Pesquisar neste blog

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Saudades - Raimundo Torres

Onde estão as boas maneiras de meus tempos de menino?
Onde está a melodia carinhosa das Cantigas de ninar,
Entoadas por minha mãe?
Onde estão os raios de sol
Que admirei na minha adolescência?
Onde Larguei o carrinho de lata que meu primo
Fabricou naquele domingo de janeiro de um ano qualquer?
Onde pousou o pardal ferido pelo tiro de bodoque
Daquele garoto da casa 120 da rua Manoel João Dantas?
Onde está o cheiro da tinta da caneta amarela
Que fiz meus primeiros deveres de casa?
Onde está o choro que fui forçado a emudecer
Ao ouvi aquela canção que falava de dias felizes?
Onde está aquela noite na qual havia chuva,
Havia vento e eu , calado, escrevia um poema que falava de medo?
Onde está o sorriso que não retribui naquele encontro entre amigos?
Onde estão os minutos nos quais iniciei esses versos?
Tão rápidos, que já terminei o poema..

Nenhum comentário: