Pesquisar neste blog

sábado, 6 de junho de 2015

Por você tudo esquecia - Paulo Filho Dantas

"Foi no lume da paixão que surgia
Que avistei cova dos meus desejos
Primevos, tempo em que me aturdia
Os pensamentos d'outro'ra insejos
Em tua voz que nunca mais ouvia
E em teu rosto, fugazes lampejos
Por despertar em manhãs vazias
Tu brincavas esbanjando gracejos
Por onde andas criatura divina?
Falta faz um ser que me alucina
Por você eu tudo o mais deixaria
Por você vivo preso ao passado
Por você consinto tudo, calado
Por você tudo deixava, esquecia".

Nenhum comentário: