Pesquisar neste blog

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Sou canção - Paulo Filho Dantas

“Ainda que tente agora
Ainda que a vida leve
Fazendo sol ou neve
Meu coração, mole, implora.

Pelo sorriso belo inocente,
Pela vida breve passada,
Pelo vento da emboscada
Atirado em lua carente.

A solidão é uma ameaça,
O coração noutro enlaça
Contido de amarga emoção.

É fogo que arde sem fim,
Pensar sempre sendo assim
Que sou e permaneço canção’’.

"Caminhos do Meu Ser"
Paulo Dantas Magno Filho

Nenhum comentário: