Pesquisar neste blog

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Ser avô - José Leite

Ser avô é ser feliz e azarado
ser avô é ser candidato a bisavô,
ser avô é viver encurralado,
ser avô é um homem que endoidou.

Ser avô é um ascendente ultrapassado,
cheio de dengues qual velho macaco,
levando a vida todo atrapalhado
e ser rixento de encher o saco.

Mas todas as canseiras de um avô,
as frustrações e aborrecimentos,
são flores murchas que o vento levou.

Pois ter netos e bisnetos é ter amor,
é ter instantes de contentamento
e é crer na vida que se acrescentou.

Flagrantes das Várzeas do Apodi - José Leite(Separata de Pré-Lançamento). 

Nenhum comentário: