Pesquisar neste blog

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Musa da vida - Paulo Filho Dantas

“És a rainha do meu paraíso
És a flor cheirosa, perfumada,
És fera livre, indomada
Não me pertences, te preciso.

Não consigo aqui te encontrar,
Mostro-se para mi, apareça,
Só não peça que eu a esqueça
Princesa minha, luz de luar.

Por que só em sonhos aparece?
E da frágil se esquece?
Humana é limitada compreensão

Sacia-me o aberto peito,
Sangra a ferida sem jeito,
Dá vida ao meu coração’’.

"Caminhos do Meu Ser"
Paulo Dantas Magno Filho

Nenhum comentário: