Pesquisar neste blog

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Teu eu em mim - Paulo Filho Dantas


“Por que fazer comigo assim?
Se te colocar no pensamento
Preencho da vida cada momento
Sem tempo de pensar em mim!?

Aceito minha vida sem condição.
Pois o teu eu de mi não sai,
Meu viver em tua armadilha cai
Procurando nos teus braços paixão.

Amor, sublime amor, não sinto
Só o fogo que arde ao quinto
Copo etílico que logo consumo.

O desejo teima em consumir
O real trata de me seduzir,
Viva ao sentimento supra-sumo''

"Caminhos do Meu Ser''
Paulo Dantas Magno Filho 

Nenhum comentário: