Pesquisar neste blog

sábado, 12 de outubro de 2013

Chama-te a noite - Paulo Filho Dantas

“Se um dia te perder
Chorarei desesperadamente,
Não sei como vou viver
Sem a esquecer da mente,
Procurarei pela cidade
Um pouco da saudade
Sentida por ti agora,
Naufrago num mar de ânsia
Por só descobrir na distância
Sou eu quem por ti chora.

Invocarei pela tristeza
Todo o vivido sentimento
Lembrando daquela princesa
E do nosso secreto juramento,
Estarei sempre a pensar
Onde irei te procurar
E abraça-la novamente,
Eu sou teu, você é minha
Me beije agora rainha
Não destrua o amor da gente.

Se um dia o navio da saudade
Adentrar pelos mares do coração,
Peço que digas toda a verdade
Não negues se sentes paixão,
Experimente o que, só sinto
E nunca fale que eu minto
Quando digo que a você amo
Essas coisas a vida entorpece
Para nos dar o que se merece
Gemendo a noite, teu nome chamo’’.

"Caminhos do Meu Ser''
Paulo Dantas Magno Filho

Nenhum comentário: