Pesquisar neste blog

sábado, 4 de outubro de 2014

Idílio - Dodora

Meu âmago explode com a sua ausência.
Meu ego exige sua presença.
Meu mundo não é nada
Sem você.
Meu dia é noite.
Meu idílio iniciado.
Meu passarinho calado.
Meu violão sem acordes.
Acordo de êxtase
Minha única obsessão,
(confrontando com a razão)
minha eterna ilusão,
VOCÊ.

Contraponto - Maria Auxiliadora da Silva Maia - Poesias/Crônicas e Contros Ingênuos - 1ª Edição, 1998.

Nenhum comentário: