Pesquisar neste blog

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

O segundo selo - Paulo Filho Dantas

“De que é feito afinal
Todo sentimento sentido por ti?
O teu ser supera-me o existir
Fazendo ver o mundo com os olhos do anormal

Será que é amor platônico?
Tudo a nossa volta se mostra perfeito
Essa idealidade conseguida com o peito
Descarrila, pairando nossos olhos sincrônicos

Nessa noite a beleza da cheia lua
Só perdeu para os hipnóticos raios
Reluzentes que dos olhos seus laicos,
A refletir uma ternura concupiscente sua

Algo bem mais profundo,
Superamos a fase descontraída do namoro,
Solidificamos o alicerce matrimonial condecoro
A aliança que possui representa o infinito amor do mundo

Noivos porque nos merecemos
E vai ser assim para o sempre
Por toda a vida em passado, futuro e presente
Mesmo após a morte amaremos’’.

"Caminhos do Meu Ser"
Paulo Dantas Magno Filho 

Nenhum comentário: