Pesquisar neste blog

domingo, 25 de agosto de 2013

Raimundo de Freitas

Raimundo de Freitas, natural de Apodi, nasceu no dia 22 de maio de 1922, filho de Júlia Maria de Freitas (mãe biológica); e Manoel José Dantas e Maria Romana Dantas (pais adotivos). Casou-se com Francisca Alves de Freitas no dia 05/12/1948, sendo seu matrimônio celebrado pelo o padre Renato de Menezes. Desse casamento sua prole é constituída onze filhos (sete homens e quatro mulheres).

Ele sempre foi um homem apaixonado pela a música, isso justifica por ter sido “tarolista” (como muitos chamam), essa consagração deu-se na época em que a banda era regida pelo o maestro Porfírio.

Podemos até dizer que era um homem polivalente, isto se justifica que além de ter a arte musical, também era o sonoplasta da antiga amplificadora instalada na Praça Getúlio Vargas, trabalhando ao lado do saudoso Wálter de Brito Guerra, como locutor oficial. Haja companheirismo. Trabalhou como eletricista ao lado dos saudosos Durreco e Raimundo da luz. Além de tudo isso, para garantir ainda mais o status polivalente, dava assistência, consertando as antigas linhas telefônicas e serviços multifuncionais no antigo SESP em 1976.

Na política, sempre defendeu o partidarismo, sendo do “lado vermelho”. Foi vigia da Praça Getúlio Vargas ao lado do saudoso Neném Zacarias. Faleceu em Apodi no dia 18 de abril de 2003, vítima de insuficiência respiratória.

Fonte: Blog Apodi Antiguidades 

Nenhum comentário: