Pesquisar neste blog

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Dorinha de Terto - carnavalesca

DORALICE ALVES DE OLIVEIRA, conhecida por "Dorinha de Terto", a mais extrovertida personalidade do carnaval apodiense, filha de José Alves de Oliveira (Zé Raposo) e Tertalina Oliveira (D. Terta), nasceu em 02 de julho de 1928 na cidade de Apodi. Concluiu o curso primário na Escola Estadual Ferreira Pinto. Aos seus discípulos ensina o bom exemplo da alegria e da virtude. É vista como um exemplo de 3ª idade feliz que só haverá de abandonar a avenida da folia, quando sua vida se extinguir. 

Apaixonada pela magia dos frevos: “Vassourinhas”, “o teu cabelo não nega, mulata”, “Mulata bossa nova”, dentre outros, Dorinha de Terto cai no frevo e brinca o quanto pode. É a mais autêntica foliana do carnaval apodiense, razão pela qual, ininterruptamente, há mais de meio século, participa da “Festa de Momo”, sempre se fantasiando ao estilo dos velhos carnavais. Ama tudo o quanto faz na vida, família, amigos e o ofício de educadora exercido por 30 anos nas Escolas Municipais de Apodi. 

Foi professora, atriz de teatro e de “dramas” (textos teatrais encenados em Apodi nos idos de 1950 a 1960), porém é como Carnavalesca que se destacou. Através de seu espírito de jovialidade, alegria e amor ao carnaval do nosso município, desfilou pelas Escolas de Samba “Unidos da Saudade”, “Flagelados do Samba” e “Os Diferentes”, na época em que nossa cidade festejava o reinado de Momo com desfiles pelas ruas. Representou, com brilhantismo, o nosso município em Patu e Mossoró em eventos carnavalescos. Atualmente é o símbolo maior do patrimônio carnavalesco da nossa terra contagiando a todos com sua vitalidade, num exemplo de força e juventude invejáveis. Dorinha faleceu em Apodi, no dia 28 de novembro de 2012.  Era a mãe da professora Ideuza Gurgel. 

Fonte: Paisagens Femininas de Apodi - Vilmaci Viana 

Nenhum comentário: