Pesquisar neste blog

sábado, 20 de julho de 2013

Sorria - Paulo Filho Dantas


“É quando você fica só
Por desejar a solidão,
Que surge efeito dominó
Atingindo seu coração.

Levando a cabeça ao espaço,
O corpo em tremedeira
E a mente num embaraço
Espreitando a derradeira.

Hora do suspiro final,
O espírito leve, desigual
Vai voando em alforria

Seja qual for o problema
Por mais difícil dilema
Não fique triste e sorria’’.

Poesias do livro: Caminhos do Meu Ser
Cedido por Paulo Filho Dantas

Nenhum comentário: