Pesquisar neste blog

sábado, 23 de agosto de 2014

Socos poéticos - José Leite

Insulto do poeta potiguar, Minervino Vanderlei de Siqueira, escrito no verso de uma fotografia deixada por José Leite, na Agência-Modelo de Estatística de Caicó/RN, em 1949:

Zé Leite, nesta época você era bonito,
era forte, de cabeleira e gordinho,
hoje, usando suspensório nos ovos,
magro, careca, desprezado e fininho.

Resposta de José Leite, na mesma foto:

Paciência colega, a vida é assim,
com prestígio e dinheiro a gente é feliz,
quatros anos passados, quem é que me diz?
que você não está desdentado e chinfrim?

Mossoró/RN, 1983.

Flagrantes das Várzeas do Apodi - José Leite(Separata de Pré-Lançamento)

Nenhum comentário: