Pesquisar neste blog

sábado, 7 de setembro de 2013

Aspectos geográficos de Apodi

NOSSA VEGETAÇÃO

A vegetação (conjunto dos vegetais de uma região) no município de APODI é de caráter seco, como a caatinga do sertão nordestino, com abundâncias de cactáceas e plantas de porte mais baixo, entre espécies, destacamos as seguintes: jurema, jurema branca, mufumbo, pereiro, marmeleiro, pau branco, aroeira, pau de leite, faveleiro, carnaúba, oiticica, cardeiro e xique-xique. 

PLANTAS ALTAS. 

Acácia, algaroba, alecrim, aroeira, cajazeira, carnaúba, castanhola, cajueiro, cajaraneira, cumaru, coqueiro, bico de ouro, genipapo, jatobá, joão mole, jucá, jurema branca, jurema preta, imburana, ingá, juazieiro, filgueira, flor de cera, limoeiro, laranjeira, maramduba, marmeleiro, capim elefante, mangueira, mufumbo, mororó, mulungu, mamona, oiticica, pau d’’arco, pau branco, catigueira,pião, pitobeira, quixabeira, sabiá, umarizeira e velame. 

PLANTAS RASTEIRAS 

Açaí, araticum, alface, aninga, algodão, bambu, bredo, bodoega, capim vermelho, capim mimoso, capim pega pinto, caboim, cedeira, carrapicho de ovelha, canela brava, cabacinha, chuchu, canapum, fava brava, fedegoso, galamastro, grama, gravatá, gitirana, jurubeba, feijão, feijão bravo, Mnjerona, mata pasto, macela, manjiricão, mastruz, maxixe, milona, melão-de-são-caetano, macambira, malváceia, malva, malva branca, melosa, milho de cobra, melancia, melancia de praia, palmatória, pega pinto, piriquiti, pião btanco, pião vermelho, samba cuité, salsa, quebra pedra, rosa d’água, vassourinha, velame, urtiga e urtiga branca. 

PLANTAS NATIVAS MEDICINAIS 

Papaconha, pega pinto, fedegoso, batata de purga, muãmbê, ortiga, imbiritana, ameixa, cabacinha, canela brava, cedreira, macela, capim santo, ameixa, macena, jatobá, samba cuité e vassourinha.

FRUTO QUE FRUTOS E GRÃOS COMESTÍVEIS 

Em nossa pesquisa encontramos neste município plantas que dão frutos e grão comestíveis para a população, sendo as seguintes:

- Abacateiro 
- Arroz, 
- Bananeira, 
- Cajaraneira, 
- Cajueiro, 
- Cardeiro, 
- Carnaubeira, 
- Ciriguela, 
- Chuchu, 
- Fava, 
- Feijão Macassar, 
- Graviola, 
- Gergelim, 
- Imbuzeiro, 
- Jerimunzeiro, 
- Juazeiro, 
- Laranjeio, 
- Mamoeiro, 
- Mangueira, 
- Melancia, 
- Milho, 
- Maxixeiro, 
- Meloeiro, 
- Pitombeira, 
- Pinheiro, 
- Quiabeiro, 
- Quixabeira, 
- Xique-Xique, 
- Trigo, e 
- Umarizeiro. 

PLANTAS QUE DÃO FRUTOS SUBTERRÃNEOS

As plantas que dão frutos bulbos, ou seja, subterrâneas, entre o tronco e a raiz, cujos bulbos são usados na alimentação de nossa população. São as seguintes: 
- Amendoim, 
- Batata, 
- Batatinha 
- Macaxeira, 
- Mandioca, 
- Macambira.

PLANTAS QUE SERVEM PARA TEMPERO 

- Alface, 
- Alho, 
- Cebola, 
- Coentro, 
- Chuchu, 
- Pimenta do reino, 
- Pimenta malagueta, 
- Pimentão, 
- Tomate, e 
- Urucum.

Obs.: Desta relação de plantas, apenas constam as mais conhecidas, pois neste município e região existem outras espécies não conhecida e lembrada por este pesquisador. Sei de várias, tendo em vista que por muito tempo fui agricultor. 

O QUE É FAUNA ?

Fauna é o conjunto das espécies animais que vivem em um espaço geográfico ou em determinado habitar.

GESTAÇÃO, VIDA E PROLE DE NOSSA FAUNA 

ANIMAL 
TEMPO MÉDIO DE GESTAÇÃO 
TEMPO MÉDIO DE VIDA

Cabra 
270 dias 
18 anos 
Cadela

73 dias 
13 anos

Égua 
210 dias 
18 anos 
Jumenta 
147 dias 
18 anos 
Vaca 
290 dias 
20 anos 
Porca 
130 dias 
10 anos 
Coelha 
30 dias 
10 anos 
Gata 
65 dias 
10 anos 
Galinha 
21 dias 
4 anos 
Pata 
35 dias 
4 anos 
Perua 
28 dias 
4 anos 
Canária 
14 dias 
4 anos 
Anta 
420 dias 
30 anos 
Papagaia 
21 dias 
20 anos 
Macaca 
139 dias 
20 anos 
Barata 
32 a 53 dias 
30 meses 
Mosca 
10 a 12 dias 
49 dias 
Muriçoca 
10 a 11 dias 
30 dias 
Mosquito 
10 a 11 dias 
30 dias 
Pulga 
35 a 64 dias 
280 dias 

ANIMAIS EXISTENTES EM APODI

Conheça todas as espécies de animais existentes neste município e Região Oeste Potiguar, desde de insetos, animais reodores, aves, pássaros, abelhas, peixes, cobras, répteis, animais domésticos e selvagens; animais de abete e etc.

INSETOS 
- Aranha. 
- Abelhas. 
- Borboletas, 
- Bicudo, 
- Barata, 
- Cigarra, 
- cupim, 
- cascado, 
- Carangueira, 
- Carrapato, 
- Besouro, 
- Formiga, 
- Garfanhoto, 
- Lacraia, 
- Largata 
- Mosca, 
- Mosca Branca, 
- Mutuca, 
- Muriçoca, 
- Mosquito, 
- Pernilingo, 
- Piolho, e 
- Pulga. 

ANIMAIS ROEDORES 
- Preá, 
- Cutia, 
- Guabiru, 
- Rato, e 
- Punaré. 

AVES 
- Alma de Gato 
- Anum 
- Anum Branco, 
- Anum Galego, 
- Caboré, 
- Canção, 
- Carcará, 
- Cordona, 
- Curió, 
- Bentevi, 
- Galinha, 
- Gavião Cabloco, 
- Gavião Comum, 
- Jacu 
- Juriti, 
- Maria Preta 
- Marreca, 
- Nambu-açu 
- Papa Capim, 
- Papa-lagarta, 
- Periquito, 
- Pombo, 
- Rasga Mortalha 
- Ribaçã, 
- Rola Cabocla, 
- Rola Cascavel, 
- Teteu, 
- Vem Vem. 

PÁSSAROS 
- Acuaã, 
- Andurinha, 
- Arribaçã, 
- Asa Branca, 
- Avoete, 
- Azulão, 
- Beijar-flor, 
- Canário, 
- Carão, 
- Casaca de Couro, 
- Concriz, 
- Currupiu, 
- Corrupião, 
- Flexa-peixe, 
- Fura Barreira, 
- Galinha d’água, 
- Galo, 
- Galo de Campina, 
- Graúna, 
- Guiné, 
- Lavandeira, 
- Mane Besta, 
- Marreca, 
- Mergulhão, 
- Papa-pinha, 
- Papa Sebo, 
- Patativa, 
- Pato, 
- Pato-d’água, 
- Paturi, 
- Pavão, 
- Periquito, 
- Peru, 
- Pica-pau, 
- Pintassilgo, 
- Rolinha, 
- Sariema, 
- Tetéu 
- Urubu, e 
- Xoró. 

ABELHAS 
- Amarela, 
- Arapuá, 
- Boca Torta 
- Capuchu, 
- CUPIRA, 
- Jabatão, 
- Jandaira, 
- Inchuí, 
- Marimbondo, 
- Italiana, 
- Sonhoron, e 
- Tubila. 

PEIXES
 - Anaquim, 
- Apanhari, 
- Cangati, 
- Capa, 
- Cará, 
- Cascudo, 
- Curimatã, 
- Mane Besta, 
- Muçu, 
- Piaba, 
- Piau, 
- Piranha, 
- Tambaqui, 
- Tilápia, 
- Tucanaré. 

COBRAS
 - Caninana, 
- Cacavel, 
- Cobra de caçote, 
- Cobra Cega, 
- Cobra de Cipó, 
- Cobra de duas cabeças, 
- Cobra de Leite, 
- Cobra Preta, 
- Cobra de Rato, 
- Cobra de Taboleiro, 
- Cobra Verde, 
- Coral, 
- Jararaca 
- Salamandra, 
- Sucuri, 
- Veado. 

RÉPTEIS 
- CÁGADO, 
- Calango, 
- Camaleão, 
- Largato, 
- Lagartixa, 
- Peba, 
- Perereca, 
- Sapo, 
- Sapo Boi, 
- Sapo Cururu, 
- Rã, 
- Tatu, e 
- Tejeaçu. 

ANIMAIS CARNÍVOROS DOMÉSTICOS 
- Cachorro e 
- Gato. 

ANIMAIS CARNÍVOROS SELVAGENS 
- Cachorro, 
- Guaxinim, e 
- Gato do Mato. 

ANIMAIS SELVAGENS DOMÉSTICOS 
- Coelho, e 
- Lebre. 

ANIMAIS VELOZES E TÍMIDOS 
- Veado e 
- Guaxinim. 

ANIMAIS DOMÉSTICOS 
- Cachorro, 
- Cavalo, 
- Burro, 
- Égua, 
- Jumento, e 
- Gato. 

ANIMAIS SELVAGENS
- Camaleão, 
- Cutia, 
- Bico doce, 
- Furão, 
- Gabirú 
- Gato do Mato, 
- Gato Pintado, 
- Guaxinim, 
- Largatixa, 
- Maritacaca, 
- Mocó, 
- Mucura, 
- Porco do Mato, 
- Punaré, 
- Saguim, e 
- Tejeassu. 

ANIMAIS DE ABATE 
- Boi, 
- Cabra, 
- Carneiro, 
- Porco, 
- 0velha, e 
- Vaca. 

NOSSO QUERIDO AMADO APODI 

O céu muito azul contrasta com a brancura das nuvens. As carnaúbas agitam as folhagens a todo instante como um eterno cartão de visitas. O sol está a pino - a temperatura média é de 28ºC -, lembrando que é verão o ano inteiro.

Estamos no sertão potiguar, município de Apodi, Rio Grande do Norte, Nordeste do Brasil, distante 352 km rodoviários, da capital estadual, Natal. Lutando contra o sol forte e a escassez das chuvas, os cactáceos sobrevivem milagrosamente encravado nas pedras calcáreas. Brancas, rosadas, amareladas, algumas cinzentas, elas fazem a decoração natural. A paisagem do lugar é formada por vegetação rasteira e por carnaubais, condizentes com o clima semi-árido. Mesmo estando localizado no sertão, e sofrendo com a seca como muitas cidades do interior do Estado do Rio Grande do Norte, e de parte da região Nordeste, o município de Apodi é rico e tem um manancial de água cristalina no subsolo.

Sua maior riqueza, no entanto, só foi descoberta há pouco tempo, mas já está sendo aproveitada, com a instalação, dentre outras indústrias, de uma empresa de água mineral, e com irrigação. Em breve vai poder abastecer todas as cidades localizadas na circunvizinhança. A água da população urbana é garantida por dois poços tubulares administrados pela CAERN - Companhia de Água e Esgotos do RN, e as comunidades que moram na zona rural dispõem de poços, de responsabilidade da Prefeitura Municipal. Com a inauguração da barragem de Santa Cruz, sonho dos moradores mais antigos, que começou a ser erguida no ano de 1999, Apodi se transformará num oásis no Oeste Potiguar. Consolidando a irrigação, com certeza o município vai aumentar a produção de frutas, e por conseqüência, proporcionará a exportação.

A maior atração turística da região é de maior importância para a Arqueologia, o sítio arqueológico Lagedo de Soledade, distante 12 km do centro de Apodi. Lá existem inscrições rupestres milenares, registradas nas pedras. Sinais - que o tempo não apaga - das primeiras civilizações que habitaram o lugar. Também faz parte das atrações turísticas do município a Lagoa de Apodi, com seus 18 km de extensão. Apodi tem cerca de 35 mil habitantes, que vivem na cidade e em comunidades rurais, numa área total de 1.459 km², o equivalente a 2,75% da superfície estadual. Está localizada na Mesorregião do Oeste Potiguar, sendo a principal cidade, da Microrregião da Chapada do Apodi. Limita-se ao Norte com os municípios de Felipe Guerra e Governador Dix-Sept-Rosado.
Ao Sul com Severiano Melo, Itaú e Umarizal. A Leste com Caraúbas e, a Oeste, com o Estado do Ceará.

CHAPADA DO APODI 

Com área estimada em 8.000 km2, a Chapada do Apodi é a única elevação de terreno existente no município. Embora sendo devastada, a Chapada tem fauna e flora diversificadas. O planalto se estende por outros municípios e também pelo Estado do Ceará. Apresenta solos fertéis e há registros de petróleo e gás natural, completando com o calcáreo as ocorrências minerais de Apodi. Compõem a bacia hidrográfica Apodi-Mossoró os rios Apodi, Umari, riachos do João Dias, da Melancia, da Barra, dentre outros.

SERROTES

No município notam-se vários cordões de serrotes, assim conhecidos grandes massapés, conjunto de serrotes pequenos de pedra calcária, chamados ÁREA TERRITORIAL- . Com uma área de 1.555,5 quilômetros quadrados, equivalente a 2,92 % sobre o território potiguar.

CLIMA

O  clima neste município é do tipo: Semi-Árido.
PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA
De acordo com os meteorologistas a precipitação pluviométrica anual neste município é da seguinte maneira:
Média............... 675,9 mm
Máxima............. 141,2 m,m,.
PERÍODO CHUVOSO
0 período chuvuso neste município tem início em janeiro até junho, isso quando acontece estiagem. Porém, a precipitação média gira em torno de 691 mm/ano distribuídos num período de 4 meses (fevereiro a maio), sendo que no mês de abril as precipitações ocorrem com maior intensidade.

ASPECTOS GEOLÓGICOS

Solo

Os tipos de solos predominantes neste município são os seguintes:
Bruno não cálcio, latos solos vermelho e sob solo com areia franco e/ou moderado, textura argilosa, fase caatinga hiperxeró-fila, relevo plano, luviais eutróficos. Quanto à conservação ainda não há utilização de práticas conservacionistas que que contribuem para a preservação e recuperação de solos.

USO DO SOLO

Estes solos são utilizados, principalmente a agricultura, com a cultura de feijão macassar, arroz, milho, algodão e cajueiro, as duas principais culturas deste município são: arroz e Feijão

RELEVO

Aspectos geológicos:

Geologicamente o relevo deste município é de formação modesta, apresentando pequenos serrotes, morros, altos e depressões.
Definições............. montanhas, vales e planícies.
Morro.................. Monte pouco elevado, colinas.
Serrote................ Pequena Serra.
Alto.................... Grande extensão vertical considerado para cima.
Depressões............ Baixa de terreno.

Já no que diz respeito a fertilidade do solo está assim distribuídas:
Boa......... 25% - equivalente a 36 quilômetros quadrados.
Regular – 60% - equivalente a 86 quilômetros quadrados.
Ruim – 15% - equivalente a 19 quilômetros quadrados.

GEOLOGIA

A topografia do município de Apodi, situado na Mesorregião do Oeste Potiguar, mas precisamente na Microrregião da chapada do Apodi, apresenta características distintas e definidas, pois é constituído de duas áreas: a maior parte está encravada em cima de serras; outra parte, muito pequena está situada em terras planas.

CARACTERÍSTICAS GEOLÓGICAS.

A área territorial do município de Apodi é de 1.400,7 quilômetros quadrados, como ocorre com os demais municípios da região Oeste Potiguar e outras regiões do Estado, está constituída de um modo geral de rochas metamórficas indivisas do Pre-cambriano e corpos granitóides pertencentes a Província Borborema onde se identificam as rochas metamórficas cujos litótipos principais são gnaisses diversas, migmatitos, xistos e anibobolitos em alguns locais. Ocorrem também corpos intrusivos. Estas rochas sofreram várias fases de deformação e metamorfismo.

O QUE É GEOLOGIA

É o estudo das constituintes da terra, usando compreender sua natureza, sua distribuição, sua história e sua gêneses. Conjunto das características do subsolo de uma região, através das quais se podem compreender sua história geológica. Aqui no município, encravado na divisa da Chapada do Apodi com a Depressão Sertaneja, cuja geologia é contribuída por terrenos antigos, originários da Era geológica conhecida por Pré-Cambriano. Este município é totalmente constituído por uma única formação geológica conhecida por Arenito Açu. Essa geologia é caracterizada por rochas calcárias e areniticas.

HIDROGEOLOGIA

Hidrogeologia, parte da geologia que se ocupa dos processos de circulação da água no solo e das águas subterrâneas, assim como de captação e proteção. Neste município, a hidrografia é procedida através rios, açudes, barragens, poços amazonas, cacimbões, cacimbas, cataventos e bombas d’água, com razão suficiente para a demanda local, sendo aproveitada para o consumo humano e irrigação.

OCORRÊNCIAS MINERAIS

Apodi, grande produtora de petróleo e gás natural terreste do País. No município existe grande quantidade desses ricos produtos, como também grande proditor da água natural.

OROGRAFIA

A nossa orografia é muito pobre, não dispomos de nenhuma serra, nem de grande serrote, apenas temos pequenos serrotes, 100 por cento deste município é constituído de planícies e chapadas que não ultrapassam os 50 metros de altitude máxima, ou seja, são pequenos serrotes e morros.

Fonte consultada: Portal Apodi

Nenhum comentário: