Pesquisar neste blog

sábado, 27 de setembro de 2014

Black -out -- Aluísio Barros

Branco
ponto de luz
túnel
dor
andar apressado curvado atônito
túnel sem ponto nem túnel
b l a c k – o u t !

Absoluta...a mente enterra
a bíllis esparrama pelo chão

- Ai que saudades de aurora
contando estórias que não contarei jamais.


Psiu! deixe o meu menino dormir em paz. 

Nenhum comentário: