele lugar está repleto de amigos, namorados,
amantes,
que merecem atenção pelo menos por um minuto.

Devemos ama-los e não sentir medo, repúdio.
A vida continua
mas no final
todos se encontram ali.
Então, não faz sentindo ter medo,
desviar o olhar, fazer sinal da Cruz.
Apenas olhe se não quiser dar o seu amor,
compaixão.

Eu respeito os mortos,
eles recebem minha atenção, amor,
pois ele já foram iguais a mim.
E também porque eles sabem o que é morrer.
Por conta disso, tenho até certa inveja,
admito,
por eles saberem a resposta desse grande mistério,
mas não quero descobrir essa resposta agora.
Vou aguentar firme.
E estou aguentando.

Lucas Maurílio
@l.maurilio_

Nenhum comentário: