Pesquisar neste blog

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Oh, poeta sonhador - Lucas Benjamim Marinho

Oh, poeta sonhador
Que exerces a poesia
Com carinho e muito amor,
Que descreves com alegria
Em seus versos o dissabor,
Que sustenta e irradia
A cultura aonde for,
Que, por vezes, é discriminado
Por seu jeito pensador.
Oh, poeta sonhador
Que sempre estás a pensar
Em um jeito novo,
Uma forma, de se expressar
Para que sua mensagem
Outros queiram ensinar.
Oh, poeta sonhador
Não desista de lutar
Adversidades virão
Mas, você superará
Pois, este dom que tens
Apenas Deus pode dar.
Oh, poeta sonhador
Cumpra sua missão
De escrever com sinceridade,
Alegria e lealdade,
Descrevendo a verdade
Para toda a nação
Oh, poeta sonhador
Que há pouco tempo
Descobriu este poder,
Que, para algumas pessoas,
É apenas “escrever”,
Mas, você sabe,
Que se trata mais de ver,
Ver a vida de outra forma
Que é difícil de explicar
Um jeito novo, diferente
De pensar e se expressar.
Oh, poeta sonhador
Porque andas tão cansado?
Dá pra ver no seu olhar
Que estás desanimado
Está triste, cabisbaixo
Como se algo tivesse mudado
E, realmente, mudou,
A sociedade se transformou
A poesia acabou
O respeito não voltou.
Oh, poeta sonhador
Não se importe se alguns
Desprezam sua arte
E causam sua dor.
Tem certeza, realmente,
A sociedade mudou,
Se transformou,
Nos abandonou?
O mundo está diferente
Acabou-se todo o amor?
Mas será que neste mundo
Tão divergente
Ainda resta espaço
Para um poeta sonhador?

Um comentário:

Anônimo disse...

Excelente. Me surpreendi.
Um garoto^escrever assim.
Parabéns.