Pesquisar neste blog

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Poema sobre a Lagoa do Apodi - Vilmací Viana

Lagoa dos meus encantos
Em ti lavei os meus prantos
E derramei toda
Minha Saudade

Paraíso preservado
Crepúsculo dourado
És tu vale encantado

Lagoa da minha infância
Carnaubais, oiticicas
Árvores altaneiras
Testemunhas das minhas brincadeiras

Fonte: ApodibaixodoPano

Um comentário:

Marcos pinto disse...

A inspirada poetisa VILMACI me fez mergulhar nas águas da saudade, para depois emergir minha alma nos horizontes dos sonhos. Viví como sempre insuperável.