Pesquisar neste blog

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Dissertação de Francisco Elvis: Estudo e Implementação em plantas físicas de um controlador predileto generalizado com restrições

Dissertação: Estudo e Implementação em plantas físicas de um controlador predileto generalizado com restrições
Autor(a): Francisco Elvis Carvalho Souza
Curso: Engenharia elétrica
Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
Publicação: 2006
Fonte do artigo: UFRN
Clique para ver ou baixar 


quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Dissertação de Anânkia Ricarte: Herança da resistência do acesso AC-02 às raças 1 e 5 de Podosphaera xanthii em meloeiro

Dissertação: Herança da resistência do acesso AC-02 às raças 1 e 5 de Podosphaera xanthii em meloeiro 
Autor(a): Anânkia de Oliveira Ricarte
Curso: Fitotecnia 
Instituição: Universidade Federal Rural do Semiárido
Publicação: 2016
Fonte do artigo: UFERSA


Resumo:
O oídio é uma doença que causa perdas significativas na produção de melão em todo o mundo. A obtenção de cultivares resistentes é feita mediante introgressão de alelos de resistência. Neste estudo, investigou-se a herança da resistência do acesso AC-02 às raças 1 e 5 de Podosphaera xanthii por meio de cruzamento com a cultivar suscetível ‘Védrantais’, sob condições de casa de vegetação. As razões de segregações de resistência/suscetibilidade observadas nas diferentes populações (F1, F2, RC1 e RC2) indicaram que a herança da resistência do AC-02 às raças 1 e 5 é controlada, cada uma por um gene composto por dois alelos, de modo que o alelo que confere resistência domina o alelo para suscetibilidade. A distância entre o gene que controla a resistência à raça 1 (px1-ac02) e o gene que confere resistência à raça 5 (px5-ac02) é 28,5 cM. 


quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Dissertação de Francisco Carlos de Lucena: "Negros" misturados: Um estudo de caso sobre "identidades negras" em Mossoró-RN

Dissertação: "Negros" misturados: Um estudo de caso sobre "identidades negras" em Mossoró-RN
Autor(a): Francisco Carlos de Lucena
Curso: Antropologia social 
Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
Publicação: 2007
Fonte do artigo: UFRN


Resumo:
Com aproximadamente 213 000 habilitantes, Mossoró é a segunda cidade mais desenvolvida do estado do Rio Grande do Norte. A cidade é proclamada como a terra da liberdade. Para tanto, existem quatro momentos da sua história relacionados com a defesa da liberdade que são apontados como legitimadores de tal proclamação. Tais acontecimentos são o primeiro voto feminino do Brasil, a resistência contra o bando de Lampião, o Motim das Mulheres e a libertação dos escravos em 1883, cincos anos antes da sanção da Lei Áurea. Esses acontecimentos são comemorados anualmente no mês de setembro com um grande evento teatral denominado de o Auto da Liberdade. Dentro deste contexto de exaltação à liberdade, existe um movimento negro por nome de Negro e Lindo. Na presente dissertação, discutimos a construção de “identidades negras” entre os militantes negros de Mossoró e entre moradores do bairro Santo Antônio. Com tal abordagem, pretendemos refletir sobre as possíveis diferenças ou semelhanças na forma como os militantes e os moradores do referido bairro se auto-afirmam como “negros” ou não. Estamos entendendo “identidade negra” como um processo de auto-afirmação elaborado a partir das especificidades do contexto social e das particularidades individuais. Desse modo, a “identidade” torna-se uma realidade dinâmica e contextual, implicando sempre em processos de negociações mediante as interações dos atores sociais. Portanto, buscamos discutir as especificidades que envolvem os processos de.construção de “identidades negras” na cidade da liberdade.

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Dissertação de Leila Karla: Discurso, Mídia e Memória na (re)Construção da História da Sexualidade Feminina Autor(a): Leila Karla Morais Rodrigues Freitas

Dissertação: Discurso, Mídia e Memória na (re)Construção da História da Sexualidade Feminina
Autor(a): Leila Karla Morais Rodrigues Freitas
Curso: Letras 
Instituição: Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN
Publicação: 2012
Fonte do artigo: UERN


Resumo: 
Esta dissertação intitulada Discurso, mídia e memória na (re)construção da história da sexualidade feminina objetiva descrever/interpretar, nos enunciados presentificados nas revistas Nova e Women’s Health, os movimentos da memória que constroem a história da sexualidade feminina na mídia contemporânea. Para tanto, partimos do edifício da Análise de Discurso francesa, a partir do qual travamos um fecundo diálogo com as Teorias de Gênero, os Estudos Culturais e a Comunicação Social. Com base no pressuposto de que a mídia é a responsável-mor pelo engendramento e divulgação de novas formas de subjetividade, investigamos como ela erige-se em prática de subjetivação na modernidade face ao sujeito feminino, via discursivização/exposição do seu corpo-sexo. Para a realização deste intento, as contribuições legadas por Michel Foucault à AD foram fundamentais, especialmente as no que respeita as suas reflexões sobre o sujeito, em suas interrelações com o saber, o poder e a verdade. O corpus desta pesquisa é composto por enunciados veiculados pelas revistas Nova e Women’s Heatlh nas edições relativas aos anos de 2008 a 2011. Para tratamento do corpus adotamos como dispositivo analítico a noção de trajeto temático embargada por Guilhaumou e Maldidier (1994). Nesta pesquisa, para auxiliar-nos na leitura dos enunciados, definimos o trajeto de leitura Corpo, Sexo e Prazer, ao qual correspondem os eixos: Sedução, corpo e beleza e Sexo, prazer e subjetivação. As investigações revelaram-nos que a mídia não reconstrói a história da sexualidade feminina, como sugere seu discurso e como supúnhamos inicialmente. O que há, em verdade, é tão-somente uma suposta (re)constituição dessa trama. Envolto no fio da memória, o discurso midiático contemporâneo, aliado ao discurso médico e estético, (re)atualiza dizeres/saberes sobre o sexo que não subvertem, mas ratificam verdades históricas. A observação do processo de constituição e discursivização de Nova e Women’s Health nos revelou que a articulação dos jogos/discursos de verdade, dos cuidados de si e da confissão, além de recorrente em ambas, é o que as possibilita (re)agenciar o sujeito feminino contemporâneo, especialmente em relação ao seu corpo-sexo. Mediante este estratagema as revistas promovem a alternância entre movimentos de autoconhecimento e autocontrole, como etapas de um processo que culmina na (re)fabricação dos sujeitos. Nossas análises apontem ainda que o dispositivo da sexualidade não desapareceu do discurso midiático moderno, apenas se modificou, passando, estrategicamente, da função de controle-dominação, para a de controle-incitação.

Dissertação de Pedro Filho: Purificação, Caracterização Bioquímica e Atividade Antimicrobiana de uma Albumina 2S da Torta da Mamona (Ricinus communis L.), com Atividade Inibitória de Tripsina

Dissertação: Purificação, Caracterização Bioquímica e Atividade Antimicrobiana de uma Albumina 2S da Torta da Mamona (Ricinus communis L.), com Atividade Inibitória de Tripsina 
Autor(a): Pedro Filho Noronha de Souza 
Curso: Bioquímica 
Instituição: Universidade Federal do Ceará - UFC 
Publicação: 2012 
Fonte do artigo: UFC 


Resumo: 
A mamoneira (Ricinus communis L.) é uma cultura importante para a região Nordeste do Brasil, onde, recentemente, tem sido utilizada para produção de biodiesel. O Nordeste detém 90% da produção brasileira de mamona, sendo o Ceará, o segundo maior produtor. No processo de extração de óleo das sementes de mamoneira para produção de biodiesel, o resíduo resultante, denominado de torta da mamona, representa um subproduto pouco utilizado. Apesar disso, essa torta é rica em proteínas e micronutrientes, como nitrogênio, fósforo e potássio, atributo que a qualifica como um insumo que poderia ser utilizado como adubo orgânico, ou mesmo como ração animal, o que lhe agregaria valor comercial. Todavia, seu uso como alimento não tem sido possível por causa da presença de elementos tóxicos e alergênicos (Ricina, Ricinina, Complexos Alergênicos) na sua composição, a não ser que passasse por processamento para sua destoxificação. Infelizmente, tecnologia economicamente viável para esse fim, em escala industrial, ainda é inexistente. Portanto, há necessidade de pesquisas que venham a agregar valor a esse subproduto abundante da cadeia produtiva do biodiesel. Assim, nesse contexto, o presente trabalho está inserido num projeto cujo objetivo maior é identificar, isolar, purificar e caracterizar novas moléculas bioativas da torta delipidada de sementes de mamoeira com potencial biotecnológico. Através de extração de proteínas solúveis com tampão Tris-HCl, 50 mM, pH 7,5, e fracionamento do extrato obtido com sulfato de amônio (50-75%), cromatografia de interação hidrofóbica em coluna Phenyl-Sepharose e cromatografia de troca iônica (DEAE-Sepharose) foi possível purificar uma albumina 2S, denominada Rc-2S-Alb, capaz de inibir tripsina. A Rc-2S-Alb apresentou massa molecular de, aproximadamente, 75,8 kDa, determinada por SDS-PAGE, mas, em condições redutoras, apareceu como uma banda maior de 15,8 kDa e outra menor com 10,5 kDa. Sua sequência NH2-terminal revelou haver similaridade (89%) com o precursor putativo da albumina 2S de R. communis já descrita, com a cadeia A da estrutura da RicC3 (89%), com a cadeia A da mabilin-1, ambas, também, de R. communis (89%), com a cadeia pequena de uma proteina “napin-like”de Brassica napus (89%). Em todas essas proteínas similares, dois domínios, QEVQRKDLS e YLRQS, são altamente conservados. Comparação da estrutura primária gerada por ESI-Q-TOF MS/MS, a apartir de 17 peptídeos trípticos da Rc-2S-Alb, mostrou similaridade de 43% com a Mabinlin-1 (pI/Mr de 6,7 e 29.3 kDa) de R. communis. Em relação à estrutura tridimensional da Rc-2S-Alb, ela apresentou similaridade com a de Ric C3 e Mabinlin-1. A Rc-2S-Alb foi incapaz de inibir a germinação de esporos dos fungos fitopatogênicos Fusarium oxysporum e Rizoctonia solani, mas foi capaz de promover a aglomeração dos mesmos. A Rc-2S-Alb também não foi capaz de inibir o crescimento micelial dos fungos Fusarium oxysporum, Fusarium solani, Rizoctonia solani e Collethotricum gloeosporioides. Por outro lado, a Rc-2S-Alb foi eficiente em inibir o crescimento de Pseudomonas aeruginosae, Klebsiella pneumoniae e Bacillus subtilis, todas as bactérias patogênicas a seres humanos, quando em baixas concentrações. Como conclusão, foi possível a purificação de uma nova albumina 2S da torta da mamona, capaz de inibir tripsina e com atividade antibacteriana importante. Assim, a Rc-2S-Alb deve ser explorada no sentido de verificar sua eficácia como um novo agente terapêutico alternativo no combate a bactérias resistentes aos produtos disponíveis, hoje, no mercado, o que, se confirmado, poderá contribuir para a melhoria da saúde humana.

domingo, 2 de agosto de 2020

Dissertação de Wallace Edelky: Qualidade e potencial de conservação pós colheita dos frutos de mamoeiro híbrido

Dissertação: Qualidade e potencial de conservação pós colheita dos frutos de mamoeiro híbrido
Autor(a): Wallace Edelky de Souza Freitas 
Curso: Fitotecnia 
Instituição: Universidade Universidade Federal Rural do Semi-Árido, - UFERSA 
Publicação: 2014 
Fonte do artigo: UFERSA


Resumo: 
O trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade e conservação póscolheita dos híbridos de mamoeiro cultivados no município de Mossoró. Para avaliação da qualidade dos frutos foi conduzido um experimento em delineamento em blocos casualizados com 14 tratamentos (12 híbridos, e o Tainung N°1 e Sunrise Solo), sendo os híbridos H10.26, H10.60, H10.72, H26.60, H26.72, H33.36, H33.45, H33.56, H36.45, H36.56, H45.56, H60.72, com 4 repetições, em fazenda comercial localizada no município de Mossoró-RN, de onde os frutos foram colhidos nos estádio de maturação 2 (fruto com até 25% da casca amarela) e levados para o laboratório de Póscolheita da UFERSA, onde foram acomodados sob temperatura ambiente (22 ± 1 °C e 60 ± 5% UR) até atingirem o estádio de maturação 5 (frutos completamente maduros, com 76-100% da casca amarela) quando avaliados. Já para avaliação do potencial de conservação dos frutos, conduziu-se um segundo experimento em delineamento inteiramente casualizado em parcela subdividida, em que na parcela encontrava-se os híbridos e na subparcela os tempos de armazenamento, com quatro repetições. Os dois híbridos utilizados neste segundo experimento foram frutos que apresentaram qualidade superior no experimento anterior, sendo estes o H10.60 e H26.60. Os frutos foram colhidos no estádio de maturação 2. Uma parte foi analisada no dia da colheita e outra armazenada por um período de 28 dias, sendo 21 dias sob refrigeração (10 ± 1 °C e 90 ± 5% UR) mais 7 dias em condições ambiente (22 ± 1 °C e 60 ± 5% UR), realizou-se avaliação dos frutos a cada 7 dias. As análises realizadas foram às seguintes: massa, comprimento e diâmetro dos frutos, relação comprimento/diâmetro, coloração da polpa e da casca, espessura da polpa, diâmetro da cavidade interna, firmeza do fruto, vitamina C, pH, sólidos solúveis, acidez titulável, relação sólidos solúveis/acidez titulável, açúcares totais, perda de massa, aparência externa, pectina solúvel e total, atividades das enzimas pectinametilesterase e poligalacturonase. No experimento para avaliação da qualidade pós-colheita dos frutos, verificou-se que os mesmos apresentaram sólidos solúveis, espessura da polpa, massa e dimensões dos frutos que se enquadram na classificação para comercialização, e ainda elevados valores de vitamina C, concluindo-se que há uma grande variabilidade entre os híbridos para as características de qualidade avaliadas. Entretanto, os híbridos têm qualidade pós-colheita para serem comercializados tanto no mercado nacional como no internacional, com exceção dos híbridos H36.45, H36.56, H45.56, que possuem polpa amarela, coloração que não é preferência de maior parte do mercado consumidor. Para o experimento sobre a conservação pós-colheita dos frutos conclui-se que os híbridos H10.60 e H26.60, têm uma boa conservação pós-colheita encontrando-se aptos para o consumo ao final dos 28 dias de armazenamento, sendo 21 dias sob refrigeração (10 ± 1°C e 90 ± 5% UR) mais 7 dias em condições ambiente (22 ± 1°C e 60 ± 5% UR).

sábado, 1 de agosto de 2020

Dissertação de Jochen Gomes: Cinematografando o consumo: as narrativas e as práticas culturais dos clientes de videolocadoras de Natal (RN)

Dissertação: Cinematografando o consumo: as narrativas e as práticas culturais dos clientes de videolocadoras de Natal (RN)
Autor(a): Jochen Mass Xavier Gomes 
Curso: Ciências Sociais
Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
Publicação: 2005
Fonte do artigo: UFRN

Resumo:
O presente trabalho é um exercício de análise das práticas culturais relacionadas ao consumo de filmes pelos clientes de videolocadoras da cidade de Natal (RN). Tendo por suporte uma sociologia da prática, especialmente aquela que se desdobra a partir das obras seminais de Anthony Giddens e Pierre Bourdieu, buscamos, a partir da apreensão das narrativas construídas por esses atores dos filmes a que assistem, apontar como eles constroem exercícios de reflexividade e criatividade na recepção de obras comumente identificadas como produtos da chamada “cultura de massas”. Esse caminho nos possibilita, seguindo as indicações de Nestor Garcia Canclini, estudioso da recepção no contexto latino-americano, construir, e, de algum modo comprovar, a hipótese de que o consumo também “serve para pensar”. Para chegar a esse resultado, realizamos uma pesquisa de campo que se serviu de instrumentos e técnicas tanto quantitativos quanto qualitativos. Após a análise dos dados, chegamos à conclusão de que o consumo de filmes tidos como “comerciais” e como produtos pouco nobres no âmbito da produção cultural, também impulsiona exercícios de criatividade e reflexividade social.