Pesquisar neste blog

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Dissertação de Luciano Fernandes: Digestão anaeróbia de resíduos bovinos e suínos monitorada por um sistema de aquisição de dados e uso do biofertilizante como fonte de nutrientes no cultivo de plantas de Girassol (Helianthus annuus L.)

Dissertação: Digestão anaeróbia de resíduos bovinos e suínos monitorada por um sistema de aquisição de dados e uso do biofertilizante como fonte de nutrientes no cultivo de plantas de Girassol (Helianthus annuus L.) 
Autor(a): Luciano Fernandes de Moura 
Programa: Pós-Graduação em Energias Renováveis 
Instituição: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará 
Publicação: 2017 
Fonte do artigo: IFCE 


Resumo:
Diversos são os desafios enfrentados pela sociedade. Dentre estes, podem-se citar os resíduos sólidos gerados pelo mundo, isso devido ao seu grande potencial de contaminação e degradação do meio ambiente. Dentre os vários tipos de resíduos sólidos, os dejetos de animais (biomassa), fazem parte de uma parcela significativa desses rejeitos nos modos de produção agropecuária. Partindo dessa problemática, o presente trabalho teve como objetivo estudar a digestão anaeróbia dos resíduos bovinos e suínos monitorados através de um sistema de aquisição de dados, bem como verificar a viabilidade do uso de diferentes concentrações do biofertilizante produzido como fonte de nutrientes no crescimento inicial de plântulas de girassol sob condições de casa de vegetação. Na construção do sistema de aquisição de dados foi utilizado um computador (Raspberry Pi) de pequeno porte desenvolvido pela Raspberry Pi Foundation. Optou-se por esse modelo por se tratar-se de um instrumento bastante simples, porém, capaz de realizar várias tarefas específicas, além do uso de diversos sensores de baixo custo no mercado. Fez-se depois o estudo cinético do processo, com quatro ensaios, dois in natura com proporções de 100% de dejeto bovino e 100% dejeto suíno e os outros dois se utilizando do ensaio in natura com proporções de mistura de 50%/50% e 75%/25% de dejeto bovino e dejeto suíno respectivamente. Fez-se o estudo com o biofertilizante em dois experimentos distintos utilizando os ensaios in natura nas proporções de 100%. As sementes de girassol utilizadas foram as cultivar BRS 323 adquirida junto à EMBRAPA Produtos e Mercados. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em dois esquema fatorial de 4 x 4: quatro concentrações (0; 40; 80 e 120 kg N ha−1 ) x quatro períodos de coletas (14; 21; 25 e 29 dias após a semeadura) para as variáveis número de folhas (NF), diâmetro do coleto (DC) e altura da parte aérea (APA) e 4 x 3: quatro concentrações (0; 40; 80 e 120 kg N ha−1 ) x três períodos de coletas (21, 25 e 29 dias após a semeadura) para matéria fresca da parte aérea (MFPA) e matéria seca da parte aérea (MSPA), com cinco repetições contendo duas plantas. Os dados coletados foram submetidos à regressão polinomial utilizando-se o programa estatístico sisvar 5.4, os valores de raízes foram submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo software Sigma Plot 11.0. Mediante os resultados obtidos, concluiu-se que a utilização do sistema de aquisição de dados contribuiu de forma significativa para o monitoramento do processo de biodigestão anaeróbia ao longo dos estudos e que o uso do biofertilizante como fonte nutricional na cultura do girassol nas condições empregadas no trabalho influenciou significativamente, pois promoveu incrementos em todos as variáveis analisadas em relação ao controle (ausência de biofertilizante), especialmente no tratamento de 120 kg N ha−1 . Deste modo, é possível afirmar que os biofertilizantes produzidos podem ser uma alternativa viável na substituição dos fertilizantes inorgânico.


Nenhum comentário: