Pesquisar neste blog

domingo, 6 de julho de 2014

Comunidade da zona rural de Apodi aumenta produtividade e leva mais benefícios para as mulheres


A comunidade do Rio Novo, na Zona Rural de Apodi, tem se destacado em seu desenvolvimento cultural devido a busca pelo conhecimento. Nesta última semana a Associação de Mulheres, liderada pelo agricultor Gerson Gomes, recebeu o Centro Feminista 8 de Março - CF8.

O CF8 trabalha com vários projetos, entre eles a ATER Mulheres (Assistência Técnica e Extensão Rural para Mulheres), que um projeto do Governo Federal e será implantado em um intervalo de 2 anos. O curso é identificado como Atividade de Pré-elaboração de Projeto e tem o objetivo de ajudar cerca de 30 mulheres da comunidade realizarem alguma atividade, como a criação de galinhas.

Cada mulher irá receber 2.400,00 do governo para fazer parte. Segundo Gerson Gomes, presidente da associação, para fazer parte do projeto é necessário que cada mulher esteja encaixada no nível social de baixa renda.

Em Apodi a comunidade de Melancias também faz parte do projeto e contempla 14 famílias, somando 44 no total, em todo o território apodiense. Ao todo são 250 vagas e hoje já estão sendo contempladas 240 13 comunidades, nos municípios de Apodi, Campo Grande, Caraúbas, Felipe Guerra e Itaú.


Gerson tem buscado melhorias para a comidade com forte veemência e sem medir esforço. As mulheres, que já participam da produção de doces, se mostraram muito agradecidas com o esforço do agricultor.

O CF8 tem sede própria em Mossoró e realiza atividades em todo o território potiguar com parceria do Ministério do Desenvolvimento Agrário e o Desenvolvimento Social e Combate à Fome. O objetivo é realizar a assessoria técnica junto a mulheres rurais além de contribuir com o acesso delas as políticas públicas.

Um comentário:

Anônimo disse...

matéria com erros ortográficos.