Pesquisar neste blog

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Como explicar? - Cleide Regina

A noite adormece,
O silêncio reina,
Na escuridão você chega,
E de perto, sinto cheiro de paixão
Corpos sedentos, roupas ao chão,
Sussurros, beijos ardentes...
O desejo explode e alimenta
A chama que há muito dorme.
O despertar de um vulcão
Provoca gemidos,
No calor, escondidos,
Assim como o vento
chega de mansinho, arrebata
Impossível não querer.
Será que é paixão?
Torrencial, sedenta, insana...
Que mais pode ser?
Se quando sou razão, me refugio
Quando sou sentimento...
Me embriago e me entrego ao mais doce prazer.

Nenhum comentário: