Pesquisar neste blog

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Relatório do Projeto Cinema para Todos

Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades Rede Nacional de Formação para Inclusão Digital 
Programa Telecentros.BR 

Monitora: Maria Rosineide Torres Marcolino
Tutora: Ellen Cristina Balland Grupo 07 
Projeto Comunitário: Cinema para Todos

INTRODUÇÃO

Este relatório é de cunho quantitativo e qualitativo e consiste numa fonte de documentação que é exigência do Curso de Formação de Monitores do Programa Telecentros.BR do Projeto da Rede Nacional de Formação para Inclusão Digital. Neste curso uma das principais metas do monitor é criar um projeto que envolva a comunidade do Telecentro onde o mesmo atua. 

Neste relatório serão mostradas todas as fases do Projeto Comunitário Cinema para Todos, desde as idéias iniciais até a sua excussão, veremos a opinião das pessoas da comunidade a respeito desse trabalho e o empenho de cada um para que o projeto fosse efetivado.

DESENVOLVIMENTO

Para a efetivação do projeto comunitário ouve todo um trabalho de organização, planejamento e esforço das partes dos envolvidos. Para isso, foi necessário percorrer diferentes zonas temáticas na plataforma da formação para vermos temas que provocaram reflexões sobre a nossa realidade como: Inclusão Digital, Compartilhamento, Comunicação Comunitária, Telecentros, Comunidade, Cultura Digital, História, Monitor e Redes. Em muitos momentos tivemos oportunidade de trocar informações com outros participantes da formação no intuito de compartilhar idéias e adquirir novos conhecimentos. Durante as atividades na plataforma foram feitos trabalhos relacionados à formação com orientação de um tutor como também trabalhos de campo na comunidade onde o Telecentro está inserido. Estes trabalhos foram realizados com pessoas da comunidade desde os usuários da estação, aos pais e vizinhos da localidade, através de reuniões e debates com temas relacionados ao contexto desse povo.

Começamos a discutir a formação e falar do projeto no início de 2011 e já na segunda fase da formação começamos a argumentar a respeito das reais necessidades da comunidade. Em seguida Foi escolhido o tema para o projeto comunitário. Durante as reuniões (em campo) surgiram muitas sugestões de projetos, visto que os moradores da comunidade tem muitos desejos para serem realizados e os temas mais propostos foram: 
· Curso de edição de vídeo;
· Um cinema;
· Centro de idoso;
· Curso de informática avançado;
· Acessibilidade a todos na estação digital;
· Estrada de qualidade;
· Club recreativo;
· Construção de uma quadra de esporte.

Nos primeiros encontros para se discutir o projeto comunitário os usuários do Telecentro mostraram interesse na criação de um projeto que fosse voltado para um curso de edição de vídeos, considerando que é uma atividade diferente, já na área de informática, além de ser bastante educativa e que iria ajudar na divulgação dos trabalhos da comunidade como também no melhoramento dos conhecimentos das crianças, jovens e adultos da mesma. 

Ao longo do tempo foram surgindo outras opiniões, a equipe do Telecentro incluindo o Comitê Gestor e comunidade analisaram os temas propostos, porém o mais solicitado foi a criação do “Cinema para Todos” Foi perceptível que este projeto iria fazer com quem as pessoas comunidade se apropriassem dos conhecimentos da arte, da política, do meio social e da sua cultura acreditando que os filmes contribuíssem com a integração da sociedade de forma direta, e isso os incentivariam no desenvolvimento de criatividades e na ampliação dos conhecimentos nas diversas áreas.

Depois de a idéia ser aceita pela comunidade, começamos a colocar o projeto para finalmente acontecer, os envolvidos puderam perceber a real importância da criação de um projeto dessa natureza, rico, prazeroso e fruto do esforço da comunidade. Por esta razão a comunidade vem se dedicando ao máximo para a efetivação desse projeto, acreditando ser um trabalho que irá ajudar a nossa gente a crescer ainda mais culturalmente. O objetivo principal do nosso projeto é que seja um trabalho continuo e duradouro. 

O Projeto comunitário vem sendo discutido em várias reuniões, na primeira foi feita uma breve apresentação da Formação de Monitores do Programa Telecentros.BR como também o projeto “Cinema pra todos” que ocorreu na Estação Digital Espaço Virtual, com a presença de representantes de entidades parceiras como: Escola, Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável - COOPAPI, Associação de Mini Produtores de Córrego e Sítios Reunidos - AMPC, Grupo de Jovens São Pedro - GRUJOSP, Grupo de Mulheres Mãos Talentosas, comunidade e os monitores do Telecentro. Na oportunidade surgiram muitas idéias de futuros projetos a serem realizado no Cinema para todos como, por exemplo, a criação de documentários desenvolvidos por pessoas da própria comunidade para serem projetados no cinema.
Foto: 1ª reunião de discussão do projeto

As reuniões são de suma importância para o desenvolvimento do projeto, não só por ser um meio de divulgação, mas por ser mais uma maneira de está incluindo as pessoas no projeto de forma que elas sintam-se parte desse trabalho, através dela podemos constatar os anseios dos representantes da comunidade e o desejo de ajudar e colaborar com o desenvolvimento da mesma. Nas demais reuniões houve confecção de folhetos para divulgação e marcamos o dia de irmos ao programa de rádio falar do projeto. 
Foto: Divulgação do projeto em rádio local 

Em relação às divulgações do projeto vem sendo feitas: 
No Blog do projeto (www.estacaoapodi.blogspot.com), 
blog da COOPAPI (www.coopapi.blogspot.com), 
no site (www.tudodeapodi.com), 
no mural da AMPC, Cooperativa e Estação Digital, escola, igreja, no programa de rádio Cooperativismo em Ação da COOPAPI e nas redes sociais.

O Projeto “Cinema para todos” conta com o apoio do Telecentros.BR a Fundação Banco do Brasil, Associação dos Mini Produtores de Córrego e Sítios Reunidos - AMPC, Associação Apodiense de Apicultura - ASSAP, Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável - COOPAPI, Escola Municipal Isabel Aurélia Torres - EMIAT, Grupo de Jovens São Pedro - GRUJOSP, Grupo de Mulheres Mãos Talentosas, o site tudodeapodi.com, educandos e representantes da comunidade. 

A estréia do Projeto Cinema para Todos aconteceu no dia 03 de dezembro de 2011, às 19h30min h com a apresentação do filme Desafiando Gigantes no Auditório Padre Theodoro Snidjers, na sede da Associação dos Mini Produtores de Córrego e Sítios Reunidos. 

Houve uma participação positiva da comunidade, em torno de 100 pessoas incluindo crianças Jovens e adultos estiveram presentes no local, além da promoção de filmes tivemos distribuição gratuita de pipocas e refrigerantes. Após a apresentação do filme houve a roda de conversa com todos os participantes no intuito de perceber o que cada um pode tirar de proveito do filme.
Foto: Estréia do Cinema para Todos

O Cinema para Todos por ser um projeto bem executado e divulgado ganhou a destaque na formação e foi um dos escolhidos para ser apresentado na 10ª Oficina para Inclusão Digital que se realizou em Vitória – Espírito Santo nos dias 05, 06 e 07 de dezembro/2011. Há dez anos a oficina é um espaço de debates sobre as políticas públicas, ações e projetos do governo e da sociedade civil em torno de inclusão digital a mesma veio para reforçar e aperfeiçoar a idéia de que a inclusão digital pode contribuir na transformação social das comunidades e que os monitores, gestores e coordenadores de telecentros são os responsáveis nesta mudança e transformação.

No dia 25/12 noite de Natal aconteceu mais uma sessão no “cinema para todos”, com apresentação do filme “Maria Mãe do Filho de Deus” um filme muito emocionante que transpõe trechos da Bíblia com doses extras de drama. A participação maior foi das crianças da comunidade e parceiros do projeto.



Dia 01/01/2012 a equipe da Estação Digital incluindo o Comitê e pessoas da comunidade se reuniram para discutir assuntos de interesses da estação e aproveitamos para escolhemos o filme que será apresentado como também a data que ficou para sábado dia 14/01/2012 no Auditório Padre Theodoro. Já no dia 08/01/2012 (domingo) aconteceu reunião mensal da Associação dos Mini produtores de Córrego e comunidade vizinhas, para se discutir as atividades do mês e na oportunidade apresentamos o banner do projeto comunitário e divulgamos o próximo filme a ser apresentado no Cinema pra todos . 

Dia 14/01/2012 aconteceu à primeira sessão de filme do ano de 2012, com uma grande participação da comunidade. O Filme “o presente” é belíssimo, mostra uma realidade que muitas vezes pensamos ser somente nas telas do cinema ou da televisão, porém o filme que nos impulsiona a fazer uma reflexão do nosso cotidiano, quando muitas vezes deixamos que o dinheiro seja a razão de tudo, esquecendo o verdadeiro valor da vida, do amor, dos amigos, da família e entre tantas coisas que fazem parte do nosso cotidiano. De uma forma divertida e emocionante o filme nos traz diversas reflexões, fazendo com que possamos passar de expectadores à protagonista de uma história marcante e verdadeira. A comunidade participou e ao termino da apresentação todos aplaudiram com um olhar de aprovação.

No dia 11/02/2012 aconteceu à sessão cinema kids com a apresentação do “Alvin e os esquilos", o público maior foi das crianças que se divertiram muito.
Logo após cada projeção dos filmes ou documentários acontece uma roda de conversa sobre os filmes apresentados, em seguida acontece pesquisas comunitária na perspectiva de percebemos como a comunidade vê e interage com o cinema e quais os filmes que eles desejam que sejam apresentados.

Todas as atividades executadas vêm contribuindo para que o projeto tenha uma boa aceitação, e apesar do curto tempo na prática já se percebe um aumento da participação comunitária, dos usuários no Telecentro, como também nas atividades socioculturais na Comunidade.

CONCLUSÃO

Convém falar da importância da formação para nossa comunidade e para os jovens que tiveram a oportunidade de aprender na plataforma não só na sua forma metodológica, mas principalmente nos momentos de trocas de experiências com as pessoas do curso em geral e também com todos da nossa comunidade, pessoas essas que fazem parte do nosso cotidiano, mas que muitas vezes nós não conseguimos ver quais são realmente seus desejos e anseios dentro da comunidade em que estão inseridas.

Acredito que este curso para formação de monitores, é uma excelente oportunidade de transformação social visto que ele proporciona a todos um rico aprendizado e nos encoraja a fazer trabalhos comunitários que na maioria das vezes são difíceis de serem realizados sozinhos, porém se torna fácil a partir do momento em que todos colaboram e fazem sua parte e o projeto comunitário é um grande exemplo disso.

Matéria enviada por Rosi Torres - educadora social.

Nenhum comentário: