Pesquisar neste blog

terça-feira, 16 de julho de 2013

O congado em Apodi


O congado também é conhecido como “congada” ou “congo”, um festejo popular religioso afro-brasileiro mesclado com elementos religiosos católicos, com um tipo de dança dramática na coroação do rei do Congo, em cortejo com passos e cantos, onde a música é o “fundo musical” da celebração.

Por volta do ano de 1946, era introduzido este festejo popular no nosso município. A frente desse movimento deveu saudar a muitos apodienses que já não estão mais entre nós, mas, também aos que estão. (João Bevenuto, Luís Raposo, Vicente Leite, Dantas, Chiquinho de Dino, Belchior, Saruê, Dudico, entre outros).
Esse movimento não resistiu e logo chegou ao seu fim. O ano de 1971 é marcado pelo o resgate estando à frente: João Bevenuto, Dantas, Luís Raposo, Luís Alberto Custódio, Neemias de Cândido Barreto, Leôncio de Alzira, Raimundo de Dantas, Terceiro Melo, Cutruca, Stênio, Raposo, entre outros.

O último momento da congado visto em Apodi foi quando a ACENIS reviveu na I Semana Universitária de Apodi em 1979. E para que acontecesse estavam à frente como integrantes: Raposo, Birim de Jacó, João Bevenuto, Romildo de Dantas, Jeová Gurgel, Tonho de Valdomiro, Gato de Corina, Biliu de João Bevenuto, Milonga, entre outros.

A página eletrônica do Apodi Antiguidades agradece a Raposo dos pastéis por ter todo o material disponível, não só em fotografias, mas, as letras das músicas. O mesmo faz um apelo às autoridades, poder público, para que seja resgatado o congado, estando de braços abertos para ajudar nesse resgate. 




Nenhum comentário: