Pesquisar neste blog

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Hidrografia de Apodi

A hidrografia do Apodi está representada pelos rios Apodi e Umari, bem como por riachos, lagoas e açudes que constituem as águas superficiais da região. O município de Apodi é rico e tem um manancial de água cristalina no subsolo.

RIO APODI-MOSSORÓ 

O Rio Apodi é o maior rio totalmente norte-rio-grandense. Nasce na Serra da Queimada, em Luiz Gomes e atravessa a Chapada do Apodi. Ao penetrar no município de Mossoró recebe também a denominação de Rio Apodi-Mossoró, atravessa esta cidade e deságua no Oceano Atlântico, na cidade de Areia Branca, onde recebe o nome de rio Ivipani. Seus principais afluentes os rios do Carmos, Upanema e Umari, os riachos Pitombeira, Tapuio, Grande e Bonsucesso e o Córrego Apodi.

Compõem a bacia hidrográfica Apodi-Mossoró os rios Apodi, Umari, riachos do João Dias, da Melancia, da Barra, dentre outros.

O Rio Apodi banha as cidades de Apodi, Pau dos Ferros, Felipe Guerra, Governador Dix-Sept Rosado, Mossoró e várias outras cidades. É o principal afluente do Rio Apodi, nasce na Serra de Martins e deságua na região do Vale, no Sítio Juazeiro. 

No início do século XX este rio era a principal fonte de alimento e dele retirada água que abastecia a cidade. A bacia do rio Mossoró/Apodi é a segunda maior bacia hidrográfica do estado, ocupando uma área de 14.271 km², o que corresponde a 27% do território estadual. Outro rio que compõe a bacia hidrográfica Apodi-Mossoró e banha o ecossistema da Caatinga é o rio Umari que tem um curso de 70 km. Rio Apodi-Mossoró

BARRAGEM DE SANTA CRUZ (ALUÍZIO ALVES) 


A barragem de Santa Cruz foi inaugurada no dia 11 de março de 2002, pelo presidente Fernando Henrique Cardoso e por Garibaldi Alves, governador do Rio Grande do Norteo naquele período. Esta barragem é o segundo maior reservatório do Rio Grande do Norte, a barragem de Santa Cruz (também conhecida como Barragem Ministro Aluízio Alves), localizada no Sítio Santa Cruz, no município de Apodi/RN. Integrante da bacia Apodi Mossoró, a Santa Cruz do Apodi, com capacidade de 600 milhões de metros cúbicos, é uma das mais importantes fontes de abastecimento do Rio Grande do Norte, atendendo cerca de 27 cidades da região.

Aspectos técnicos da Barragem de Santa Cruz

Bacia hidrográfica                  4.264,00 Km²
Bacia hidráulica                                 3.620.00 ha
Volume acumulado                600 milhões m³
Altura máxima                                               57,50 m
Extensão do maciço              2.480,00 m
Extensão do vertedor                        460,00 m
Largura do coroamento                                            700 m
Cota do vertedor                                           98,50 metros
Descarga máxima vertedor              5.700 m³/s

PRINCIPAIS AÇUDES, RIACHOS E LAGOAS DO APODI

RIACHOS:

Riacho Mulungu, riacho de Cápua, riacho da Barra, riacho das Missões, riacho da pedra D’água, riacho das Melancias, riacho do Arção, riacho da Forquilha, riacho do salgado, riacho de Santa Isabel, riacho Carnaúba Seca, riacho de Santa Rosa, riacho Serrista, riacho do Retiro, riacho do Sítio do Padre.

AÇUDES: 

Açude do Arção, de Brabas, de Baixa Grande, Barro Vermelho Bravos, Bonito, Bezerro, Cápua, Cachoeira, Canoas, Inveja, Milona, Mocambo, Mulungu, Mansidão, Melancias, Marrecos, Pintado, Pedra d’água, Pitombeira, Rapé, Santa Rosa, Salgado, Santa Isabel, Sucupira, São Dimas, Serrista, Traíras.

LAGOAS:



A maior lagoa é a Lagoa de Apodi que é considerada o segundo reservatório do município com capacidade de vinte milhões de metros cúbicos e fica localizada perto da cidade.

Outras: 

Lagoa dos Bravos, Lagoa do Bamburral, Lagoa Boa Vista, Lagoa do Clementino, Lagoa Comprida, Lagoa do Cuvico, Lagoa de Dentro, Lagoa do Feijão, Lagoinha, Lagoa do Mato, Lagoa de Mina, Lagoa Rasa, Lagoa Seca.

Fonte: Apodi, Sua história – Válter de Brito Guerra
              Internet

Nenhum comentário: