Pesquisar neste blog

sábado, 7 de dezembro de 2013

Lucas Pinto: Coronel sem Patente, mas com muito voto



Homem de muita coragem e determinação. Ainda com as marcas da dor predominando no seio da família, apanhou a bandeira de luta manchada com o sangue do irmão Coronel Francisco Pinto e a carregou em meio a ameaças dos grupos de cangaceiros comandados pelos truculentos SALDANHAS e pelo não menos virulento Tilon Gurgel e seu genro Décio Holanda, que trouxe da serra do Pereiro cerca de 100 jagunços visando implantar o medo e o terror em solo Apodiense. Comandou os destinos políticos e administrativos durante 29 anos, lançando na política os Srs. Izauro Camilo, a quem foi buscar lá em Uiraúna-CE, onde exercia a função de pescador, junto ao irmão Ricarte, sendo certo que conseguiu junto ao então governador a nomeação de Izauro Camilo como Delegado de Polícia de Apodi, função que o projetou na vida pública. Depois, convidou o então líder rural Valdemiro Viana para integrar suas hostes políticas, o que ocorreu por pouco tempo, pois o Izauro Camilo traiu o seu mentor político Coronel Lucas PInto, passando a cerrar fileiras na oposição com o então Deputado Estadual Zacarias Gurgel. Como um castigo divino, Izauro Camilo e outros que foram lançados na vida política pelo velho líder político, morreram no mais completo esquecimento popular. 

Texto de Marcos Pinto - historiador apodiense 


Nenhum comentário: