Pesquisar neste blog

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Acampamento da Chapada do Apodi receberá visita dos bispos amanhã (04).


Igreja se mobiliza em defesa de famílias rurais.

O Arcebispo de Natal de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha; o de Mossoró, Dom Mariano Manzana; e o Administrador Diocesano de Caicó, Pe. Ivanoff Pereira da Costa, farão uma visita pastoral às famílias atingidas por dois projetos: o da construção da Barragem Oiticica, que inundará o Distrito de Barra de Santana, no município de Jucurutu-RN; e o de irrigação da Chapada do Apodi, a cargo do DNOCS, no Oeste potiguar.
A visita será no dia 4 de setembro, quarta-feira próxima.
Às 8h30, eles visitarão o canteiro de obras e o eixo da parede da barragem, no município de Jucurutu. Às 10 horas, irão ao Distrito de Barra de Santana, onde haverá uma celebração, na capela local; e, às 16 horas,  estarão no acampamento das famílias do Projeto de Irrigação do DNOCS, na Chapada do Apodi.

O objetivo é conhecer, in loco,  a realidade das famílias atingidas pelos dois projetos.
Antes, no dia 16 de agosto, Dom Jaime, Dom Mariano, Padre Ivanoff, o Diácono Francisco Teixeira e o agrônomo José Procópio de Lucena, os dois últimos do Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários – SEAPAC, estiveram reunidos em Caicó, onde discutiram a situação das famílias envolvidas nos dois projetos.
A preocupação da Igreja do Rio Grande do Norte com as famílias atingidas pelos dois projetos (Barragem de Oiticica, no Seridó, e Projeto de Irrigação da Chapada do Apodi, na região Oeste) também foi apresentada pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha; pelo bispo de Mossoró, Dom Mariano Manzana, e pelo administrador Diocesano de Caicó, Padre Ivanoff Pereira, à Governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), na última segunda-feira, 26 de agosto.
O apelo da Igreja é para que haja justiça para com as famílias atingidas pelos dois projetos.

Nota do Blog Notícias do Campo - Grande iniciativa da Igreja Católica. Sua atuação nesse contexto pode ser decisiva à defesa dos interesses dos pequenos ruralistas.
Por Agnaldo Fernandes no Blog Notícias do Campo

Nenhum comentário: