Pesquisar neste blog

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Programa Mulheres Mil oferece curso para mulheres em Apodi


Convidamos as mulheres que participam dos programas sociais Peti, ProJovem, Centro Social do Idoso, CRAS e mulheres em geral para participarem de uma reunião no dia 19 de Setembro às 09:00 h, na Associação Atlética Banco do Brasi (AABB) para discutirmos a implantação no Projeto Mulheres Mil do Governo Federal na zona urbana de Apodi. O Programa Mulheres Mil é coordenado em Apodi pelo IFRN, que atua em parceria com ongs e Programas Sociais.

O Programa Mulheres Mil tem como objetivo oferecer as bases de uma política social de inclusão e gênero, mulheres em situação de vulnerabilidade social têm acesso à educação profissional, ao emprego e renda. Os projetos locais são ordenados de acordo com as necessidades da comunidade e segundo a vocação econômica regional. O programa Mulheres Mil faz parte das ações do programa Brasil Sem Miséria, articulado com a meta de erradicação da pobreza extrema, estabelecida pelo governo federal. Ele foi instituído pela Portaria do MEC nº 1.015, publicada no Diário Oficial da União do dia 22 de julho, seção 1, página 38.
Os cursos são organizados de acordo com os saberes que as mulheres possuem e com os arranjos produtivos locais, pois o programa visa a formação profissional, a elevação da escolaridade e a inserção no mundo do trabalho”, explica Stela Rosa, coordenadora do Mulheres Mil. “Trabalhamos com mulheres adultas de 18 a 70 anos nos campi de institutos federais de todo o Brasil, que ministram cursos em diversas as áreas.”
Metas – Até 2014 serão beneficiadas 100 mil brasileiras com ações que aliam a formação profissional à elevação de escolaridade. Parte integrante do Brasil Sem Miséria, o Mulheres Mil foi instituído como programa em 2011. Entre 2007 e 2010 a iniciativa funcionou como projeto-piloto em 13 estados das regiões Norte e Nordeste em uma parceria entre institutos federais e instituições canadenses, quando mais de mil mulheres foram beneficiadas.

Nenhum comentário: