Pesquisar neste blog

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

O descarte correto das embalagens de agrotóxicos


Há algumas décadas vem sendo utilizados produtos de vários tipos para o crescimento (aumento) e melhoria da produção de alimentos em diversos lugares do mundo, inclusive no Brasil. Estes produtos são os chamados agrotóxicos. Eles, como o próprio nome já diz, são tóxicos, ou seja, são prejudiciais à saúde como também ao meio em que vivemos. 

Inicialmente, quando os agrotóxicos chegaram ao Brasil, eles, literalmente, eram “usados à vontade”, pois não se tinham estudos sobre aqueles produtos e não havia conhecimentos a cerca de tal assunto, mas mesmo assim, usava-os até mesmo para combater piolhos. SIM, eram usados em pessoas! Aplicados assim, diretamente na cabeça de cada um, provavelmente por que não se tinha noção do risco que era causado. Ao passar dos anos isso deixou de acontecer, mas, no mundo capitalista em que vivemos onde tudo gira em torno do dinheiro, ainda persiste o grande uso de agrotóxicos para o aceleramento da produção. Considerando que esses produtos sejam usados de forma correta e usados com precaução, mesmo assim, ainda há uma problemática em situação: e as embalagens desses produtos? O que deve ser feito? 

A Lei Federal nº 9.974, elaborada em 2000 e regulamentada dois anos depois com o Decreto Federal nº 4.074, exige, de modo resumido, que todas as embalagens devem ser devidamente lavadas e entregues de volta ao local da compra. No entanto, em nossa região, inclusive em Apodi, isto não é seguido corretamente. É aí onde entra o nosso papel. Nós, enquanto consumidores, devemos exigir que as lojas fornecedoras destes tipos de produtos se associem as cooperativas que recolhem estas embalagens, pois desta forma, haverá a reciclagem das embalagens, como também o cumprimento da Lei. Devemos nos conscientizar de nossos direitos e deveres enquanto cidadãos, por que de nada adianta estarmos a todo momento reivindicando as leis do país se em pequenas ações como essas, nós não fazemos cumpri-la. De que adianta colocar culpa nos outros se isso pode mudar a partir de nossas próprias atitudes? Precisamos ser realistas e ver aquilo que está diante de nossos olhos, precisamos ser a diferença que tanto procuramos no mundo. Só assim, vamos poder reivindicar nossos direitos e ter a confiança de que estamos fazendo a coisa certa.

Texto feito por alunos do IFRN - Campus Apodi.

Turma: 2.8401.1M
Orientador: Prof. Me. Julimar França
Discentes: Antonio Cortez, Antonio Richardson, Antonio Victor, Bruna Valyssa, Paula Vitória, Rebeca Nadine e Samara Maria

Nenhum comentário: