Pesquisar neste blog

terça-feira, 6 de maio de 2014

Pele - Paulo Filho Dantas

“Quando te sinto
Perto de mim
Sua pele eu toco,
Sabendo assim
Que tu me arrepias
Era isso que eu queria
Só apenas vou contemplar
Tão somente quando tocar
Tua pele macia

Sua pele me faz
Correr atrás
Do seu coração
Quando a toco
Mesmo eu invoco
Esses versos
Que faço da emoção

Mas essa sua pele
Morena, corada
Pequena, sarada
Meu corpo queimando
Só de pensar
Começa logo a imaginar
Momentos ‘calientes’
Não ocorridos, me matando’’.

"Caminhos do Meu Ser"
Paulo Dantas Magno Filho 

Nenhum comentário: