Pesquisar neste blog

terça-feira, 11 de abril de 2017

11 de abril de 1833: "Apody é emancipado de Portalegre"

O município de Apodi foi criado  e emancipado no dia 11 de abril de 1833

Historia - A Villa do Apody começou por palhoças, sendo uma aldeia de índios, da tribu Paiacús = Alonso de Hojeda, acompanhado de Américo Vespúcio e de João de la Coza, chegou á uma das bocas do Rio Apody e seguindo por elle acima, veio aqui ter, no dia 24 de Junho de 1499, em virtude do que tomou o território o nome de Missão de São João Baptista do Apody. Apesar da resistência dos índios, o explorador Hojeda, fundou os primeiros estabelecimentos da Povoação. Em 1720, veio o capuchinho Frei Fidélles, verdadeiro apóstolo, que depois de cathequizar os indios, em um braço da Lagoa que ainda hoje conserva o nome de Córrego da Missão levantou os marcos da civilização intellectual, e material, edificando a Igreja Matriz, que ainda hoje existe. O seu território pertenceu a Villa de Porto Alegre, de que foi desmenbrado, por ser erecta Freguesia em 1766, e em Sessão ordinária do extinto Conselho Geral da Provincia, de 11 d'Abril de 1833, foi elevada a Villa, servindo-lhe de limites os de sua Freguesia, sendo-lhe concedido para Patrimônio Municipal, uma légua de terra, em quadro que tinha sido doada aos ditos índios, pelo Alvará de 23 de Novembro de 1700. A 9 de Outubro do dito armo, foi installada a nova Câmara Municipal sendo esta apossada Pro-Presidente da de Porto Alegre, o alferes pelo Rinaldo Gaudencio dOüveira. Foi creado o Termo em Sessão do ditto Conselho (-eral de 14 de Maio de 1834, e approvado pela Resolução Provincial de 23 de Março de 1835.

Fonte: Anais da Biblioteca Nacional - http://docvirt.com/docreader.net/DocReader.aspx…

Após sua emancipação política - Vila e município de Apodi, criado e aprovado pelo Conselho Provincial em 11 de Abril de 1833, e confirmado pela Assembléia Legislativa Provincial em 23 de Março de 1835, foi Instalada a 1º Câmara Municipal em 09 de Outubro de 1833, sendo esta presidida pelo Vereador JOÃO NOGUEIRA DA SILVEIRA, o primeiro administrador de Apodi.

Breve Resumo:

1833 - Apodi foi emancipado de Portalegre no dia 11 de abril.

1834 – A criação e os limites do termo do Apodi foram feitos pelo Conselho Presidencial em 14 de maio de 1834, sendo o território desmembrado do município de Portalegre. 

1835 - A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte(ALRN) ratificou(confirmou) a emancipação do município de Apodi, criado pelo Conselho da Província.

 RESOLUÇÃO Nº 18, DE 23 DE MARÇO DE 1835

BASILIO QUARESMA TORREÃO, Presidente da Província do Rio Grande do Norte.
Faço saber a todos os habitantes, que a Assemblea Legislativa decretou e eu sanciono a Resolução seguinte:

Art. 1º Fica aprovada a Vila do Apody, criada pela Resolução do extinto Conselho Presidencial de 11 d’Abril  de 1833.

Art. 2º - Os limites do seu município, são os que lhe farão marcados pelo extinto Conselho da província na Sessão de 14 de maio de 1834, com a exclusão somente das Fazendas, e sítios que fizeram a quem do meio da caatinga do Upanêma, que fica servindo de divisão nesta parte, ao referido Município, e ao da Villa da Princeza.

Art. 3º Fica nenhum efeito qualquer disposição em contrário. Mando portanto, a todas as autoridades, a quem o conhecimento e execução da referida Resolução pertencer, que  cumprirão, e facão cumprir tão inteiramente, como nela se contem. O Secretário da província a faça imprimir, publicar, e correr. Cidade do Natal, aos 23 dias do mea de Março de 1835, décimo quarto da Independência do Império.

BASILIO QUARESMA TORREÃO
Presidente da Província.

VEJA A NOTÍCIA HISTÓRICA  COMPLETA SOBRE A CRIAÇÃO DA VILA DO APODY 

Fontes consultadas: Marcos Pinto - historiador apodiense;
Portal Oeste News - Pesquisador José Maria das Chagas(Jotta Maria); 
Anais da Biblioteca Nacional

Matérias relacionadas:  http://tudodeapodi.blogspot.com.br/2013/05/apodi-comemora-erroneamente-data-de.html

http://tudodeapodi.blogspot.com.br/2017/03/apodi-comemora-emancipacao-politica-em.html

Um comentário:

Universitário Lig@do disse...

Muito interessante, além dos fatos a linguagem original da época é muito bonita eu sou fascinado por português antigo!