Pesquisar neste blog

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Se entregando - Paulo Filho Dantas

“Por que o amor vai batendo
Crescendo e nos dominando?
Ouço uma voz suave chamando
E sigo esse rumo sabendo,

Que o teu mel doce embriaga
Que o teu cheiro me entontece,
Pois quando o homem ama
Uma mulher, começa uma saga.

A história de uma vida é escrita
Num agir-pensar que incita
Um viver-calar se manifestando.

Chega-se ao fim aquele tempo
Em que esquecemos o momento
E felizes, no fim, se entregando’’.

"Caminhos do Meu Ser"
Paulo Dantas Magno Filho

Nenhum comentário: