Pesquisar neste blog

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Canção fora de tom e moda ou A canção que deveria ser fora de tom e moda mas que o homem não deixa - Aluísio Barros

Não cantem
que a madrugada ainda não rompeu
o dia:
As cores continuam ultrajadas
e o trigo ainda não é farto;
há sombras no sol
e a sua claridade não é bastante
para acender os rostos;
muito ainda teremos que sonhar
até que a luz seja suficiente
para rasgar a noite
e nos presentear com o dia.

Não cantem, ainda, este dia
que vos apresenta...
Guarde a voz do vento
Antes que seja tarde para gritar nossos sonhos.
CHEGA um tempo em que os
poetas
ficar a ver navios:
o movimento sonolento
da tarde
repousa o cio das paixões,
- é tempo de ficar zanzando por aí
repensando o nada.

"Anjo Torto" - Aluísio Barros de Oliveira  

Nenhum comentário: