Pesquisar neste blog

domingo, 28 de setembro de 2014

Retalhos históricos

1499 – Segundo uma lenda divulgada por Antonio Coriolano, ilustre historiador apodiense, o território do Apodi foi descoberto por Alonso de Hojeda, que chegou à terra em 24 de junho de 1499, acompanhado por Américo Vespúcio e João de La Cosa. Veja no volume III desta coleção “A mentirosa lenda de Alonso de Hojeda”. 

1538 – Segundo Coriolano, o historiador do Apodi, o capuchinho italiano Frei Fidelis, trabalhou na catequese dos índios Paiacus, no Córrego das Missões, à Marge norte da lagoa do Apodi, onde erigiu uma ermida dedicada a São João Batista. Essa notícia tira a primazia dada a Manuel Nogueira Ferreira, agraciado com o título de fundador do Apodi, em 1680. 

1660 – o mesmo Coriolano informa a chegada, no Apodi em 1660, do capuchinho Frei Ângelo para servir na Missão do Apodi, tendo edificado uma igreja que até agora é a matriz da cidade e que foi dedicada a Nossa Senhora da Conceição. 

1680 – Manoel Nogueira Ferreira, chefe da equipe fundadora do Apodi, era natural da Paróquia de Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa, capital da Paraíba, nascido em 5 de maio de 1655. Chegando ao Apodi, enviou ao capitão-mor do território um requerimento datado de 16 de abril de 1680, solicitando a concessão de datas de sesmaria, assinado por 22 pessoas de sua equipe. 

1784 – Conta Coriolano que, devido a rachaduras que surgiram na abóbada do corpo da igreja construída por Frei Ângelo, ela desabou no dia 2 de fevereiro de 1784, com um estrondo que foi ouvido em Portalegre, a 60 quilômetros de distância. 

1833 – Em reunião ordinária do Conselho Presidencial, realizada em 11 de abril de 1833, a povoação do Apodi, foi elevada à categoria de vila, sendo criado o município de Apodi, com território desmembrado de Portalegre. 

1834 – A criação e os limites do termo do Apodi foram feitos pelo Conselho Presidencial em 14 de maio de 1834, sendo o território desmembrado do município de Portalegre. 

1840 - A freguesia de Martins foi criada pela Lei Provincial nº 52, de 2 de novembro de 1840. O termo de Martins, desmembrado de Portalegre, foi criado pela Lei Provincial nº 71, de 10 de novembro de 1840, com parte do território desmembrado do município do Apodi.

1842 e 1850 - Pela Lei Provincial nº 87, de 27 de outubro de 1842, e pela Lei Provincial nº 246, de 15 de março de 1850, foram criados a freguesia e o term ode Santa Luzia de Mossoró, com território desmembrado do município do Apodi.

1858 – Pela Lei Provincial nº 408, de 1 de setembro de 1858, foi criada a freguesia de Caraúbas, com território desmembrado do município do Apodi. 

1863 - Neste ano foi construída a capela do cemitério do Apodi, pelo padre Agostinho Álvares Afonso, um pregador do bispado do Ceará.

1868 – Pela Lei Provincial nº 601, de 5 de março de 1868, a povoação de Caraúbas foi elevada à categoria de vila e sede do município, sendo confirmado o desmembrado do território do Apodi, para a constituição do município. 

1876 – No dia 18 de setembro de 1876, foi instalado no Apodi, o Registro Geral de Hipotecas, sendo nomeado o escrivão o cidadão Joaquim José Carlos de Noronha. 

1866 – A Lei Provincial nº 980, de 9 de junho de 1866, sancionou o Código de Posturas do município do Apodi. 

1953 – A Lei nº 1.026, de 11 de dezembro de 1953, criou o município do Itaú, com território desmembrado do município de Apodi. 

1963 – O município de Pedras das Abelhas, hoje denominado de Felipe Guerra, foi criado pela Lei nº 2.926, de 18 de abril de 1963, com território desmembrado do município do Apodi. 

Fonte: Flagrantes das Várzeas do Apodi - José Leite(Separata de Pré-Lançamento)

Nenhum comentário: