Pesquisar neste blog

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Os Piaus-Azuis do Apodi

Manoel Antonio de Oliveira Coriolano, citando o Padre Florencio Gomes de Oliveira, descreve os piaus-azuis do Apodi, nos seguintes termos: As águas  das chuvas que estagna por alguns meses, sem comunicação com outras águas, no riacho Seco do Sítio Oiticicas, produzem por si mesmas, em grandes cardumes, uma espécie de peixes azulados, com escamas e barbatanas, etc, maiores de meio palmo e que morrem quando as águas secam e se reproduzem quando elas se tornam a juntar e duram meses naqueles lugares.(...)

Os seres produzidos da terra são verdadeiros peixes com todos os seus instintos, agilidade na água, modo de existir e propriedades alimentícias; pois consta que algumas pessoas já comeram deles e é tradição que uma preta velha habitante daquele lugar ermo, consoava aos sábados com eles”. 

Fonte: Boletim Bibliográfico n° 13, da Biblioteca Municipal de Mossoró.

Flagrantes das Várzeas do Apodi - José Leite(Separata de Pré-Lançamento) 

Nenhum comentário: