Pesquisar neste blog

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Ser mãe - Maria Luiza

Para: minha mãe, Zélia e minha tia, Lizete

Ser mãe é
amar
renunciar
se dar
pelo filho
ainda no ventre;
é acalentar
acalmar
o bebê que chora
independentemente da hora,
cuidando com
amor
prazer
é uma espécie
de deusa
que endeusa
e está sempre
disposta
em volta
a proteger
aquecer
ser!

Ser mãe é
acompanhar
a evolução
emoção
da criança que cresce
e carece
de afeto
para balbuciar as primeiras palavras,
dar os primeiros passos,
necessita de
um abraço
laços
enlace
entrelaçamento
vínculo que não
se rompe
nem se corrompe
pois o amor
é sua maior fonte
de inspiração
adoção
criação.

Ser mãe é
perceber
compreender
estender
a mão
a razão
a emoção
o coração
ao adolescente
em conflitos
traduzir
os seus gritos
guardados no fundo
do peito
estando apta
a ouvir
instruir
corrigir
com amor
sem dissabor
dor
mostrando da vida
o valor
o que tudo
pode ser refeito

Ser mãe é
continuar a amar
o filho
quando adulto
mesmo diante
de insultos;
é ter o coração
aberto ao indulto
sem deixar
vacilar
tombar
desmoronar
o relacionamento
sentimentos
com as intempéries do tempo.

Ser mãe é
se comprazer
com o prazer
do filho
da filha
a quem se ama;
é estar disposta
a perdoar
amar
voltar-se para os filhos
não importa
tempo
espaço
causa
distância
circunstância
idade
adversidades
diversas idades.

Ser mãe é
representar
várias facetas:
É ser um pouco
médica
odontóloga
professora
psicóloga
advogada
promotora de felicidade;
é estar inserida
na vida
no projeto
do reino de Deus
ocupando espaços
a cada passo
com graça
alegria
amor
sabedoria
mostrando toda
a serventia
magia
de ser
simplesmente mulher!

"Vozes de um coração''
Maria Luiza Marinho da Costa 

Nenhum comentário: