Pesquisar neste blog

quinta-feira, 21 de março de 2013

Alunos da Escola Pública de Apodi recebem diploma de honra ao mérito da governadora por 1º lugar na Febrace




O auditório Angélica Moura, na Secretaria de Estado da Educação e da Cultura, recebeu na manhã desta quinta-feira (21) os alunos que foram premiados na maior mostra de ciências para estudantes pré-universitários do país, a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), em São Paulo. Na ocasião, a governadora Rosalba Ciarlini homenageou, em conjunto com a secretaria da SEEC, Betânia Ramalho, os estudantes com o diploma de honra ao mérito pelo 1º lugar nas categorias Empreendedorismo e Ciências Agrárias.


A pesquisa apresentada na 11ª edição do evento pelos alunos da Escola Estadual Professora Zenilda Gama, em Apodi, foi sobre o uso de cera de abelha no Revestimento de Frutos. O estudo foi desenvolvido por Antônio Torres Geracino, Francisco Joel Fernandes e Huguenberg de Oliveira Santos, que cursam o Ensino Médio. A orientação foi da professora Antônia Gidélia da Costa Oliveira.

Na SEEC, a governadora Rosalba Ciarlini assistiu a uma exposição dos trabalhos dos estudante, filhos de agricultores, e desenvolveram o estudo para conservação das proteínas, peso e qualidade dos frutos. Além disso, a chefe do Executivo Estadual visitou estandes com projetos de lava jato sustentáveis, uso da palma para fabricação de produtos para o semiárido, uso do biodiesel a partir de óleos residuais de frituras e aplicação da casca do juazeiro para limpeza bucal. Todos os projetos foram apresentados na feira e selecionados dentre 1.898 trabalhos.

Rosalba Ciarlini se disse feliz com a competência e inteligência dos alunos e professores, e destacou o projeto campeão, cujos estudantes são residentes da zona rural de Apodi e que apenas se reuniam na Escola para dar continuidade ao estudo com a cera de abelha. “As escolas estaduais do RN estão avançando. A cada ano, mais trabalhos de todas as regiões do estado representam o RN lá fora. Estamos levando projetos importantíssimos e sendo premiados. Isso é fruto do estímulo e incentivo do Governo, que deu condições para que eles possam avançar em pesquisa e inovação”, declarou.

PROJETO

Durante o período de desenvolvimento da pesquisa, ocorrido em 2012, os estudantes conseguiram comprovar que o uso da cera de abelha, como revestimento, proporciona um prolongamento na vida útil dos frutos pós-colheita. Agora, os alunos potiguares deverão publicar a pesquisa na revista Inciência e apresentá-la na Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia.

Mais de 300 projetos de estudantes do ensino básico foram expostos durante a 11ª FEBRACE. Os finalistas foram selecionados entre 1.898 trabalhos apresentados em 65 feiras afiliadas em todo o país. Do Rio Grande do Norte, oito projetos científicos de estudantes e professores da rede estadual de ensino foram apresentados. O investimento do Governo do Estado com passagens, hospedagem e alimentação, para que os oito grupos de estudantes da rede pudessem participar da feira, foi de R$ 80 mil.


Nenhum comentário: