Pesquisar neste blog

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Fátima Torres

FÁTIMA DE LIMA TORRES, nasceu no dia 12 de novembro de 1975 no Sítio Urbano município de Apodi. Filha dos Agricultores João Torres e Francisca Maria de Lima Torres. Tem dois filhos.

Iniciou os estudos na própria comunidade do 1º ao 4º em uma escola improvisada, multiseriada na residência da Senhora Francisca Francineide de Menezes, ao qual sempre agradece pelos ensinamentos, carinho e afeição. Do 5º ao 7º ano estudou na Escola Antonio Dantas sendo transferida para a Escola Gerson Lopes e passou a trabalhar durante o dia nas residências de algumas famílias e estudar a noite. Nesta época fez parte do Grupo de Jovens da paróquia de Apodi Leigos Denhonianos. Participou também da catequese da paróquia do município. Concluiu o segundo grau (magistério) na Escola Professor Antonio Datas.

Passou na seleção para Agente Comunitário de Saúde e voltou para a sua comunidade para trabalhar com o agente de saúde.

Movida pela utopia de melhorar a vida das pessoas de sua comunidade envolve-se no trabalho da Associação que estava sendo criada, inicialmente como sócia, depois como tesoureira e finalmente como presidente. A primeira grande conquista dessa associação foi a instalação da energia na comunidade e mais tarde a construção da capela. Foi através da associação que teve oportunidades de receber juntamente com os demais agricultores(as) formação, capacitação e militância política institucional.

De 1996 a 2003 Fátima vivenciou a experiência de trabalhar na área da saúde no meio rural e conviver diretamente com agricultura de subsistência que nos anos de seca massacrava ainda mais todos que ali viviam. Neste período fez o curso técnico de enfermagem através do Programa de Formação Profissional dos Servidores da Saúde.

Integrou-se ao trabalho de implantação e desenvolvimento da apicultura já iniciado no Sítio Retiro pela Associação de Apicultores, no Sítio Córrego através da Associação de Mini Produtores de Córrego e Sítios Reunidos - AMPC e mais tarde em todas as pequenas comunidades vizinhas. Participou na discussão do fórum de Apicultura no município de Apodi, com o objetivo de buscar melhorias para esta atividade que vinha para substituir o algodão, porém mais bem mais complexo em virtude do aparato tecnológico que a atividade necessita.

Em 2003 partindo das orientações do fórum que não eram mais só de Apodi e sim do Estado do Rio Grande do Norte foi sócia fundadora da Cooperativa Potiguar de Apicultura e Desenvolvimento Rural Sustentável COOPAPI. Fátima participou na 1ª diretoria como diretora financeira de 2003 a 2006 onde na mesma época e iniciou o Curso de Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – Núcleo de Caraúbas, concluindo-o em 2008.

Já na 2ª gestão da COOPAPI foi eleita diretora Presidente continuando um trabalho e criando outros departamentos na COOPAPI. Participou na implantação do projeto de cajucultura do Estado do RN. Trabalhou juntamente com a sua equipe as questões da Apicultura, Educação no Campo, Inclusão Digital e agregação de valor ao produtor da Agricultura Familiar. Assim como também trabalhou a articulação política para a criação da União das Cooperativas da Agricultura Familiar do Estado do Rio Grande do Norte - UNICAFES/RN onde assume o cargo de Diretora de Formação.

A partir de 2010 assume seu segundo mandato na COOPAPI. Foi coordenadora de Agricultura da Prefeitura Municipal de Apodi de janeiro a abril de 2010. Foi articuladora territorial da pesca e aqüicultura no território Sertão do Apodi, através de Convênio do Ministério da Pesca e a Cooperativa dos Trabalhadores Autônomos - CTA. Atualmente (2010 a 2013) é técnica da Célula de Informação e Acompanhamento do Território Sertão do Apodi através de um projeto de pesquisa e extensão da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte financiado pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário através do CNPQ.
Fonte: Fátima Torres

Nenhum comentário: