Pesquisar neste blog

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Meu uno - Paulo Filho Dantas

“Aquele corpo é só matéria,
Aquela alma é quem o aviva
Essa sociedade é quem os corrompe

Desabrocha em sua tenra idade
Seus mais íntimos desejos, vontades,
Por que o futuro é uma incógnita.

Construir barreiras e grossas muralhas
Onde somente a solidão possa adentrar,
Cadê aquele romântico heroísmo?’’

"Caminhos do Meu Ser"
Paulo Dantas Magno Filho

Nenhum comentário: