Pesquisar neste blog

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Pingos poéticos - Aluisio Barros

ver estrelas
e – de quando em vez – buscá-las
entre riscos & rabiscos
num canto guardado do dia
ou no verso com sabor matinal
é correr o risco
apostar na vida
e ter coragem de com estrelas sonhar?
 – dentro de ti mora um sonho
capaz de meu destino mudar

II

Não cansei de ver estrelas:
a escuridão da noite não permite
outros desejos a não ser o de tê-las.

Anjo Torto - Aluisio Barros de Oliveira 

Nenhum comentário: