Pesquisar neste blog

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Fita azul - José Leite

Meus olhos encantados pelo belo
e esplendoroso quadro do teu rosto,
tiveram hoje o presente de bom gosto,
daquela fita azul no teu cabelo.

Para longe, bem longe, o meu temor,
daquela torpe e vil conspiração,
que tanta angústia e tal desolação,
causava todo dia ao nosso amor.

É, que aquela conjura de aparências,
que perturbou o nosso amor um dia,
passou, como uma sombra fugidia.

Pulverizando temores e demências,
deixando-me feliz e a bem-dizer-te,
para mais adora-ter e mais querer-te.

Flagrantes das Várzeas do Apodi - José Leite(Separata de Pré-Lançamento)

Nenhum comentário: